Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei




Tag  gashuku        Retornar para últimas postagens

29-abr-2011

Gashuku Shiai 2

Melhoria da arbitragem, refinamento das técnicas e superação dos limites de cada um foram alcançados em um só fim de semana.
Praticamente foi uma simulação do que vai ser o 10º Torneio Brasileiro de Kobudo (10º TBKO), a ser realizado em Belo Horizonte.
Não posso dizer sobre o nivel técnico, mas é possivel que os que estiveram no Gashuku de Shiai estarão mais bem preparados mentalmente para enfrentar o desconhecido no 10º TBKO e, quem sabe, com a ajuda dos deuses, conseguir a sua passagem para o México.

 


"superacão dos limites"



"melhoria da arbitragem"



"Monitor Kenzo do Rio de Janeiro (em pé de camisa vermelha), que ganhou a passagem para o Chile em 2009"

" Sensei, acredito que todos os alunos devem se forçar a ir pelo menos uma vez ao ano em um Gashuku. É uma oportunidade ímpar de beber direto da fonte.


"Bebendo direto da fonte"

 

As correções são rápidas e objetivas, sem tempo a perder, apenas ouvir, hai e treinar.


Correções no Jitte



Correções no Jojutsu



Correçõs na Kussarigama
 


Correções no Jitte

 

Durante o Shiai de Kenjutsu, tivemos a oportunidade de lutar com pessoas que nunca lutamos antes.
 


"Lutar com pessoas que nunca lutamos antes"












Normalmente treinamos com nossos colegas de unidade e isso acaba nos deixando acomodados, pois já conhecemos as particularidades de cada um. Na minha visão Sensei, isso nos força a treinar o espíritio vazio, com pessoas que já conhecemos a forma de lutar, ficamos pensando em tudo, pois já imaginamos a reação de cada um. Com um desconhecido, quando pensamos muito, acabamos levando.

 

Para mim, Sensei, o Gashuku acabou apenas na segunda-feira, tive mais uma vez a oportunidade de treinar em São Paulo, e nesse dia o treino das crianças me marcou muito profundamente. Acredito que elas, apesar do tamanho, aguentaram muito mais do que muito adulto.
 


É incrível ver o como elas são "livres", não há mesquinharias na cabeça delas, não interessa quem está vendo, não interessa se vão se machucar, interessa apenas fazer o que o Sensei comandou.

 

 

Voltei pela estrada tentando lembrar da minha infância e quando perdi esse sentimento. Acredito que todos os adultos perdem em algum momento da vida. Foi mais difícil do que parecia e não consegui lembrar, mas estou refletindo bastante a respeito e espero trazer um pouco de volta essa criança.
 

 

Shitshurei Shimashita Sensei, gostaria de escrever mais, porém estou em viagem ainda e com internet limitada, estou escrevendo do celular.
Domo Arigato Gozaimashita, pela atenção que o Sensei me dispensou nesses dias."


Guimaraes (Un Ponta Grossa)

 

Ainda estamos em abril e Guimarães, como eu, já vivemos intensamente neste ano: esteve no 1º Encontro de Coordenadores e Monitores em Vitoria, Shin nen kai, no Gashuku de Shiai e agora estará no 10º TBKO, onde comemoraremos os 10 anos da Unidade Niten em Belo Horizonte.
Quem sabe , não é isso o que estamos tentando reencontrar e que deixamos la atrás na nossa infância?
O viver intensamente,
como uma "crianca" ..
























O viver intensamente como uma "criança"

Tags: Evento, Gashuku,



topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h