Instituto Cultural Niten

 
 Instituto Niten
Junho 2012-04
Wenzel Böhm
VÍDEO - Viagem ao Japão - de Sensei e Sanches - o aprendizado com mestres e o convívio com o nosso Sensei -  Sanches tem a oportunidade  de conhecer o país de um ângulo que nenhum outro turista poderia imaginar. - Confira no vídeo os aprendizados, vislumbres e experiências passadas por Sanches nesta viagem à Terra do Sol Nascente, ao encontro dos últimos samurais.
Confira vídeo com os aprendizados, vislumbres e experiências passadas por Sanches nesta viagem à Terra do Sol Nascente, ao encontro dos últimos samurais.

Clique para assistir na página de Vídeos




EGAN Junho 2012-04

Caro leitor do Egan
após três meses de intervalo estamos de volta com o EGAN, agora reformulado!
Por email passaremos a enviar apenas o índice das matérias com link para a versão ONLINE.
Aqui na versão ONLINE você poderá continuar acompanhando as notícias do Instituto Niten e do universo samurai pelo EGAN ao qual está acostumado.
Desejamos como sempre uma boa leitura e inspiração para sua batalha diária!
Arigato Goziamashitá
Equipe Egan


Sensei Jorge Kishikawa
Conheça mais sobre o Caminho do nosso Sensei.
Gashuku em São Paulo
O Último Gashuku foi realizado no templo Nikkyoji em São Paulo. O Coordenador Simonassi conta como foram esses dias
1º Torneo Argentino de Kobudô
Unidad Matriz de Argentina/Bs As, O primeiro Torneo Argentino de Kobudo.
Relato - Lutando fora do tempo!
Um novo ponto de vista sobre um antigo combate, por Cristiano José
Gashuku em comemoração aos 10 Anos de Niten Salvador
Samurais reunidos em uma Lição de Omoiyari.
Valores Transcedentais
Relato do Aluno Calderón - Instituto Niten Argentina (La Plata).
Shinhagakure pelo Egan
Publicação Capítulo a Capítulo do Shinhagakure, livro do Sensei Jorge Kishikawa.
Campeonato de Pebolim
Sábado muito divertido onde todos puderam brincar com os colegas e pais.
Café com Sensei
Estar ao lado do Sensei no café da tarde
NOTAS
Notas, mudanças e novos dojos e horários de Treino no Niten
11º Torneio por Equipes de Kobudo
Começaram as inscrições para o 11°TBEK, nosso torneio Brasileiro por Equipes de KOBUDO 2012 !





Índice
Sensei Jorge Kishikawa
Conheça mais sobre o Caminho que trouxe o Sensei até aqui e o fez criar o Instituto Niten, trazendo os valores Samurais para a América Latina.
Desde a infância, o Sensei Jorge Kishikawa teve uma educação profundamente influenciada pelos costumes samurais. A educação tradicional japonesa foi complementada a partir dos seis anos quando iniciou a prática do Kendo. Com o passar dos anos, Sensei, que já buscava com obstinação a invencibilidade no combate, percebeu que novos horizontes poderiam ser abertos em seu Caminho a partir do estudo dos ensinamentos antigos. Inicia -se assim a busca incessante do Sensei pela tradição clássica da espada japonesa: o Kenjutsu.


Sensei com 7 anos de idade





Sensei antes de ampliar os novos horizontes:
Sensei recebe troféu no Torneio
Mundial Juvenil por Equipes em Tokyo

Sensei antes de ampliar os novos horizontes:
Em 1977, recebendo a primeira medalha do Brasil nos torneios mundiais de Kendo
Japão
Foi então que, na adolescência, Sensei Jorge Kishikawa passou a ir ao Japão sistematicamente para beber na fonte, treinar com os Mestres do Kobudo, se aprofundar e buscar as origens dos estilos de combate criados pelos samurais.

Dentre eles, podemos destacar o Hyoho Niten Ichi Ryu de Miyamoto Musashi, Suio Ryu Iai Kenpo, imortalizado nas páginas do Lobo Solitário e Filhote (Kozure Ookami), o Shindo Muso Ryu Jojutsu de Muso Gonnosuke Katsuyoshi, o Tenshin Shoden Katori Shinto Ryu(criado por Iizasa Choisai Ienao há quase 700 anos), Ishin Ryu Kusarigama jutsu, Ikkaku ryu Jitte jutsu, Uchida ryu tanto jutsu, Nito Shinkage ryu Kusarigama jutsu, Kasumi Shinto ryu Kenjutsu, Hojo jutsu, Battodo e outros. “Esse foi o início do Caminho em busca das origens”- conta o Sensei.

Kenjutsu
O Kenjutsu antigo, hoje, ganha vida no Combate real com a aplicação dos estilos antigos em sua aplicação usando Armadura (bogu) e espadas de bambu (Shinai). Além do treinamento constante, o Sensei viaja anualmente ao Japão para praticar diretamente com os Mestres os vários estilos antigos em Shugyo - peregrinação que os samurais faziam pelo Japão para aperfeiçoar suas técnicas e o seu espírito.

Menkyo Kaiden
Dentro dessa tradição guerreira dos samurais, possui o Menkyo Kaiden, a graduação mais alta no Hyoho Niten Ichi Ryu, estilo criado pelo Samurai Miyamoto Musashi, sendo reconhecido como Shihan, Mestre, da 10ª Geração do estilo e possui o título deShidosha, docente e representante na América Latina dos estilos citados.

Medicina
Formado em Medicina Esportiva pela Faculdade de Medicina da UNIFESP (antiga Escola Paulista de Medicina) e membro da Associação Paulista de Medicina (APM), o Sensei atuou como oficial médico nas Forças Armadas durante anos.

Publicações
Em 2004, lançou o livro Shin Hagakure: Pensamentos de um Samurai Moderno, reeditado em 2010, em edição revista e ampliada. A obra tem por propósito nutrir as decisões cotidianas do mundo moderno com os ensinamentos universais dos Samurais.

Hidensho
A verve pesquisadora do Sensei, contudo, não se restringe à tradição e à filosofia samurais, mas se lança sobre os segredos da estratégia e do espírito do mais célebre guerreiro da História, o Samurai. Refazendo os passos de grandes samurais, como Miyamoto Musashi, Yagyu Munenori, Muso Gonosuke, entre outros, o Sensei vem, há anos, compilando os segredos do combate numa série de Manuscritos, cujas lições são transmitidas aos alunos na forma de Makimonos (Pergaminhos), nos quais os alunos aprendem os atalhos para a invencibilidade aplicados outrora no no letal Shinken Shobu (embate marcial japonês no qual, via de regra, pequenos detalhes determinam a vitória, antigamente geralmente com a morte do oponente). A busca das origens do Kobudo (O Resgate dos Estilos Antigos) está, nos ensinamentos do Sensei para os alunos do Niten, submetido a uma dedicação contínua pela perfeição técnica e espiritual. A essa compilação dos segredos mais recônditos da Espada Samurai o Sensei dá o nome deShingi Hidensho (os Escritos Secretos da Mente e da Técnica).

Método KIR
Ao longo dos anos, o Sensei sistematizou esses ensinamentos em seu Método KIR (sigla da expressão em inglês Ken Intensive Recuperation, ou em português, Recuperação Intensiva Através da Espada), que tem por objetivo potencializar as competências dos indivíduos por meio da Espada japonesa.

O conhecimento acumulado em mais de 40 anos de treinamento dos diferentes estilos, sua educação austera, o convívio com os últimos mestres samurais no Japão, a sua formação e experiência como médico do esporte, a experiência de 10 anos no meio militar e o fato de ser brasileiro compõem os seis pilares do método KIR, e juntos tornam as aulas imensamente mais enriquecedoras, uma profunda viagem em busca da essência da espada e da filosofia samurai. Desse ponto de vista, o Método KIR é a ferramenta fundamental que canaliza os ensinamentos da filosofia e da cultura japonesa no dia-a-dia do praticante para que eles adquiram, sobretudo, tranquilidade, controle, disciplina e autoconfiança.

O Sensei Jorge Kishikawa acredita que o treinamento constante, a pureza e a sinceridade são os combustíveis para se aprofundar no Caminho. A finalidade do treinamento marcial, ensina o Sensei, consiste em se dedicar na busca pela invencibilidade no combate, que deve se converter, na vida social, numa postura segura e pacífica, nos ensinando a sermos felizes, estejam as circunstâncias favoráveis ou não. Essa abnegação, traço marcante da Filosofia Samurai, é o lema principal da busca espiritual do Sensei por meio da Espada.

Reconhecimento Social

A dedicação plena e integral em difundir os legados da tradição guerreira da espada samurai (KOBUDO e BUSHIDO) foi reconhecida em várias cidades do Brasil pela Instituição do Dia do Samurai em 24 de abril (data do aniversário do Sensei). Em 2008, o ano do Centenário da Imigração japonesa no Brasil, foi homenageado no Palácio do Planalto com a “Medalha Alusiva ao Centenário” em cerimônia oficial na presença do então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do Príncipe Herdeiro do Japão e futuro Imperador, Naruhito Kotaishi Denka.

Missão
Tendo em mente a responsabilidade de deixar estes legados importantes às gerações futuras, o Sensei Jorge Kishikawa vem, ao longo dos anos, cumprindo assim a sua missão, em suas próprias palavras, “transmitir a arte da espada que dá a vida. Em abundância”.






Índice
Gashuku em São Paulo
O Último Gashuku do Niten foi realizado no templo Nikkyoji em São Paulo nos dias 07 e 08 de Julho. O Coordenador Simonassi conta como foram esses dias
"Desde a quarta ou quinta-feira eu já estava sentindo aquela ansiedade se acumulando, uma energia diferente, que só quem sentiu pode entender. Bem cedinho no sábado, antes mesmo do sol raiar, já estava com equipamento “nas costas” rumo ao Gashuku!
Foram momentos marcantes de convívio com os companheiros da espada.
Em especial para mim, pois pude dividir esta experiência com outros 4 companheiros da minha terra. Contabilizamos 5 capixabas no Gashuku!
Na demonstração do Hidensho, fiquei de “queixo caído”. Ver as técnicas imortalizadas nos katas ganharem vida na luta do Sensei foi Fantástico.
Lutando com a espada longa, com a espada curta com duas espadas e em vários Kamaes possíveis. Mostrando como ficamos vulneráveis quando “fazemos somente o básico”. É para mudar nossos conceitos e nos fazer pensar.
Ficava revisando em minha mente trechos do Gorin No Sho enquanto assistia:
_ “A finalidade de todas as posturas é golpear o inimigo”
_ “O movimento dos pés deve sempre seguir o ritmo do caminhar. Eles não devem ficar saltitando, flutuando, nem podem estar presos ao chão”.
Nem consigo imaginar todas as horas árduas de treinamento que o Sensei teve que enfrentar para atingir este nível. E mais ainda, admiro sua generosidade em registrar suas descobertas para as futuras gerações.
Outro presente que ganhei, foi o seguinte:
_ Foi a primeira vez que participei do Tameshi giri.
Apenas em segurar a Shinken já me fez sentir certo nervosismo uma tensão que não era habitual. Acho que consegui cortar bem, mas o Sensei é quem pode dizer.
Sem dúvida é enorme a diferença entre o “Praticante” e o “Guerreiro”, sair da zona de conforto para enfrentar situações novas é fundamental para crescer da espada.
Nos momentos de ouro, foi muito bom compartilhar um pouco das experiências do Sensei e do sempai Sanches no seu Shugyo ao Japão. Os momentos de tensão e também de descontração! O Mestre é o Mestre em qualquer situação.
Depois de tudo, retornei para casa com espírito renovado. Sentado no avião lembrei a frase "O melhor é sentar-se e sentir o vento da primavera! " De fato, foram dias de primavera, de crescimento e florescimento para todos os participantes.
Domo arigatô Sensei pelos valiosos ensinamentos."
Simonassi – Vitória-ES







Fotos na Galeria





Índice
1º Torneo Argentino de Kobudô
30 de julio de 2012, foi realizado na Unidad Recoleta (Sport Club)

Unidad Matriz de Argentina/Bs As, O primeiro Torneo Argentino de Kobudo /kenjutsu.
Con una surpreendente plateia e com a participação de mais de 50 alunos do Instituto Cultural Niten Argentina.

Estiveram presentes como convidados de Honra:

Carlos Suarez-2k9 Manager Desportivo, representante da Argentina Da World Kickboxing Federation e membro Fundador do Portal* Rede Marcial, o mais importante de Argentina para a difusão das Artes Marciais.

Aoki Sensei-fundador do Restaurante Tradicional Japonês e templo budista Furaibo.

Venerável Senpo Oshiro, Monge Diretor da Associação de Budismo Soto Zen da Argentina Nanzenji.

O Torneio desenrolou-se com desafios de técnicas e estilos das mais antigas e famosas
escolas do Japão, Como o Niten Ichi Ryu- Kenjutsu e katas Shindo Musso ryu – Jojutsu/kusarigama y Jitte Suio Ryu Kempo- Iaijutsu/Naginata Jutsu/Jojutsu e outros…

As modalidadese em que os alunos se enfrentaram foram:
Iaijutsu-técnica de desenbainar e enbainar a espada Katana.
Jojutsu- Técnica de Bastão contra a espada.
Kenjutsu combate-Técnica de luta com espadas.

Destaque para as crianças e para os alunos de La Plata/Lomas e Uruguay (este último sendo o campeão de Kenjutsu 5º e 4ºkyu).

Domo arigato gozaimashita Sensei por estar agora em shugyo por nós e quero humildemente oferecer este Torneio como uma pequena retribuição de Kokoro por tudo o que tem feito por nós!!

Domo Arigato Gozaimashita
Joel



Mais fotos



Índice
Relato - Lutando fora do tempo!
Relato do Coordenador Cristiano da Unidade Sumaré - "A esfera a girar...; meu espírito tentando adivinhar quando viria o tiro... e a esfera a girar, girar, girar... e, na rua, os carros, as pessoas, e meu espírito, hipnotizado pelo giro daquela arma exótica, parecia estar fora do tempo, fora de época..."
Estamos em 2012: segundo o calendário Maia, estamos num tempo “fora do tempo”. É uma época de mudanças, renovação, revivescência: é uma época de beber na fonte dos antigos, para criar o futuro...

O que isso significa quando lutamos com o Sensei? O que é o tempo para o Sensei? Na espada do Sensei, sentimos a leveza, o frescor do porvir... e, também, o peso dos séculos! É uma espada que cria, que engendra o novo, mas seu material é a antiquíssima tradição dos antigos samurais.

Ontem assisti, em meio a um keiko exaustivo, o Sensei depor sua espada longa: o que viria, pensei? Kodachi? Naginata? Nito? ...

Fiquei perplexo: Sensei, que estava de costas para mim, vira-se num repente, segurando suas kusarigamas! Talvez só um pintor poderia retratar minha expressão naquele momento.

Era uma manhã de terça-feira, em São Paulo. A roda da economia girava, trânsito atingindo recordes, trens e ônibus lotados e eu, a gotejar de suor, confiava em meu Hidari Naname Tchudan enquanto assistia ao giro veloz da esfera atada à Kusarigama. O que fazer? Esperar? Atacar? Você sabe que está por um fio (literalmente), dependendo de algo que apenas remotamente está sob seu controle.

Num repente, minha mente imaginou: “é como um mosquete renascentista: a cada tiro, uma recarga. Tenho que esperar que o Sensei erre o alvo, então correrei em sua direção e travarei uma luta corpo a corpo”.

A esfera a girar...; meu espírito tentando adivinhar quando viria o tiro... e a esfera a girar, girar, girar... e, na rua, os carros, as pessoas, e meu espírito, hipnotizado pelo giro daquela arma exótica, parecia estar fora do tempo, fora de época.

Veio o sentimento de que seria naquela hora; meus membros ficaram febris, a ponta da espada subiu um ou dois centímetros: senti que era a hora; chegaria minha chance ou... derrota. Ensaio um avanço à frente, mesmo antes do disparo, mas não deu tempo... Men Ippon... a cerca de cinco metros de distância, o Hidensho me deu mais uma lição.

O Rei é instintivo, vem do coração... a experiência inédita, quase inverbalizável, ainda permanece como em lampejos de luz na memória, como um sonho, de uma viagem distante, a um país de guerreiros corajosos e habilidosos, uma viagem a séculos atrás ao arquipélago japonês.

Empunhar a espada frente a frente com Sensei é esse sonho, essa viagem no tempo... é estar fora do tempo.

Quando me recordo Sensei, me vem à mente: Sensei ni Rei! Arigatougozaimashitá!

São Paulo, 09 de maio de 2012.





Índice
Gashuku em comemoração aos 10 Anos de Niten Salvador
Konnichiwa mina-san!

Em 2002 o Niten iniciou suas atividades no Nordeste com a fundação da Unidade Salvador.
Com muita alegria comemoramos os seus 10 anos de batalhas!
O Coordenador Takei conta como foram esses 3 dias de comemoração!

" Foi a primeira vez que organizei um evento grande no Niten e posso assegurar uma coisa, foi uma guerra! Havia guerreiros de todo o Brasil: Salvador, Fortaleza (em peso!), Recife, Brasília, Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte...

Se eu tivesse que resumir todas as lições deste Gashuku em uma única palavra, ela seria, nas palavras do Sensei, omoiyari (pensar no outro)...

Continuaram as lições de omoiyari durante os dois dias ao observar a postura do Sensei, sempre quieta e com poucas – mas certeiras – intervenções para tornar momentos bons em inesquecíveis. Desde uma corrida na praia puxando kiai e com direito a mergulho no mar, até uma parada no Pelourinho (literalmente, paramos no meio do lugar para só observar, enquanto o sol se punha), em meio ao cronograma corrido do evento, para deixar que todos curtissem um pouco o clima do local.

Estes foram apenas alguns exemplos. Houve outros, como sempre há na guerra, e aqueles que já participaram de uma sabem.
E o Sensei estava sempre lá para corrigir os desvios de rota, seja com um sorriso, uma bronca, um conselho, uns sapinhos ou apenas silêncio bem direcionado e um olhar. Mas sempre uma lição para quem estivesse atento.


Durante estes dias, tudo fluiu melhor quando paramos de nos preocupar com as consequências que nossos possíveis erros causariam a nós e nos preocupamos simplesmente em buscar o melhor para as pessoas ao nosso redor.

E confesso que vislumbrei aí talvez a pontinha de um segredo. Algo que, quem sabe, seja aquilo que faz o sorriso do Sensei ser tão iluminado e sereno (e quem já viu sabe do que estou falando).

Estes dias me fizeram lembrar de uma frase meio clichê que ouvi em algum lugar e que infelizmente as pessoas usam sem ter noção de sua real profundidade:”Viver realmente é viver para os outros”. É, talvez o Caminho para a Verdadeira Felicidade seja por aí mesmo. E graças ao Sensei, estamos juntos trilhando. Tropeçando bastante, caindo e levantando. Errando e acertando. Mas passo a passo, um dia chegamos lá. Juntos!


Domo arigato gozaimashita Sensei, por ter acreditado há dez anos que poderia levar o Caminho e encontrar Samurais na Bahia e em todo o Nordeste!














Mais fotos na Galeria





Índice
Valores Transcedentais
Relato do Aluno Calderón - Instituto Niten Argentina (La Plata).
"valores novos, em quem aguardava sua vez para combater, E longe de mostrar nervosismo, ansiedade ou temor, faziam reluzir um estado de exuberância e alegria pela luta"

Quando ingressei pela primeira vez a um Dojo de Niten, a sensação foi a de presenciar um fenômeno Antigo-novo.

Antigo, porque o espirito pode perceber de maneira tangivel os valores das sociedades tradicionais em sua máxima expressão:Honra, Lealdade,Prudência,Respeito,Sacrifício, Esforço, entre outros.
E por sua vez, Novo,porque reina um clima de alegria, harmonia, juventude, equilíbrio, entre tantos outros.

Quando os companheiros combatiam no torneio, de maneira feroz e guerreira, se palpava no campo de batalha os valores antigos, que se faziam cargo da cena assombrando ao público presente.
Quase como personagens saídos de outro tempo, de um mundo perdido nos anais da história. Eles lutavam livres e seguros.
De igual maneira, se faziam presente os valores novos, em quem aguardava sua vez para combater, E longe de mostrar nervosismo, ansiedade ou temor, faziam reluzir um estado de exuberância e alegria pela luta, digna do ser humano que espera enfrentar-se consigo mesmo e também com um eventual adversário.

Não menos significativo foi o Jantar posterior, aonde a amizade se fez presente, mostrando um bocado de sentimentos positivos difíceis de encontrar no mundo moderno. Em mais de quatro horas de comer e beber em abundância.

Me foi impossível escutar um só comentário se quer negativo ou perceber muito menos uma atitude que mostrasse estados negativos do ser.

Tudo o que viví desde que ingressei ao Niten, um mês, me faz arrepender-me por não ter me aproximado antes, e do mesmo modo, me deixa ver que tomei uma grande decisão transcendental para o resto da vida.

Domo Arigatou Gozaimashita




Índice
SHINBO

(Cap.7 - Pag. 48)

"Com a paciência, se vai longe"
"A paciência é a medida dos mestres".

“Você já pode ir embora” ou “Amanhã não haverá treino” (quando na verdade haverá), ou de forma mais direta: “Este treino não é para você” são frases que podem ser ouvidas nos dojos tradicionais de kobudo¹ no Japão. Se você não for convidado para participar, não entra.
São treinos onde somente os mais veteranos têm acesso a katas², armas e detalhes diferentes.

Acho que isto responde o comentário feito por um visitante que, ao assistir a um dos treinos de kenjutsu no Niten, observou que os exercícios eram idênticos aos de kendo.
Recomendo, meu caro, um pouco de shinbo, “paciência”, nesta viagem...


Kobudo¹ = traduzido literalmente significa "arte marcial antiga". Refere-se à tradição guerreira dos Samurais, os estilos e artes que criaram e que chegaram até nossos dias. Mesmo no Japão, a oportunidade de aprender alguns estilos de Kobudo é rara

Katas²=Antigamente, o treinamento era feito com espadas de madeira denominadas bokuto ou bokken. Consistia em sequencias pré-determinadas e combinadas. Nisso, tiveram origem os combates reais ou surgidos em um lampejo de iluminação pelos seus fundadores. Isso são os katas.





COMO PREVER O FUTURO

(Cap.8 - Pag. 49)

Você sabe prever o futuro?
Divido os meus alunos em duas categorias:
Aqueles que treinam e aqueles que não treinam.
Aqueles que leram e aqueles que não leram o Hagakure.
Assim, fica fácil prever o que acontecerá.



ABRIR UMA NOVA TRILHA

(Cap 9 - Pag - 49)

"Eu sempre soube
Que, no fim, tomaria
Esta estrada,
Embora, ontem, eu
Não soubesse que
Seria hoje".
Narihira

Em matéria publicada no dia 26 de janeiro de 2008, a repórter pergunta ao meu filho sobre o samurai:

“(...) Quem é o samurai? O menino explica que é alguém muito corajoso. Tão corajoso quanto seu pai, o sensei (professor) Jorge Kishikawa. Foi ele quem trouxe o kenjutsu (arte dos samurais) para o Brasil”.
Possivelmente a repórter, quando escreveu essas linhas, não tenha imaginado o peso destas palavras. Nunca pensei e me proclamei corajoso. Mas para ser sincero (e todos aqueles que iniciaram uma nova empreitada ou revolucionaram o mundo devem saber do que estou falando), foi necessário uma boa dose de coragem para implantar o kenjutsu e o kobudo no Brasil.

É preciso coragem.


Shinhagakure - Pensamentos de um Samurai Moderno , Sensei Jorge Kishkawa,
Editora Kendoonline, 377 páginas






Índice
Campeonato de Pebolim
As Crianças de São Paulo realizaram o 1º Torneio de Pebolim.
Foi um Sábado muito divertido onde todos puderam brincar com os colegas e pais.












Confira mais fotos na galeria:


 

Índice
Estar ao lado do Sensei no café da tarde.
Um momento para dar uma pausa na guerra do dia-a-dia e fazer um coffee break com o Sensei... Esta é a proposta do CAFÉ com o SENSEI.

Os últimos Cafés com o Sensei foram:


 


Índice
NOTAS
Notas, mudanças e novos dojos e horários de Treino no Niten
Imagem - Belém - Treinos às Quintas Belém - Treinos às Quintas
Mais um dia de treino!
Agora além dos treinos de Kenjutsu e Iaijutsu aos sábados de manhã, há Kenjutsu nas quintas à noite em um novo endereço, no Instituto Evandro Chagas, no MARCO..

mais Informações, endereço e horários na página de Belém

Site da Unidade Niten Uberlândia
Mais uma Unidade Niten em Minas Gerais, agora em Uberlândia.
Os treinos São coordenados pelo Sempai Numa, um dos alunos mais antigos do Niten.

Endereços e horarios na página de Minas

Kenjutsu às terças na Ana Rosa, São Paulo Capital
São Paulo ganha mais uma opção de treinamento de Kenjutsu ao lado do Metrô ANA ROSA.
Todos os dias e horários na página de São Paulo-Capital

Imagem - Natal - Mudanças nos dias de treino Niten Sorocaba no Jornal Cruzeiro do Sul
Matéria publicada na edição de 02/08/2012 do Jornal Cruzeiro do Sul.
Veja a matéria pelo Mural da página de Sorocaba

Imagem - Natal - Mudanças nos dias de treino Natal - Mudanças nos dias de treino
As aulas de Iaijutsu e Kenjutsu antes realizadas às Terças e Sextas às 19h00 passaram para Segundas e Quartas às 20h00.
Veja informaços, endereços e horários na página de Natal



Índice
11º Torneio por Equipes de Kobudo

Mina San!
Começaram as inscrições para o 11°TBEK,
nosso Torneio Brasileiro por Equipes de KOBUDO 2012
Será realizado em São Paulo, Sábado, 20 de Outubro no Sesc Pinheiros.


Verifiquem a programação completa pelos emails já enviados aos alunos.
As incrições poderão ser feitas até o dia do torneio.
Até quinta feira, 18 de outubro, os coordenadores podem enviar as sugestões de Equipes.
Dúvidas pelo torneio@niten.org
Nos encontramos lá!

Adeval Santana - Organizador 11ºTBEK

  

O nome eGan vem de "GAN", o ganso selvagem japonês, mensageiro de boas novas, que agora lhe são enviadas por email!
"EGAN" é o informativo do Instituto Cultural Niten enviado desde 2003 e já conta com mais de 300 edições em quase 10 anos. O material é editado pela equipe da Sede do Instituto NIten e conta sempre com a colaboração dos alunos, atualmente numa periodicidade bimestral.M ande sempre que desejar sua opinião, contribuição ou comentário para:

Arigato Gozaimashitá pela sua leitura!

  

Imagem Wallpaper

Download wallpaper 800 pixels Download wallpaper 1024 pixels Download wallpaper 1280 pixels


Nosso Site


Você está recebendo este email por constar na lista de envio do informativo do Instituto Niten, o EGAN. Seu cadastro pode ter sido feito diretamente em uma de nossas unidades ou através do formulário ou email enviado ao Instituto Niten.

Para cancelar o recebimento enviar email para retirar@niten.org.br