Ir para o Conteúdo
imgcentral

Relatos dos Alunos


Kimono e Hakama

por Fernando Azeredo

Hoje ao receber a vestimenta que compõe o traje tradicional do samurai fui invadido por uma sensação de jornada que se inicia.
Misto de intensa alegria e constatação do princípio do bushido de não alegrar- se nem entristecer- se.

"Um samurai deve antes de tudo ter sempre em mente, dia e noite, desde a manhã de Ano - Novo, quando pega seus palitos para tomar café, até a noite do último dia do ano, quando paga suas faturas, o fato de que um dia irá morrer. Essa é sua principal tarefa." Daidoji Yuzan, século XVI.

O traje tradiconal do samurai utilizava duas vestimentas em forma de triângulo.
A parte superior, chamada de kamishimo, abria- se para os céus e simbolizava o mundo espiritual. A inferior, denominada hakama, estendia- se para a terra simbolizando o mundo físico.
Os dois triângulos se juntavam no hara, ou centro, dessa forma unindo o céu e a terra ao corpo humano.Essa junção é também descrita como musubi, que significa unidade de harmonia.
O kendo- gi , a vestimenta para prática do Kendo, é composto da parte superior( o uwagi) e uma parte inferior( o hakama).
Apesar da grande variedade de cores, um dojo tradicional só permite as cores azul- anil ou branca.
O cuidado que o praticante tem com seu kendo- gi demonstram seu amor e dedicação a arte.
A vestimenta é repleta de significados e conotações. Um exemplo, dentre outros, encontra- se descrito por Darrell Max Craig em sua obra A arte do Kendo e Kenjitsu- A alma do Samurai.
O hakama possui cinco pregas Elas possuem um significado religioso na espiritualidade japonesa tradicional. A introdução do Zen no Japão remonta ao século VII, segundo Kaiten Nukariya, em seu estudo sobre a religião dos samurais.
Cada uma das duas pregas das costas representa um Deus da guerra, a parte que junta e prende as duas pregas simboliza o Deus sol.
O conjunto representa a harmonia. As cinco pregas devem simbolizar as cinco virtudes do código de conduta dos samurais: Jin, Gi, Rei, Chi e Shin.
Jin - a benevolência e o afeto.
Gi- a retidão e a justiça
Rei- a cortesia e a etiqueta
Chi- s sabedoria e inteligência
Shin- a sinceridade.

Hoje recebi minha vestimenta e fui instruído de como vesti-la.
Estou muito feliz por já ter realizado vários katas.
Longa vida e sucesso ao Niten!
Forte Oss!

Vencer os Medos

por Milene Fernanda

Ao fazer este primeiro relato devo iniciar dizendo que sempre apreciei muito a Cultura Japonesa, em especial os Samurais.

Foi por admirá-los que há 6 anos atrás decidi ser desenhista de mangá e em menos de 2 anos, passei a dominar as técnicas, onde aprendi sozinha durante horas e horas analisando como era feito cada tipo de desenho e praticando muito.

Ai soube que venci uma parte de mim.

Então entrei para uma Associação de divulgação da Cultura Japonesa, com o qual conseguimos formar sedes em cidades de 3 estados.
Conheci a historia do sensei Musashi através dos Mangás.

Atualmente, alguns amigos decidiram entrar para o Instituto Niten, eu mal pude acreditar que havia sido criada uma unidade do Instituto Niten na cidade em que eu resido atualmente. Há anos acompanhava o site do instituto.
Passei então a assistir aos treinos. E as pessoas me perguntavam por que eu não me matriculava também, eu dava muitas desculpas e apenas assistia.

Fui como convidada dos alunos da Unidade Ponta Grossa - PR ao 8º Torneio de Kobudo, ocorrido em Campinas dias 17 e 18/10/2009, foi quando tomei a decisão.
Extremamente inspirada pelas técnicas utilizadas, em especial pelos sempais mais graduados, senti minha essência vibrar de euforia. Já havia sentido algo assim, quando assisti a um treino em que os alunos da Unidade Curitiba faziam uma visita a Unidade Ponta Grossa.
Decidi fazer um teste. "Será que consigo?"
Falei de meu interesse a um amigo que já é aluno, ele me explicou que eu conseguiria sim e que outras pessoas como eu também praticavam Kenjutsu e Kendô, inclusive no Japão.
A maior desculpa que usei para não me matricular é que nasci com uma deficiência, má formação congênita na mão esquerda. O membro superior esquerdo acaba onde começaria a mão.
Bom, fiz o treino teste, o Sempai Guimarães foi bastante atencioso e confirmou que eu realmente conseguiria, mas o meu ensinamento seria diferenciado por conta desta deficiência, mas que eu poderia lutar tão bem como qualquer aluno.
No que terminou o treino, me matriculei e desde então passei a sentir muita alegria e ansiedade pelo próximo treino. Agora sei que posso, não há o que impeça.

Me tornar aluna do Instituto Niten significa que dei mais um passo para vencer a mim mesma. E isto é o que mais anseio, será difícil no começo, tenho total noção disto, não só por ter apenas uma mão disponível para o treino, mas por que devo derrotar meu medo de estar diante de olhos curiosos. Pois fora este medo sei que consigo!


Arigatou Gozaimashita alunos da Unidade Ponta Grossa pelo incentivo e apoio!
Arigatou Gozaimashita Sempai Leandro Guimarães pela atenção e apoio!

Sayounara!

Primeiro treino de Ricardo

Estou com a shinai em minhas mãos, e agora?

por Ricardo

"Estou com a shinai em minhas mãos, e agora?

Depois de quase 3 anos de espera, finalmente posso dizer com alegria, que sou um aluno do Instituto Niten, cheguei empolgado e ansioso ao meu primeiro treino em Curitiba, já tinha visto inúmeras vezes, muitos videos no site, muitas fotos, mas ainda sim, senti o gostinho da novidade no ar, era meu primeiro contato com o Instituto Niten na prática, e me sentia muito feliz de estar ali, me preparando para iniciar o treino, primeiro foi Iajutsu, do qual eu gostei muito e que ajudou a apaziguar um pouco a ansiedade que eu estava sentindo, mas assim que terminou o treino de Iajutsu e começamos o treino de Kenjutsu, quando segurei a shinai em minhas mãos, pela primeira vez, por um segundo, foi como se tudo parasse em minha volta, e e me perguntei: E agora? Eu estava muito emocionado, era um sonho que estaria prestes a se tornar realidade. Segurei firme a shinai, e iniciamos o treino, não tenho palavras para descrever a energia do treino, era muito maior do que podia imaginar. Não era um video, eu estava ali, eu sentia, e várias vezes durante o treino, eu me vi muito emocionado.
Era aquilo mesmo que eu queria, eu já sabia, mas eu só pude ter certeza agora, que tinha experimentado. Jamais esquecerei essa experiência de meu primeiro treino. No treino seguinte, já estaria matriculado, e novamente empolgado e feliz. Agora, quase um mês depois, tive a alegria de treinar em Ponta Grossa, com Senpai Guimarães, no treino inaugural da unidade daqui. Toda espera, valeu a pena, nesse primeiro mês, já sinto que aprendi muito, ainda preciso adquir habilidade nos golpes, nos suburis, como todo iniciante, mas já aprendi muitas coisas importantes, tento ser um bom discípulo, e tento estar sempre atento as palavras do Senpai, não só nos Momentos de Ouro, mas também nos momentos de descontração e lazer após os treinos, não devo deixar escapar nada do que eles tem a me ensinar.
Sei que sempre, em determinado momento, a pergunta "e agora?" virá novamente em minha mente e tudo em minha volta se parar por um segundo, talvez quando eu estiver colocando meu Bogu pela primeira vez, ou quando estiver em meu primeiro torneio, não sei, e nem procuro imaginar, qual será minha resposta para os "e agora?" futuros, acredito que até lá, eu estarei preparado para respondê-los. Mas agora, com a shinai em minha mãos, eu sei exatamente a resposta, vou me dedicar, me esforçar, aprender e aproveitar ao máximo, tudo o que o Instituto Niten tem para me oferecer, valeu a pena esperar.

Agradeço muito ao Sensei Jorge Kishikawa, que um dia espero ter a honra de conhecer pessoalmente.
Ao Senpai Leandro Guimarães, que com coragem está iniciando a unidade de Ponta Grossa, o qual tenho a honra de ser seu primeiro aluno.
E também a todos os monitores e alunos da unidade Curitiba pela acolhida.

Domo Arigato Gozaimassu!

Ricardo,
Unidade do Niten Ponta Grossa."


topo

Instituto Niten Curitiba
TEL: (041) 99119-1366
(041) 99929-7901
curitiba@niten.org.br


Instituto Niten Ponta Grossa
TEL: (042) 99902-0884
(042) 99991-2589
pontagrossa@niten.org.br