Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural

Murais das unidades e posts de alunos


Visita do Formentini a São Paulo

por Formentini - ES/ - 03-ago-2018



Shitsurei shimasu,

Me chamo Formentini, e sou membro da unidade de Vitória - ES. Recentemente, tive o prazer de visitar e treinar em vários dojos da cidade de São Paulo. Gostaria, onegai shimasu, de fazer um (relativamente) breve relato sobre essa experiência.

Tudo começou com uma ida frustrada ao Gashuku do mês de junho. Tinha feito minha inscrição, organizado a viagem, mas, devido a problemas pessoais, não pude ir. No meio da frustração, mandei um e-mail de desculpas ao Sensei pela falha. Na resposta, breve, porém, muito profunda, o Sensei disse: "Venha num futuro próximo".

Imediatamente pensei nas férias de julho. Sou professor, e tenho uma semana de recesso nesse mês. Então decidi passar esses dias e Sampa e treinar nos dojos daí. Conversei com meu Senpai (Arthur) e planejei a viagem. A princípio seriam três treinos: terça e quarta à noite em Ana Rosa, e sábado no Templo.

Cheguei em Sampa na terça dia 17. Após me acomodar no hostel, tirei o dia para conhecer a cidade. Durante a viagem a rotina foi mais ou menos essa: durante o dia passeava por SP e, à noite, treinava.

Nesse dia, o treino foi de Jojutsu e Iai, no dojo Ana Rosa. Treino intenso, com um mini-torneio no final em preparação para o TRK. Arigatou Gozaimashita a todos os colegas do dojo, em especial ao Senpai Anjolleto, que me acolheu quando cheguei, à Senpai Midori, que me conduziu nos treinos de Jojutsu e Iai e ao Senpai Malaquias, que me ensinou a amarrar o hakama de forma que fica uma "gravatinha" na frente. Eu tinha muita dificuldade em fazer isso.

Desde já, shitsurei shimashita se esqueci de mencionar alguém. Tantos e tantos me acolheram, incentivaram e ensinaram que é difícil lembrar o nome de todos...

Na quarta-feira, novamente treino em Ana Rosa, mas dessa vez Kenjutsu. O começo do treino foi muito bom, mas eu deixei a desejar no final, na hora de colocar o bogu, pois o nervosismo me impediu de por o Men da armadura: comecei a sentir falta de ar. Então não pude lutar. Ao final do treino, ainda estava bastante chateado comigo mesmo, mas um colega, o Cunha, me deu uma dica valiosa: ele me sugeriu a colocar o Men durante o dia, num lugar confortável, pra eu me acostumar.

Ainda no final do treino de quarta, tive outra surpresa agradável. Senpai Melo me convidou para treinar na noite seguinte, no dojo Santana. Aceitei com muita alegria, pois seria um treino a mais.

Na quinta-feira, logo após tomar café, segui a dica do Cunha, fui para meu quarto e coloquei o Men do bogu. Pra passar o tempo, fiquei lendo (gosto muito de ler). Só fiquei pensando no que ia falar se algum colega de quarto entrasse e me visse daquele jeito rsrs, mas não entrou ninguém. De tardezinha, repeti o procedimento.

Á noite, no treino, podia escolher entre Iai e Ken. Optei pelo Ken, porque queria tentar novamente lutar de bogu. Dessa vez consegui, e foi muito mais tranquilo na hora de por o Men. Só tinha eu de quimono branco no treino, e na hora do Keiko deu um frio na barriga, mas foi muito, mas muito bom lutar com os Senpais e aprender com eles. No final, percorremos a quadra umas 20 vezes treinando Men em duplas. Arigatou Gozaimashita a todos os colegas, em especial aos Senpais Gilberto, Ruy e Edgar, que puxaram o treino.

Sexta foi dia de passeio durante o dia, e descanso durante a noite, para o treino de sábado. Nesse dia, visitei a ADM e a KO (Arigatou Gozaimashita ao Senpai Wenzel e à Senpai Midori por providenciarem a visita). Nessa visita, tive a honra de conhecer a mãe do Sensei, que me passou uma missão: aprender japonês. Hai Sensei!

Sábado de manhã, treino no Templo. Chegando lá fiquei impressionado com o zelo das pessoas pelo local: todos, inclusive as crianças cuidando do Templo, deixando tudo arrumado, limpo e acolhedor. Também fiquei tocado com o respeito e a gratidão do Niten para com a comunidade do Templo, por eles concederem o espaço para o treino.

Falando do treino, Kenjutsu intensivo. Gostaria de destacar o momento em que lutei com o Senpai Gilberto. Foi o duelo mais acirrado que tive até então: tomei uma surra, mas foi muito divertido. No final do treino, conheci o Senpai Couto, que treinou por muito tempo no dojo de Vitória, antes de ir pra Sampa... e hoje nossa unidade tem um novo Couto rsrsrs.

No sábado à noite, voltei para Vitória. Sensei estava no Japão, por isso não pude ainda conhecê-lo, mas sei que haverá uma oportunidade próxima.

Mais uma vez Arigatou Gozaimashita aos colegas de São Paulo por essa experiência incrível. Onegai shimasu, visitem-nos aqui em Vitória para podermos expressar melhor nossa gratidão com um bom treino!

Sayounara!
Formentini - Niten Vitória.

comentários  

Couto - VitóriaShitsurei shimasu,
Formentini, omedetou por encarar e superar esse desafio!

Christopher Thomas - VitóriaShitsurei shimasu,
Omedetou Formentini!
Como diz uma certa frase `Permita-se ao conhecimento! Nunca é demais saber a mais.`
Com essa maravilhosa colheita, bons frutos serão recolhidos para nossa aprendizagem crescer ainda mais.

Guilherme Caran - VitóriaShitsurei shimasu,
Isso quer dizer que podemos lutar mais vezes!
Omedetou pela iniciativa de ir até São Paulo.



Retornar para últimas postagens


    topo

    (+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
    (+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h