Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei


Últimas postagens:

09-out-2013

20Anos - Feras 4

"Em segundo, destaco os kamaes, ou melhor a "ausência" deles. Devido ao grande conhecimento técnico, os feras muitas vezes não adotavam kamaes específicos, dando mais fluidez e surpresa aos combates. Pude observar o uso de técnicas de Niten Ichi Ryu em combate. Isso me deu muito o que pensar."  - Caran (Unidade Vitoria)


Uma boa disputa em que um dos lutadores tem um condicionamento invejável com muita mobilidade, mas não conseguiu fazer frente ao avanço impiedoso das duas espadas:

20 Anos - Feras do Niten - Adeval x Marques


Nesta disputa, encontramos dois lutadores com muita versatilidade.
A versatilidade, aliada a posição do gedan (ponta apontada para o solo) é uma estrategia de poderio letal se acertar o oponente. Como certas aves de rapina, nos mostraram vôos rasantes em direção a sua presa a fim de capturá-la e dar o golpe de misericórdia.


20 Anos - Feras do Niten - Gilberto x Costa

08-out-2013

Torneio para lavar a alma

Neste Torneio por Equipes (12º TBEK) que se realizará nos dias 19 e 20, semana que vem, falaremos "como ao redor de uma fogueira", e alguns sabem de que "fogueira"estou falando, sobre vários temas, entre eles o Shugyo no Japão com meus dois alunos e os "boatos", fotos e vídeos. Os nossos 20 anos de Niten com as "lendas", verdades e momentos mais marcantes para mim. E outros como estes que estao no depoimento a seguir: de alguém que veio aqui para "lavar a alma".

 

"Iniciei minha peregrinação no dia 1º de outubro vindo à São Paulo para retirar a moleza que tomava conta do meu espírito; para lavar a alma. Quando encontrei o Sensei ele sorriu e disse: - vou ter que te aguentar uma semana? Hai Sensei!

No meio da tarde o Sensei se desculpou e me informou que não poderia participar do treino devido a um encontro com um grande apoiador do Instituto, ou seja, a primeira lição: Agradecer aqueles que são importantes para sua vida, Giri (gratidão).

Fui para o treino de Jojutsu (bastão) que seria coordenado pelo Fugita, suei muito nos kihons (fundamentos básicos) e o Fugita sempre prestando atenção e me corrigindo quando necessário, estaria satisfeito só com os kihons mas pude treinar os katas do Shindo Muso Ryu para Omote II (nível intermediário) com o Kimura e o Senpai Danilo que deram muitas dicas sobre os katas junto com o Fugita. Quando o Fugita deu "Yame!" (parem!), o Sensei entrou no dojo (local de treino), fizemos o narabe (perfilar) e o Sensei brincou que conseguiu chegar a tempo. Nos Momentos de Ouro, Sensei contou sobre quem vem tirar a moleza do espírito. Essa frase cai como um men na sua cabeça, muitas reflexões após o treino.

Na quarta ,7 horas, estava na frente do Hokkaido (unidade Ana Rosa) esperando o Meloni e o Senpai Wenzel para o treino de Kenjutsu que teve muita luta inclusive arbitrada onde o perdedor sai, confesso que não vi muitos golpes mas Senpai Wenzel sempre orientava nestes casos e também pedindo para ter mais clareza na hora de arbitrar o golpe. Dois treinos ao mesmo tempo, shiai (valendo ponto) e arbitragem. Para terminar men men men (golpes consecutivos sobre a cabeça) para fortalecer o corpo, saí do treino cansado e meu espírito falando: - Eu te avisei, melhor ficar em Porto Alegre...

- Sai moleza, tudo é da minha conta a partir de agora!

Essa reflexão me acompanhou em todo o Shugyo (retiro espiritual com o Sensei), a cada conversa com o Sensei e a cada Momento de Ouro ficava mais forte "varrendo a moleza".

No final Sensei chamou, Gilberto, Fugita, Silva e eu para lutarmos e demonstrarmos as técnicas para os alunos valendo ponto. Detalhe: perdeu paga 50 flexões.

Paguei 150...

Na quinta, treino com o Sensei e o Silva pela manhã, como está no relato do Café com o Sensei (Café com Sensei - 04 out 2013- Espírito de Musashi na manhã ) A noite treino de Iai (sacar espada de metal) com kihons exigindo o máximo de mim, depois detalhes nos katas do Suio Ryu e o pessoal treinando forte para o torneio. E os Momentos de Ouro dando men indefensáveis no meu espírito. 

Na sexta de manhã pude treinar com o Fugita, pois o Sensei estava em mais uma reunião logo pela manhã. Muito shiai, Fugita com uma precisão e rapidez impressionante e eu tentando absorver tudo. Gratificante. 

No final de semana participei do Encontro Hayabusa e Kir Jovem na APM. Jovens, crianças, pais e a família do Sensei todos reunidos . Videogames e tablets? Nem pensar. Sensei fez questão de avisar aos pais que tomaria de quem ousasse em abrí-los!!! Só Sensei para fazer uma coisa dessas...


Sensei fez questão de avisar ...



Foi um evento diferente que contou com a excelente palestra do Heder sobre as aves de rapina, acho que todos querem ter uma Jolie em casa depois dessa palestra.


Foi um evento diferente...



Todos com o falcão


 

Saber que o Hayabusa é uma espécie de Vingadores, grupo formado por heróis, para as crianças foi uma surpresa. O Kir Jovem tem heróis de verdade que passam um grande exemplo de como se viver. 

A noite, música, risadas, ensinamentos, tudo perfeito.

No final reflexões do evento, conclusão? Esse encontro tem que se tornar uma tradição do Niten. Sensei falou que o evento era para relaxar e que somente eu que estava em Shugyo deveria me estressar. Acho que fui bem no envento.
 

















Muitas conversas com o Sensei.





O problema é que por esse motivo relaxei no treino da segunda de manhã, esqueci minhas graduações do Kimono, tudo é da sua conta inclusive seu kimono. Fiquei pensando nesse deslize a tarde inteira. Paguei uma volta de sapinho e 200 flexões no treino do Kir Jovem a noite, bom para não esquecer mais minhas graduações.

Tive a oportunidade de servir de uke para o Sensei treinar Kusarigama (foice e corrente), isso eu conto em outro relato. Levei os meninos com o Sensei para casa, aprendi com os seus filhos, durante a minha subida no elevador para deixá-los, na volta mais ensinamentos do Sensei. Continuei no treino da noite com bastante técnica e o Sensei ensinando todos.

Fecho meu Shugyo com os Momentos de Ouro na minha cabeça e com todos os ensinamentos passados pelo Sensei. Volto para Porto Alegre com o espírito fortalecido para encarar meus problemas e fazer mais pela unidade.

Domo arigato gozaimashita Sensei pelos anos de ensinamentos.

Sayounara!" - Alessandro - Porto Alegre

07-out-2013

20Anos - Demonstração 4

As técnicas de desembainhar a espada para se defender ou atacar se chamam Iaijutsu.
Inicialmente surgidas para a sobrevivência há 700 anos, lamentavelmente, tem sido amplamente divulgada como prática esportiva por beneficiar vários aspectos na saúde. Conseqüência disto são o surgimento de praticas que não condizem com a sua origem, que seria a de combate,  para o lado estético e meditativo, distorcendo as técnicas ao longo dos tempos.
Preste atenção: no Iai, o importante é vencer. Não importa postura, estética ou regras.
Importa é o sobreviver. 



04-out-2013

Hidensho 39 - Espírito de Musashi na manhã



Cheguei do Japão e encontrei o aluno de Porto Alegre aqui para mais um shugyo.
Shugyo, treinamento para aqueles que anseiam por uma mudança interior.
É louvavel e gratificante como mestre, ter alunos que dão a "cara a tapa" para tentar fechar o ano com chave de ouro
Sim. Ainda há tempo. Estamos em Outubro.
Que tal seguirmos este exemplo?


"Estou em São Paulo para acabar com a moleza e frouxidão que estava tomando meu espírito. Aqui a rotina é treinar cedo às sete horas com o Sensei, Sempais(veteranos), colegas da Adm e a noite participar dos treinos nas unidades de São Paulo.

Quero contar a vocês a experiência do treino desta quinta de manhã. Levantei cedo para treinar com o Silva, sete horas estávamos no Hokkaido, não sabíamos se o Sensei participaria visto que ainda estava se adaptando ao fuso horário, lembrando que o Sensei retornou do Japão e Portugal ha pouco tempo.

Começamos o treino, shiai (disputa valendo ponto) para começar o dia bem preparado. Logo, o Sensei apareceu e imediatamente colocou o bogu, fizemos o sonkyo (cruzar a espada com cumprimento) junto com o Sensei e o Sensei começou a lutar alternando entre eu e o Silva. Levei vários golpes de tachi (espada longa) do Sensei que alternava conosco muito rápido, lutava comigo e já virava para lutar com o Silva. Depois com Nito (duas espadas) o Sensei mostrou uma versatilidade impressionante, num dado momento Sensei comentou: - "São fortes os kamaes de Musashi Sensei, você não acha?"

Naquele momento eu já estava me sentindo um Yoshioka no duelo do pinheiro, tamanha a quantidade de golpes que levava da Nito do Sensei. Mais uma rodada de kodachi (espada menor) do Sensei vindo com uma energia contagiante desferindo golpes sem parar, às vezes parecia flutuar no dojo.

No final do treino fiz três shiais com o Silva, a cada derrota deveríamos pagar cinquenta flexões, resultado? Paguei cento e cinquenta.

Então nos Momentos de Ouro veio a surpresa, Sensei comentou que fazia um mês e 10 dias que não colocava bogu (equipamento de proteção). Como assim? E quem era este lutando incansavelmente conosco?

Sensei explicou que quando voce treina por um longo periodo, você não esquece da luta e que graças ao treinamento a sua saúde era boa podendo lutar por horas conosco. Disse que, em vez de perder tempo com coisas inúteis, treinava , treinava e treinava. Por fim, disse me que o treino nunca será uma perda de tempo.
 
Nessa manhã vi que o Sensei trouxe consigo do Japão o espírito de Musashi Sensei e okagesama (graças aos céus) tive a oportunidade de vê-lo em ação.

E você, está esperando o quê para ter essa oportunidade?
Sou grato ao Sensei por me proporcionar essa oportunidade e me guiar no caminho."
Alessandro (Unidade Porto Alegre)




 


03-out-2013

20Anos - Feras 3

“Assisti as belas apresentações e o apelidado “Shiai das Belas” aguardando ansiosamente pelo Shiai dos Feras. Mais uma vez tive um momento de enorme aprendizado durante os Shiais, enriquecido pelos sapientes comentários do Senpai Wenzel, o primeiro comentarista de Kenjutsu da História.” - Paiva (Unidade Ana Rosa)


"Shiai"quer dizer luta. Uma partida valendo um vencedor.
Ou seja, a procura pelo vencedor que luta melhor em uma partida.
No Shiai das Feras, pudemos observar que um vacilo, uma distração ou um atraso pode ser fatal no Kenjutsu combate, de forma que o combatente que estivesse com todos os neurônios ligados (e a mil) tinha maiores chances de se sair vencedor.
As lutas são rápidas como antigamente, pois a gama de técnicas e posturas, por serem infinitas como o universo da Estratégia, permitem um grande arsenal de aniquilar o seu oponente.
Vejamos:



01-out-2013

20Anos - Demonstração 3

"Ver tantos katas e kihons sendo executados de forma enérgica e técnica, ver a superação dos filhos do Sensei, que mesmo não estando em condições plenas de saúde, mostraram todo seu espírito de samurai, ver a força de vontade com que Senpai Ignácio treina, superando uma adversidade tão grande e, por fim, ver o quanto do Caminho há pela frente e que ainda tenho muito por ver.
Arigatou gozaimashita."
- Igor (Unidade Brasilia)


Em "O Último Samurai", o capitão Algren, interpretado por Tom Cruise, é levado a uma aldeia após ter sido capturado.
Prisioneiro dos "últimos samurais", Algren, depois de ter tomado uma boa surra, amanhece em meio a vários samurais executando movimentos com a espada de madeira. São uns 20 a 30. Com movimentos enérgicos, precisos e harmônicos, os samurais estão treinando os katas de Kenjutsu.
No Kenjutsu, uma vez adquirida a habilidade e o manuseio das espadas, parte-se para a velocidade, o que no filme não nos é possível de apreciar. Isto por que para se executar com velocidade é necessário treino. Treino. E muito treino. Mas quando se chega a isto, podemos equipará-lo a algo simplesmente "formidável".
Talvez você consiga vislumbrar o que eu quero lhe dizer, ao ver estas imagens:



Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu Nito Seiho



Dai Kihon no Kata

30-set-2013

20Anos - Feras 2

"Logo em seguida veio o Torneio das Feras do Niten, que nas palavras do Sensei :“Combates que não se tem registro na história por pelo menos 500 anos”. Foram intensos e TODOS nós saímos Vitoriosos com o que presenciamos e conseguimos assimilar!" - Saraiva (Unidade Rio de Janeiro)

Desde que o shogun Tokugawa Ieyasu assumiu o poder no Japão, qualquer confronto individual fora proibido. O Japão se fechou para os tempos de paz e poder absoluto de Tokugawa no período Edo.
Salvo raríssimas exceções como o duelo de Funajima ou o de Shiraishi, não se viu durante quase 500 anos, um combate com espadas.
O Feras do Niten foram momentos em que os presentes puderam assistir, como o povo na época, o duelo entre dois samurais. Como em uma viagem no túnel do tempo...




20 Anos - Feras do Niten - Silva x Massao



20 Anos - Feras do Niten - Erick x Breno



27-set-2013

20Anos - Demonstração 2

"Mas o terceiro dia foi realmente surpreendente. Tudo o que treinamos condensado em algumas horas: Começando com apresentações de Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu, passando pelos Dai Kihons no Kata, Sekiguchi Ryu Battoujutsu, Suio Ryu Iai Kenpo, Shindo Muso Ryu Jojutsu, Ishin Ryu Kusarigamajutsu, Jitte Jutsu, Tenshinsho Den Katori Shinto Ryu e, por fim, o Kenjutsu Combate. Fora o Shinkage Nito Kusarigama Jutsu do Sensei e que, por sinal, é impressionante. Infelizmente ainda não pude treinar contra o Sensei com essas armas, mas espero poder em breve! “- Artur (Unidade Vitoria)


Todas as apresentações do Hyoho Niten Ichi Ryu exibidas na comemoração dos 20 anos não deixam a desejar perante os japoneses.
O nível técnico se equipara ou supera a de alunos até antigos no Japão. Isto foi constatado pelos dois alunos que estiveram comigo durante esta semana.
Desde as crianças até os adultos, todos mostraram neste dia que com perseverança e continuidade se chega ao nível de impressionar no Japão, pois foi visível vê-los boquiabertos ao assistir as apresentações. De ficar sem palavras...




Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu - Tachi Seiho




Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu - Kodachi Seiho

25-set-2013

20Anos - Feras 1

"As lutas de Kenjutsu também foram muito proveitosas. Elas me fizeram ver que o Kenjutsu é a alma, o cerne do Niten! E além disso, a energia passada pela torcida durante a batalha foi impressionante. Tal energia(somada à do sábado) perdurou em mim durante toda a semana, e tenho me esforçado para mantê-la ainda mais." - Augusto (Ribeirão Preto)
 
"Nasce uma alma. Uma flor".
Resultado do cultivo das tradições antigas e que foram semeadas aqui no Novo Mundo.
É preciso o dom do olhar artístico para apreciá-la.
É o Kenjutsu. Em combate.



20 Anos - Feras do Niten - Chiarella x Fugita



20 Anos- Feras do Niten - Kenzo x Danilo

23-set-2013

20Anos - Demonstração 1

"Las demostraciones del domingo por la mañana fueron magníficas! Iniciando con los mismos hijos de Sensei, Takemitsu y Hiromitsu, mostrándonos los seis primeros katas del estilo Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu con una habilidad increíble. Katas de kenjutsu, iaijutsu, jojutsu de diferentes estilos fueron ejecutados magníficamente, con precisión y kiai, por diferentes senpais."- Daiana (Unidade Buenos Aires)



Demonstração de Hyoho Niten Ichi Ryu - Takemitsu x Hiromitsu


Os katas do Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu exigem muita concentração e precisão em sua execução. Dois itens difíceis de serem assimilados pelas crianças até os 12 anos pela própria natureza do seu desenvolvimento.
Apesar das dificuldades citadas, acredito que o Niten está lecionando de forma inédita, os katas antigos de Miyamoto Musashi e até que, do meu ponto de vista, mais que satisfatórios.
Decorre também que, não precisamos só de medalhas e troféus para motivar as crianças a continuar treinando qualquer arte marcial que seja.
E assim a tradição jamais desaparecerá.




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h