Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa




Retornar para últimas postagens

    06-dez-2010

    Gashuku final doTigre

    Musashi sensei (Miyamoto Musashi) escreveu há 500 anos em seu tratado de Estratégia, no Livro dos Cinco Anéis:

    "O combate se faz andando. Aqueles que saltitam ou que mantem padrões rígidos em suas posições (kamae) estão longe de entender o verdadeiro sentido do combate."

     Mas, então, como se faz um combate andando?
    Por que utilizar a posição do Fogo ou da Árvore?
    Como desviar a ponta de sua espada (hassaki ou kissaki) em posição da Agua? Quais são as vantagens de se desviar do que o de manter na garganta do oponente?
    Quais são os detalhes que fazem a diferença uma vez aprendido os 12 katas da espada maior no Niten Ichi Ryu? Ou os 7 da espada menor?
    Quais foram as novidades que o mestre Gosho Motoharu (CS - No Japão com o Sensei 14 - Corte perfeito)  comentou sobre os katas ?
    Como são os exercícios de energização (ki) que são importantes para o nosso dia a dia e no nosso treinamento?

    Por que eu nunca consigo "ir  para a frente" no meu lado profissional? Por que eu, que sempre consegui um bom relacionamento com o meu cliente, com o meu fornecedor e todos os outros, me "dei mal" desta vez?

    Como posso acertar um bom tsuki (estocada)? Posso acertar no domune (peito) ou na garganta?
    Quais as inovações no combate com a espada menor? Por que redobrar a atenção com as costas?
    O que devo ter em mente ao lutar com a Naginata? O que gera a falta no combate de Naginata?
    O bo é apenas uma bastão mais longo que o jo (bastão) ou é, apesar da semelhança, uma arma diferente?
    Quais os detalhes do hakama  no torei (reverencia a espada) do iaijutsu? Qual a altura do tiburi (respingar)?
    Como fazer o Ukan, Kasa no Shita, Itirei e Hosomiti no jojutsu?
    Kusarigama e jitte. Quais os próximos katas?

     Estas e outras perguntas serão respondidas no Gashuku (treinamento intensivo) neste fim de semana.
    Recomendo que todos os alunos participem para aprender  "as coisas que não podem ser vistas" para fechar um bom Ano do Tigre.



    01-dez-2010

    No Japão com o Sensei 21 - Avião da Japan Air Lines

    "Subimos al avión de Jal (japan air lines),al despegar una pantalla de plasma al frente de los asientos muestra el despegue,imágenes, luces, pista y por fin el cielo…

     El inmenso y basto cielo, mis ojos se quedan con este regalo del universo, las estrellas...

     Son las 6,30 y estamos llegando al aeropuerto de New York, en 50 minutos aterrizaremos. Casualidad, llego por primera vez a EE.UU. y es el 11 de septiembre del 2010, día del recordatorio de los atentados a las torres gemelas, todo el aeropuerto se pone en silencio durante 1 minuto como forma de respeto.

     Volvemos a subir al avión para el tramo final, O Sensei solicita a una de las azafatas japonesa para que nos tome una foto antes de despegar,pero ella responde con sonrisa que no es posible debido a las normas de vuelo,ya que estamos pronto para decolar.

    O Sensei dice: No ,es No,pero con una sonrisa,el trauma es diferente.

     Ya pasaron 2 horas de vuelo, están por servir el almuerzo,en ese momento llega otra azafata y pregunta para O Sensei si ya tomaron la fotografia,Sensei responde que no y la foto es tomada en ese momento.La primera azafata comunico a su grupo la necesidad de O Sensei,nadie del grupo olvido esto,cuando la misión estuvo cumplida se le comunico al grupo.

     O Sensei dice: Esto esta relacionado a Niten,comunicación inequivoca,verificación,no dejar nada para después,una vez cumplimentado se comunica.

     Mas tarde en el vuelo,algo me traer recuerdos de mis comienzos en Niten,de las primeras enseñanzas que los Senpais me dieron,pasa una señora mayor Japonesa caminando por el pasillo,su mano derecha extendida por delante de su cuerpo indicando la dirección, esa mano antigua solicita permiso en silencio,informa que quiere,deja claro no olvidar las costumbres del pasado,aprender,esa mano enseña con el ejemplo.

    O Sensei dice: Una acción ,vale mas que mil palabras." Flavio Fontana (Unidade Buenos Aires)


    A foto que não foi esquecida

    (Subimos no avião da Jal (Japan Air Lines), ao decolar uma tela de plasma em frente aos assentos exibe  a decolagem, imagens, luzes, pista e por fim o céu...

     O imenso e vasto céu, meus olhos ficam com este presente do universo, as estrelas...

     São 6:30 e estamos chegando ao aeroporto de New York, em 50 minutos aterrizaremos. Casualmente, chego pela primeira vez aos EE.UU. e é 11 de setembro de 2010, dia de lembrar dos atentados as torres gêmeas , todo o aeroporto se põe em silêncio durante 1 minuto como forma de respeito.

     Voltamos para subir no avião para o destino final. O Sensei solicita a uma das aeromoça japonesas para que nos tire uma foto antes de decolar, mas ela responde com sorriso que não é possível devido as normas de vôo, já que estamos prontos para decolar.

     O Sensei disse: Não é não, mas com um sorriso, o trauma é diferente.

    Já se passaram 2 horas de vôo, estão para servir o almoço, e neste momento chega uma outra aeromoça e pergunta para o Sensei se já tiraram a foto. Sensei responde que não e a foto é tirada neste momento. A primeira aeromoça comunicou a seu grupo a necessidade do Sensei, ninguém do grupo esqueceu disso, quando a missão foi cumprida se comunicou ao grupo.

     O Sensei disse: Isto está relacionado ao Niten, comunicação inequívoca, verificação, não deixar nada para depois, uma vez cumprida se comunica.

     Mais tarde no vôo, algo me traz recordações dos meus começos no Niten, dos primeiros ensinamentos que os Senpais me deram, passa uma senhora japonesa idosa caminhando pelo corredor, sua mão direita extendida para diante de seu corpo indicando a direção, essa mão velha solicita permissão em silêncio, informa o que quer, deixa claro o não esquecer os costumes do passado, aprender, essa mão ensina com o exemplo.

     O Sensei disse: Uma ação vale mais que mil palavras.)
     


    Japão vista 14




    topo

    (+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
    (+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h