Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei


Últimas postagens:

19-ago-2013

20Anos Jornal Nikkey Português 15/Ago





Clique para ler a matéria completa


Como mencionada na matéria, "as desconfianças" ficaram lá atrás.

Tomando a carta de um aluno que está em minha mão: 

"Vinte anos se passaram desde o momento em que se criou o que para muitos (inclusive eu) foi um novo começo. Para o Sensei, tempo de jogar-se no Vazio. Tentar transmitir o conhecimento que vem do passado de uma nova forma. Transgredir o que era aceito".

A realidade é que as tradições de 700 anos estão desaparecendo e o Kenjutsu com bogu é a adaptação das tradições para os tempos atuais.
Foi necessário "transgredir o que era aceito"para que a tradição não se apagasse.
A chama continua acesa.

16-ago-2013

20Anos Ibirapuera

Amanhã nas comemorações dos 20 anos
Estaremos no Parque do Ibirapuera para uma aula aberta
Todos amigos do Instituto Cultural Niten, sejam bem vindos!

13-ago-2013

20Anos Fotos 7



















12-ago-2013

20Anos Fotos 6





















09-ago-2013

Dia dos Pais: Tragédia X Troféu


Esta semana foi uma semana em que o 4°  voto do Niten teve o seu grande momento para ser refletido: bomba atômica de Hiroshima e Nagasaki.
Depois de amanhã será o Dia dos Pais, momento de reflexão do nosso 3° voto.
E, para a semana que vem, momento para colocar em prática  o 2° voto: comemorar junto ao mestre os 20 anos de nossa fundação.
Antes de eu desejar a todos um Feliz Dia dos Pais, deixo aqui um email que recebi ontem:



"SHITSUREI SHIMASSU SENSEI,
KONNICHIWÁ

Uma impressão sobre o MOMENTO DE OURO de ontem (quarta feira)
O filhinho do SENSEI estava chorando no NARABÊ (perfilar) após o treino. Havia cortado o pé (e eu vi que era um corte grande) durante o combate. Mesmo assim, SENSEI o chamou pra cantar lá na frente, como fazia em alguns Momentos de Ouro. O menino não hesitou. Enquanto cantava, os soluços diminuíam.

- Mais alto! Disse o SENSEI e a voz foi melhorando. Somente depois de superar o problema é que o SENSEI agradou e elogiou o filho.

Hoje há muitos que acham que o mundo deve parar para cuidar dos seus problemas. Quem treina com o SENSEI, sabe que não. Porque o SENSEI traz o jeito SAMUARI de pensar:

“Eu caí, me machuquei, mas o mundo não parou de girar. Não adianta nada ficar chorando” é o mundo dos SAMURAIS, mundo do Japão. Do Japão que recuperou-se extraordinariamente das enchentes e não ficou se lamentando. Do Japão que não fica esperando compensações porque sofreu a bomba atômica no dia 6 de agosto. Dia que lembra meu falecido pai, porque ele nasceu nesse dia.

Por falar em pai, ARIGATÔ GOZAIMASHITÁ ao filho do SENSEI por dividir o pai dele comigo, afinal todo pai é um pouco Mestre.
E nesse próximo dia dos pais eu não estarei de todo, sem um pai para agradecer.

ARIGATÔ GOZAIMASHITÁ SENSEI,
SAYOUNARÁ

João Paulo - Unidade Vila Mariana


 


 

Felizmente, o acidente não teve sérias consequências e isto agradeço do fundo do meu coração.
Algumas vezes, como pais, temos que ser fortes o suficiente para construir um espírito perseverante em nossos filhos, e é isto que moldará o futuro espírito guerreiro deles (se assim desejarmos, obviamente).
Acredito que ontem, consegui erguer um tijolo, aumentar a auto-estima e fazer de uma "tragédia", um "troféu" para o meu filho.

Que todos os pais sejam verdadeiramente felizes neste domingo!




06-ago-2013

Mokuto...

Neste mês em que comemoramos os 20 anos de fundação do Instituto Niten, não posso deixar de falar de minha satisfação.
Hoje, dia 06 de agosto há 68 anos, às 8 e 15 de manhã, quando os adultos iam ao trabalho e as crianças à escola, saltava o Little Boy, o mais terrível monstro de todos os tempos para aniquilar nada menos que 250.000 seres humanos em Hiroshima.
Fogo, incêndio, cadáveres, sofrimento, dor e morte era o cenário cujas vítimas perambulavam como mortos vivos pelo inferno e, as poucas que sobreviveram, sofrem até hoje os efeitos químicos de Little Boy.
Domingo, dia dos Pais. Dia para se celebrar para aqueles que ainda tem o seu, dia para cultuar para os que já se foram. Mas não nos esqueçamos, ou melhor, lembremos, procuremos entender, sentir aquela tristeza daqueles milhares que, em meio ao inferno, se tornaram órfãos pelo destino.
Mas, porque satisfação?
Na última sexta, falei aos jovens do Niten que desde os primórdios de sua fundação, o Niten tem levado o ato de solidariedade a todos os que precisavam. Isto porque temos o nosso 4º lema, o qual recitamos em todas aulas, está calcado a obrigação (não só o sentimento) de fazer manifestar dentro de nossos corações o "jihi". O primeiro ato solidário, foi o de encher um caminhão inteiro de mantimentos para a casa de leprosos em Belo Horizonte. Depois veio a doação de 25.000 litros de leite às crianças desnutridas em Fortaleza, e assim por diante, sendo que o último foi na casa Hope, das crianças carentes com câncer.
Nestes 20 anos, ter passado aos meus 14.000 alunos e os mais de 100.000 simpatizantes, os horrores da guerra e o sentimento de "jihi", a compaixão que devemos ter com todos os seres.
Pode ser pouco, mas estou contente.
Pode ser pouco, mas é o que pudemos fazer até agora e por isto a minha satisfação.
Tenho certeza que o Caminho é por aí e continuaremos levando o "jihi"a todos os povos e às próximas gerações.
Agora, às vítimas vamos fazer um minuto de silêncio.
Mokuto..........



Esse Garoto em Nagasaki, trouxe seu irmão morto à pira de cremação e aguarda em posição de sentido sua vez de dar o adeus final.

02-ago-2013

20Anos Voar!


Neste dia 18, domingo, o Niten comemora 20 anos.
Entre os vários eventos que vão ocorrer, desde sexta-feira, está o tão esperado "O Shiai das Feras". O combate dos 16 mais fortes em Kenjutsu nos últimos anos.
Sim. O "tão esperado" tem a sua razão de ser.
Há dois grandes motivos para tal:

O primeiro: porque nunca, nestes 20 anos de Niten, foi feito um torneio onde se confrontaram apenas os mais fortes no combate da arte samurai (a divisão nos torneios sempre foi por categorias).

O segundo: porque nunca antes na história, que eu saiba, pôde-se constatar, de forma quase realista, da eficácia de cada arma, kamae (posição de luta) e técnica no combate da arte samurai, isso tudo com praticantes assíduos de Kenjutsu.
 
No Kenjutsu combate, o aprendizado começa com o primeiro passo, nasce na sua posição básica: o tchudan (ponta da espada voltada ao rosto do oponente). No decorrer do processo, passa-se para outras mais complexas, como um falcão a sair de seu ninho. Ganha-se outros rios, mares e montanhas: duas espadas, espada menor e outras que fazem parte das técnicas que eram executadas na antiguidade. O falcão sai de sua zona de conforto.
Por fim , o falcão após voar tão alto, atinge outros céus, estrelas e constelações. É quando, apos uma jornada intensa, completa o seu estágio do aprendizado pela Forma (o Ukô) e parte para a Não Forma (o Muko).  É o estágio em que ele luta como quiser. Do jeito que quiser. Sem posição, sem kamae: Livre.
Livre como o Vazio (Mu), o qual tanto buscou o nosso mestre e tantos outros como Musashi Sensei.
Da Forma para a Não Forma, da Zona de Conforto para a Liberdade, os 16 samurais vão nos mostrar, neste que será um grande dia, até onde conseguem voar!!!

 

   Mu - O estado do vazio

26-jul-2013

Hidensho 38 - O Imaterial


"Estive pensando sobre o meu treino desta última quarta-feira e os 10 golpes consecutivos recebidos do Sensei e sinto que toda esta meditação foi inconclusiva.
Consigo lembrar-me dos cortes que em eras passadas separariam os braços das mãos. Em uma movimentação que não era rápida ou fintada, apenas reagia ao ambiente para entregar o golpe necessário. Como se a luta simplesmente me conduzisse aos movimentos necessários para que os cortes fossem executados.

Recordo-me então de uma cena na história de Musashi Sensei, que, ainda jovem, ao buscar um confronto com Yagyu Sekishusai, encontrou uma única flor cortada por ele, e, ao visualizar o ponto onde o caule foi golpeado, sentiu quão estava distante da qualidade do corte que o mestre executara. Será que eu já estava cortado antes mesmo da luta começar?" - Marques Daniel (Unidade Sumaré)

 

Em eras passadas eram necessários os braços separados, o crânio partido ou a vida perdida para colocar à prova a Estratégia. Para ter a certeza se você tinha ou não o talento e até onde ele chegara. Felizmente, hoje com o equipamento de proteção (bogu) e as espadas de bambu (shinai) é possível sabermos (e nos convencermos) da eficácia do que os antigos denominavam de KENJUTSU e a partir disto, comprovar o nosso verdadeiro talento, habilidade e conhecimento na Estratégia.

Musashi Sensei (1584-1645), fundador de nosso estilo Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu, e que já era muito talentoso àquela altura, tinha olhos para entender em um simples caule cortado que o seu oponente era habilidoso o suficiente para o seu "treino". Seguindo esta linha de pensamento e transpondo-o aos dias de hoje, somente aquele que evoluiu bem no treinamento saberá (e se convencerá) do verdadeiro poder que está por trás da execução de 10 golpes consecutivos  sobre o seu oponente. No caso deste depoimento, no golpe sobre o hidari kote (antebraço esquerdo) realizado a partir do Joge Nito (posição de duas acima e abaixo) sobre o oponente com Itto (uma espada). O treino foi cronometrado e tudo ocorreu num piscar de olhos: 2 minutos. 

Obviamente que isto não ocorreria se não houvesse, como comentei, o material bogu e o shinai dos dias de hoje.

E do imaterial, espiritual, conhecimento secreto ainda não desvendado, que leva o nome do Café de hoje e de tantos outros: Hidensho.

 

É possível que a reflexão de Marques não tenha sido inconclusiva.
 

"Conhecimento não Desvendado"

24-jul-2013

Samurais vs frio

1º Voto do Hagakure: Nunca ser superado no Caminho do Samurai.

O frio chegou e levei um golpe que eu não esperava.

Os 20 anos se passaram e pelo jeito os alunos também.
Preciso rever os meus conceitos depois deste email:

Konbawa, Sensei.
Shitsurei shimassu,
Hoje, em um dos dias mais frios do ano, fui treinar na Unidade Sumaré como tenho por costume, quando não estou em viagens a trabalho.
Qual foi a minha surpresa quando percebi que todos os 11 samurais presentes foram para treinar Iaijutsu! Um exemplo do entendimento do primeiro voto do Hagakure, realmente.
É verdade que não tenho muito tempo de Niten, mas lembro-me de que certa vez treinamos em 3 apenas, espremidos no cantinho do dojo, pois havia muitos alunos de Kenjutsu.
Senti-me feliz de ver que os praticantes de Iai estão com o espírito forte e cheios de KIAI para treinar. Isso elevou ainda mais minha sede pelo treinamento.
Não poderia terminar sem deixar de lembrar da passagem do Shin Hagakure "Sibéria Brasileira, a Última Chance": pode ser que São Paulo não tenha chego aos -3ºC nesta terça-feira, mas esses 11 samurais mostraram que não temem tal adversário."
Cavalcante - Unidade Vila Mariana - Templo Nikkyoji

Como bem foi citado por um aluno no Café passado: "O que nós fazemos é incrivel!"
E, por ser incrível, nem o frio tirou a disposição dos alunos na noite mais fria dos últimos 13 anos.
Continuem me golpeando.
Estou torcendo por todos vocês!




"Sibéria não é mais problema no Niten?"




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h