TREINAR
KENJUTSU
EM CASA
Todos os treinos presenciais do Instituto Niten estão suspensos em virtude do Covid-19.
Mas para distribuir a chama da Espada criamos a página "KENJUTSU EM CASA PARA TODOS".
Nela todos podem encontrar material para treinar em casa e trechos dos Momentos de Ouro do Sensei Jorge Kishikawa.
Vamos manter a energia do Corpo, Mente e Espírito em movimento!
Café com o Sensei Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa




Retornar para últimas postagens

    22-ago-2017

    Gashuku de Setembro




    21-ago-2017

    CONSCIENTIZAÇÃO YAMATO 3

    Konbawá Sensei
     
    Shitsureishimassu
     
    Foi o meu primeiro gashuku! Quanta emoção e aprendizado. Mas o momento mais marcante foi apresentação do audiovisual.
     
    O filme trouxe lembranças tristes. Sou nissei, nasci no interior de São Paulo. Meus pais vieram do Japão pós-guerra. Meu pai se lembra das bombas caindo: assobiando e explodindo. A fome, o frio e a tristeza eram terríveis. 
     
    Eles vieram no começo da década de 60, eram lavradores. Os atritos entre os japoneses ainda eram presentes. Esse conflito não atingia apenas aqueles que se diziam makegumi ou katigumi, mas desse conflito surgiu um forte sentimento de xenofobia. Fomos severamente criticados e agredidos pelo povo a nossa volta. Lembro-me que estava com os meus pais, estávamos no ponto de ônibus. De repente as pessoas em volta começaram a nos ofender, gritar nos nossos ouvidos que tínhamos que retornar à nossa terra! Eu era apenas uma criança, não entendia nada. Apenas segurava a mão do meu pai, que não reagiu, não falou uma única palavra. 
     
    Eu ainda escuto de algumas pessoas que eu deveria voltar para a minha terra!!! Que os estrangeiros deveriam voltar para seus lugares... 
     
    Fomos para o Rio de Janeiro. Aqui a presença de nipônicos era bem menor, portanto éramos vistos como figuras estranhas ou bizarras. A minha adolescência foi muito triste, tive vergonha de ser uma descendente oriental, queria ser loira e ter olhos azuis. Era horrível a sensação de não pertencer a lugar nenhum. 
     
    Com o passar do tempo, fui percebendo e assimilando a cultura japonesa. E, depois de uma viagem ao Japão, eu realmente me encontrei. O Japão é o Lugar. Há um provérbio japonês que resume minha vida: "Nanakorobi yaoki": Cair sete vezes, e levantar-se oito. 
     
    Mais tarde eu encontrei o Niten! Conheci o Sensei, um Homem Especial que valoriza, difunde e incentiva a cultura japonesa! E aqui conheci muitos brasileiros com espíritos nipônicos, verdadeiros Samurais. E esse gashuku CONSCIENTIZAÇÃO YAMATO foi extremamente especial, reforçou toda admiração e respeito que eu tenho pelo Niten, pelo Sensei. Hoje sou Nipônica com muito orgulho e valorizo os meus olhos puxadinhos... 
     
    Arigatou Gozaimashitá. Sayounará
     
    Yumi - Unidade de Niterói-RJ







    Niten Rio de Janeiro no Gashuku - Yumi ao lado do Sensei

    16-ago-2017

    CONSCIENTIZAÇÃO YAMATO 2














    "Em meio ao frio, o corpo aquecia com as emoções transmitidas. Como descendente de japoneses, me senti prestigiado ao conhecer e aprender um pouco sobre a história dos antepassados." Teruo (Ponta Grossa)

    "É minha primeira participação em evento de Conscientização Yamato e me senti honrado e agradecido ao Sensei por compartilhar coisas tão profundas da cultura japonesa conosco, ocidentais. Tento resumir o evento para mim em uma palavra: novo. Muitas coisas novas aprendidas, saí novo, de novo." Antunes (Rio de Janeiro)























    "Pude substituir a ansiedade pela serenidade e a incerteza pela determinação de continuar a aprender. Estas foram as lições que eu aprendi neste evento. " Botinhão (Rio de Janeiro)

    "Nos treinos, todos os detalhes e segredos de cada Kihon/Kata demonstram como o Sensei é o elo que nos une com o Japão. Que saudade desse cansaço no final do treino, um cansaço físico, mas não mental.
    A mente ainda fervilhava!" Tengan (Ana Rosa)

    "O Kobudo continua vivo no Niten e estamos estudando o passado com um Mestre que nos instiga a irmos sempre em frente." Saraiva (Ilha do Governador)



















    14-ago-2017

    CONSCIENTIZAÇÃO YAMATO 1

    "Sem dúvida, meus antepassados passaram por situações difíceis para criar condições que beneficiassem a minha geração e não seria justo desperdiçar esse momento favorável ou esquecer esse passado. O Niten, para mim, tem esse papel, aponta numa direção para que não percamos tempo e, nesses eventos, resgata a memória de um povo."
    Suzuki (Ribeirão Preto)



    "No início do Jojutsu está o tsune-no-kamae -- a fortaleza do cotidiano: fortalecer o espírito do dia-a-dia."
    Holschuh (Campinas)




    "Senti que a Conscientização Yamato foi muito importante, por contar uma situação real e que, dentro da família dos descendentes de japoneses, muito provavelmente ocorreram várias situações apresentado no filme." Nakano (Sorocaba)




    "E isso é o que buscamos, no dojo e na vida. Entender o Tansei em cada ação, e refinar o pensamento e o espírito para viver plenamente, com felicidade, com verdadeiras amizades."
    Ivan (Juiz de Fora)






    Me sinto grande em fazer parte do Instituto Niten, espaço fundamental da sociedade onde a história e aprendizados não se perdem.
    Neubauer (Vila Mariana)






    "Como o Sensei disse em Brasília: Estrategista não escolhe arma. Esse Gashuku foi a oportunidade de estudarmos armas menos usuais e os katas, para darmos mais um passo no Caminho que escolhemos trilhar."
    Erik (Brasília)




    "A Conscientizacao Yamatofoi um verdadeiro chamado à consciência. E à imperiosa necessidade de buscarmos a verdade, mesmo além de nossas próprias convicções, pois como disse Friedrich Nietzsche, “as convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras”.
    Barreto (Ana Rosa)




    "Fui tomado por um sentimento dúbio de tristeza, pelo sofrimento silencioso das gerações passadas que tiveram que abandonar a própria identidade pra sobreviver, e de alegria, por saber que no Niten resgatamos esse sentimento sob uma nova luz, para nutrir e fortalecer as novas gerações."
    Shindi (Curitiba)




    "No inicio do dia, o Sensei nos falou sobre desperdiçar a vida, e graças ao Niten, a um Momento de Ouro que me marcou, o TADATI NI, sempre busco retificar o espírito para já, porque os ventos mudam."
    Brígido (Rio de Janeiro)





    "Meu jichan (avô) dava o travesseiro para o cachorro e continuava dormindo no saco de arroz. Boas memórias!
    Domo arigatou gozaimashita Sensei, por nos ajudar a compreender um pouco melhor os nossos antepassados."
    Kiryu (Campinas)



    Bandeira da Rendição Japonesa nas Filipinas

    "Ter a oportunidade de viver isso tudo e ainda receber o ¨presente¨ do Sensei  (a bandeira) é impagável."
    Patrick (Brasilia) 


    04-ago-2017

    O Niten é encantador








    Niten
    O Niten fez com que eu vencesse a batalha,
    Tirou minhas falhas,
    E quando ia treinar triste,
    Voltava feliz e tinha me superado.
    E pensava: Que bom que o Niten existe
    Já pensou que ruim que fosse se o Niten não existisse!
     
    O Niten é encantador
    Para todos que treinam,
    Por um grande fator,
    Pelos treinos que ensinavam,
    Ensinam.
    E que vão ajudar
    Muitas pessoas a caminhar na jornada da vida.
     
    O Caminho da espada
    Chegou para mim na forma de uma fada
    Com um desejo
    Treinar no caminho da espada.
    E eu o realizei,
    Eu fui
    E me encantei
     
    Maria Gomes -  10 Anos - Unidade Campo Grande







    topo

    +55 11 94294-8956
    contato@niten.org.br