Ir para o Conteúdo
imgcentral

Postura dentro e fora do dojo.


Lucas Honor

Não adiantaria nada saber empunhar uma espada e lutar se nunca compreender e aplicar o significado disso fora do treino. Fora do dojo, as lutas são os deveres que devemos cumprir...

No Instituto Niten uma das coisas que aprendi que mais valorizo é a postura. A postura é o seu comportamento, é como trata os outros, é o olhar, o jeito de caminhar, a atenção entre outras coisas que refletem o seu estado de espírito. É saber ser sério quando necessário. Não o tempo todo, claro, cada coisa tem a sua hora. Mas ter uma postura de respeito pelos outros, principalmente pelos mais antigos que você, é importante até nos momentos de descontração.

Quando fui ao evento Grandes Mestres 2009 em Brasília, além de treinos rigorosos, houve um seminário realizado por Baba sensei, no qual ele falou muito sobre a conduta dos samurais, em especial o respeito(rêi, reverência). Muitos dos assuntos que Baba sensei tocou já haviam sido tratados em momentos de ouro nos treinos, mas só fui compreendê-los melhor depois de alguns dias, pois começei a olhar muitas coisas sob o ponto de vista do que foi dito por ele.

Estou cursando engenharia mecânica na UFC. Gosto do curso, apesar dos relatórios que tenho que escrever, mas é uma pena que quase metade dos meus colegas fazem muita bagunça, e quando não estão em aula, conversam e riem alto o suficiente para serem ouvidos do outro lado do Centro de Tecnologia da UFC.

Durante uma aula de introdução à engenharia, o professor, que também é o coordenador do curso, tentava falar sobre as qualidades do engenheiro. Depois da primeira hora de aula tinha que pedir silêncio a cada uma frase que ele terminava. Interrompiam o professor constantemente com conversas paralelas e perguntas fora do tema da aula. Dava para ver a paciência do professor acabando. Em certo momento, um aluno, ironicamente um dos mais estudiosos, jogou seu chinelo em outro colega. O coordenador interrompeu a aula. Disse que havia perdido a linha de raciocínio e não podia continuar. Deu um sermão sobre postura e comportamento, e lembrei-me na mesma hora do Niten e da palestra do Baba sensei.

Conclui que ter uma boa postura é mais importante que as técnicas de luta; estas são apenas o resultado. A luta é uma maneira de evidenciar como está a sua postura. Se não estiver boa dentro do dojo, é muito provável que não estará fora dele. Quem não presta atenção e quem desiste com qualquer dificuldade, não consegue aprender. Não adiantaria nada saber empunhar uma espada e lutar se nunca compreender e aplicar o significado disso fora do treino. Fora do dojo, as lutas são os deveres que devemos cumprir.

No final do evento dos Grandes Mestres de Brasília, me recordo do sensei Jorge falando que "o Instituto Niten não precisa de atletas, precisa de samurais!". Agora eu entendo perfeitamente o que ele quis dizer. Não devemos apenas saber lutar com uma espada. Também devemos ter postura correta, demonstrando um espírito firme e estar pronto para qualquer coisa, em qualquer lugar.


Lucas Honor


topo

Instituto Niten Ceará
(085) 99118-4258
(085) 99931-4127
fortaleza@niten.org.br