Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural

Murais das unidades e posts de alunos


Tag  anime        Retornar para todas postagens

Samurai Warriors

por Niten - blog - 21-set-2011

Tags: MangaAnime, listamanga,
comentários   1 de 1

Igor - BrasíliaShow! Combinou com os Cafés sobre o tempo dos Samurais. Arigatou gozaimashita (Continua)

Entrevista com Diretor de Manga da Conrad - Marcelo Salles

por Redação - Niten - 09-mar-2010

A Redação Niten entrevistou Marcelo Salles, editor da linha de Mangá da Editora Conrad, que falou de Vagabond e das novidades da editora.


Como é apostar em séries de mangá com a temática dos samurais? O sucesso é garantido?
Então, garantido, garantido, não é. Mas é um nicho que é bem forte, que sempre tem uma venda boa e a Conrad tem tido muito sucesso sim com a publicação de títulos para esse público, com essa temática.

Vagabond é um dos mangás de maior sucesso aqui no Brasil, assim como no mundo inteiro. Qual o diferencial desta série?
O diferencial acho que está na arte, né, na arte do Takehiko Inoue que todo mundo elogia muito. É aquela arte ultra-realista. E a história também, ele conseguiu pegar a história do Musashi, colocar o ponto de vista dele e criar uma história interessante, uma história pessoal mas que ao mesmo tempo é universal. Acho que é por ai o diferencial do Vagabond.

Blade: A lâmina do Imortal é tida como uma série que deu uma nova cara aos mangás sobre samurais. Como se caracteriza essa mudança?
Quando eu cheguei, Blade já era publicado. Eu não cheguei a editar Blade, mas eu li. Vou dizer assim por cima porque eu não tenho um conhecimento mais a fundo do Blade. Mas acho que o Blade rompia com essa coisa da tradição nas histórias de samurai e tentava deixar aquele universo mais 'punk', trazer essa coisa não-tradicional para a história. Então isso que acho que deu uma revigorada nesse tipo histórias de samurai. Foi bem original, foi bem elogiado e bem recebido por causa disso.

Comparações da série Yuki – Vingança na Neve o filme Kill Bill são muito frequentes. Quais são os pontos em comum dessas obras?
Falando assim é meio difícil, deixa eu ver... com certeza a violência né, a violência está presente nos dois. O Yuki tem essa coisa da mulher que vai atrás de vingança, e isso com certeza é um ponto de contato com Kill Bill. E tem a estética, que talvez tenha inspirado muito o jeitão da história. Não vou ter como influência direta, mas eu acho que a história da mulher em busca de vingança é o tema recorrente nas duas.

A relação com uma obra consagrada ajuda na divulgação da série?
Ajuda. Ajuda porque muitas vezes os jornais trazem uma matéria e eles gostam desse tipo de coisa. Jornais, revistas gostam de fazer essas associações, então ajuda. Pra gente ajuda. Mas para os fãs não sei se vai mudar muito.

Qual o público atingido por essas publicações? Varia bastante em cada uma delas?
Então, o público varia sim, mas ele está naquela faixa de principalmente homem, adolescente vai ... seria mais ou menos dos 12 aos 25. O Vagabond é o que atrai mais adultos também, por ser uma história mais elaborada, ter uma arte mais refinada. O Yuki também é um mangá mais adulto mas foi o que vendeu menos dos dois. O Blade talvez atraia mais um pessoal um pouco mais jovem.

Quem lê essas obras acaba aprendendo e desenvolvendo interesse em conhecer a história e cultura japonesa?
Ah sim, com certeza, disso eu não tenho dúvida. O Vagabond principalmente né, várias pessoas vão querer ler Musashi (o livro), vão se interessar por descobrir mais esse universo. Às vezes pode rolar o efeito contrário também né, quem se interessa pela cultura acaba chegando no mangá do Vagabond. É algo que pode ocorrer.

Há previsões de mais algum mangá de samurais que será lançado pela Conrad?
Então, a Conrad agora está passando por uma mudança, a gente foi comprado pela IBEP, semana que vem a gente está de mudança para a nova sede. E isso vai mudar muita coisa, vai ter injeção de capital, dinheiro, a gente vai publicar mais títulos, com certeza vamos publicar títulos de samurai. Ainda não posso adiantar qual, porque a gente ainda está refazendo o nosso cronograma, mas com certeza vai entrar.

Tags: Manga, Anime,

Alunos - Bate-papo com Breno do Niten Rio

por Redação - Niten - 09-mar-2010

O aluno Breno Greja de Freitas (16), que começou no Niten por causa de animes como 'Samurai X' e 'Shaman King', é um bom exemplo de praticante do Kobudo influenciado pelo universo dos animes e games. A vontade de treinar partiu do desejo de se parecer com os personagens que via na TV.

“Como todo fanático por anime, a gente quer parecer com os personagens. Então eu comecei a me interessar, me espelhar neles”, disse Breno.

Ao longo de 4 anos de treino, Breno notou grandes diferenças entre o que assiste nos animes e o que vive no dia-a-dia dos treinos: “O que é passado no anime é mais a energia dos samurais e tal. Mas depois que eu entrei no Niten eu conheci a verdadeira tradição dos samurais, as técnicas, várias outras coisas.”

Mesmo ainda sendo aficcionado por animes, Breno comentou que precisou parar de assistí-los por um tempo, e indica os animes apenas como forma de diversão, não como algo em que a pessoa deva se aprofundar seriamente.

“Se a pessoa quiser arranjar algo pra passar o tempo, claro. Mas não tentar imitar os animes e mangás, pois é totalmente diferente. Tive que parar por um tempo pois estava começando a fazer algumas coisas muito estranhas na luta.”

Além dos animes, Breno ainda revelou outro hobby: os videogames. Clássicos como Samurai Shodown e novidades como Kengo fazem parte da lista dos jogos preferidos do aluno.

“Todo jogo de videogame que tinha samurai eu comprava”, comentou.

Tags: Manga, Anime,

Shugurui

por Redação - Niten - 09-mar-2010

O título Shigurui significa "desespero para matar" e faz referência a trecho do livro Hagakure (1716), do samurai Yamamoto Tsunetomo.
O anime, realizado pelo estúdio Madhouse, tem roteiro de Seishi Minakami e direção de Hirotsugu Hamazaki, é baseado em mangá escrito e ilustrado por Takayuki Yamaguchi e composto de 12 episódios.
A história se passa em 1629, quando Fujiki Gennosuke, que não possui um braço e Irako Seigen que é cego, se enfrentarão em duelo num torneio de vida ou morte. A partir daí, a narrativa vai para o passado, quando ambos treinavam no mesmo dojo, revelando uma rivalidade que surgiu num passado sombrio, regado a disputas, traições e sangue, muito sangue. Shigurui ficou bastante conhecido por suas cenas fortes, mas também por sua narrativa inventiva, não-linear e sua arte competente, de encher os olhos.
(Anime indicado por Lucas S. Costa)

Tags: Anime,

Bakumatsu Kikansetsu Irohanihoheto

por Redação - Niten - 09-mar-2010

Bakumatsu Kikansetsu Irohanihoheto é uma série de anime de Ryosuke Takahashi, produzida pelo estúdio Sunrise. A história se passa no período Bakumatsu, os anos finais do Xogunato Tokugawa. Akizuki Youjirou, um mercenário misterioso conhecido como 'Eien no Shikaku' (Assassino Eterno), tem a missão de destruir o 'Hasha no Kubi' (Cabeça do Conquistador), um poderoso item que dizem dar ao seu usuário poder suficiente para controlar um país inteiro. Durante sua jornada, Youjirou encontra uma trupe teatral que busca vingar a morte da família de sua líder. Buscando descobrir algo sobre o 'Hasha no Kubi', o mercenário acaba se juntando ao grupo.

Tags: Anime,

Bleach

por Redação - Niten - 09-mar-2010

Bleach é uma das séries de mangá e anime de maior sucesso atualmente. Misturando um mundo de espíritos e grandiosas lutas com espadas, Tite Kubo conta a história de Kurosaki Ichigo, um jovem de 15 anos que desde criança consegue ver espíritos. Após se encontrar com Kuchiki Rukia e ser atacado por um Hollow (espírito maligno), Ichigo se torna um shinigami (deus da morte), e passa a combater Hollows e conhecer aos poucos a Soul Society (Sociedade Espiritual).
Os shinigami, apesar de não possuirem relação alguma com os tradicionais samurais da história do Japão, utilizam como armas katanas chamadas zanpakutou, capazes de alcançar outras formas e dar poderes extraordinários aos seus usuários.

Tags: Manga, Anime,

Hanzo no Mon

por Redação - Niten - 09-mar-2010


Inédita no Brasil, Hanzo no Mon (O Caminho do Assassino) é mais uma obra de sucesso da dupla Kazuo Koike e Goseki Kojima. Porém, diferentemente das outras séries, Hanzo no Mon tem como protagonista uma figura real da história do Japão.
Hattori Hanzo serviu fielmente ao xogum Tokugawa Ieyasu, o primeiro xogum da era Tokugawa. Devido à garra e força demonstradas em batalha, Hattori Hanzo ficou conhecido como Oni-Hanzo (Demônio Hanzo), apelido que o distinguia de Watanabe Hanzo, outro samurai da mesma época.

Tags: Manga, Anime,
comentários   2 de 2

Ivyson - BrasíliaDe fato não é coincidência.
Hattori Hanzo é um dos personagens históricos japoneses mais conhecidos no ocidente chegando até a parecer mitológico devido seus feitos.
Ele quase sempre é retratado nas obras como o ninja mais habilidoso, a aparição de um h (Continua)

Pinheiro - ManausKonnichiwa mina-san,

Eu já havia lido esse post mas só agora lembrei que Hattori Hanzo também é o nome do fabricante de katanas do filme Kill Bill, aposto que não é coincidência, já que os nomes de personagens são pesquisados, mas é um fato curioso.

(Continua)

Inuyasha

por Redação - Niten - 09-mar-2010

Inuyasha é um mangá e anime de Rumiko Takahashi que tem como protagonistas o meio-youkai* Inuyasha, que vive no Japão feudal, e a estudante japonesa Kagome Higurashi (Agome, no Brasil), que vive nos tempos atuais. A história dos dois se cruza quando Kagome descobre uma passagem secreta no poço de sua casa e volta no tempo, chegando ao Japão feudal e encontrando Inuyasha. A história é repleta de armas e artefatos especiais, como a poderosa espada Tessaiga e a Jóia da 4 Almas, que pode transformar um meio-youkai em um youkai completo.
*Youkai = Demônio, ser sobrenatural.

Tags: Manga, Anime,

Vagabond

por Redação - Niten - 09-mar-2010

Vagabond é um mangá criado por Takehiko Inoue, que conta a história do lendário samurai Miyamoto Musashi.
Baseada no livro Musashi, de Eiji Yoshikawa, a série é publicada no Japão desde 1998 pela Kodansha e tem feito grande sucesso desde então. O sucesso do mangá ultrapassou os limites das terras nipônicas e já vendeu mais de 22 milhões de cópias ao redor do mundo, inclusive no Brasil, onde é publicado pela Editora Conrad. Entre todas as publicações envolvendo samurais e espadas, Vagabond é uma das que aproxima da realidade histórica, passando por importantes episódios como a Batalha de Sekigahara.

Tags: Manga , MangaAnime,


Tag  anime        Retornar para últimas postagens


topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h