Ir para o Conteúdo

Mural Niten Gaúcho


Mesmo sendo chamado de tolo por todos

por Joé - 17-out-2014


Joé no Gashuku em São Paulo


“Não perder para a chuva”
de Miyazawa Kenji
 
Não perder para a chuva
Não perder para o vento 
Não perder para a neve ou para o calor do verão
Com um corpo forte e livre de desejos
Nunca perder a calma, sempre com uma serena felicidade
Todos os dias, quatro tigelas de arroz marrom, missô e alguns legumes para comer.
Contar-se por último em todas as coisas,
Observando, ouvindo , compreendendo e nunca esquecendo.
À sombra dos pinheiros do campo na floresta em uma pequena cabana de palha.
Se há uma criança doente no leste, ir cuidar dela,
Se há uma mãe cansada no oeste, ir e carregar o seu fardo.
Se há alguém prestes a morrer no sul, ir e falar-lhe que não há nada a temer.
Se há uma luta ou litígio ao norte,  dizer-lhes para deixarem tais inutilidades de lado.
Quando há seca, derramar lágrimas de compaixão.
Mesmo em um verão frio, caminhando perturbado,
Mesmo sendo chamado de tolo por todos.
Sem ser glorificado,
Sem ser culpado.
Uma pessoa assim,
Eu quero me tornar.




No meu retorno do gashuku deparei-me com este poema escrito por Miyazawa Kenji, falecido em 1933 aos 37 anos de idade.
Encontrei, nessas palavras, sentimentos e ensinamentos muito familiares ao que aprendi e assimilei nestes anos de treino e de convivência com o Sensei, Senpais e colegas.
Algo como um novo tipo de altruísmo, originado pela simples determinação em percorrer um caminho de auto-conhecimento. Onde obstáculos, outrora impossíveis, tornam-se irrelevantes. Onde máscaras, outrora invisíveis, são descartadas.


Arigatou gozaimashita pela paciência e determinação que o Sensei compartilhou conosco por todos estes anos.
Joé Campos
Niten Caxias do Sul
 

 


雨にも負けず 
宮澤賢治
 
雨にも負けず
風にも負けず
雪にも夏の暑さにも負けぬ
丈夫なからだをもち
慾はなく
決して怒らず
いつも静かに笑っている
一日に玄米四合と
味噌と少しの野菜を食べ
あらゆることを
自分を勘定に入れずに
よく見聞きし分かり
そして忘れず
野原の松の林の陰の
小さな萱ぶきの小屋にいて
東に病気の子供あれば
行って看病してやり
西に疲れた母あれば
行ってその稲の束を負い
南に死にそうな人あれば
行ってこわがらなくてもいいといい
北に喧嘩や訴訟があれば
つまらないからやめろといい
日照りの時は涙を流し
寒さの夏はおろおろ歩き
みんなにでくのぼーと呼ばれ
褒められもせず
苦にもされず
そういうものに
わたしはなりたい
“Ame ni mo makezu”
Miyazawa Kenji
 
ame ni mo makezu, 
kaze ni mo makezu.
yuki ni mo natsu no atsusa ni mo makenu. 
joubu na karada wo mochi, 
yoku wa naku, 
kesshite ikarazu, itsu mo shizuka ni waratteiru
ichi nichi ni genmai yon gou to 
miso to sukoshi no yasai wo tabe 
arayuru koto wo 
jibun wo kanjou ni irezu ni 
yoku mikiki shi wakari 
soshite wasurezu 
nohara no matsu no hayashi no kage no 
chiisa na kayabuki no koya ni ite 
higashi ni byouki no kodomo areba
itte kanbyou shite yari 
nishi ni tsukareta haha areba 
itte sono ine no taba wo oi 
minami ni shinisō na hito areba 
itte kowagaranakute mo ii to ii 
kita ni kenka ya soshou ga areba 
tsumaranai kara yamero to ii
hideri no toki wa namida wo nagashi
samusa no natsu wa oro-oro aruki
minna ni deku-no-bou to yobare
homerare mo sezu
ku no mo sarezu
sou iu mono ni
watashi wa naritai

 

comentários  

Omar Pereira Marques - NiteróiOmedetou Gozaimassu'' Senpai Joé''
Determinação para o autoconhecimento vai estar sempre em nosso caminho'''
Para aqueles que buscam
Gambate
Arigatou Gozaimashitá
Unidade Tijuca = Rio De Janeiro
Marques Omar Pereira

Mára - GuaíbaInspirador com grande identificação de Se de Kipling que me acompanha desde muito cedo.
Arigatou gozaimashita Senpai por estas palavras.

Samuel - Belém - PAYoroshiku onegai shimassu, Senpai Joé.
Shitsurei shimassu.
Este poema de Miyazawa é para se dizer, no mínimo, inspirador. É uma reflexão que tenho lido quase todos os dias, pois além de, ao meu ver, possuir fortemente a presença dos elementos dos Hagakure Shiseigan sobre os quais tento refletir cotidianamente, muito tem haver com alguns ideais que busco formar na escola médica, a qual frequento. Uma pessoa assim, `mesmo sendo chamado de tolo. Sem ser glorificado. Sem ser culpado`...uma pessoa assim, eu anseio me tornar.
Arigato Gozaimashitá, Senpai.
Gambate e bons ventos desde Belém do Pará.

Andréa Ferreira Montenegro Saraiva - Rio de JaneiroArigato gozaimashita por dividir seu achado conosco, Senpai.

Ivan Mota Santos - Juiz de ForaBelo texto! Sempre bom receber palavras que nos dão orgulho de fazer parte desta família, e honrados por ter como colegas pessoas com os mesmos valores. Omedetou Joé! Arigato Gozaimashitá!



Retornar para últimas postagens


    topo

    Instituto Niten Rio Grande do Sul
    POA: (051) 99543-2469 / (051) 98172-2815
    GRAVATAÍ: (051) 9-8229-1344
    CAXIAS: (054) 99927-6770 / (054) 98402-0540 / (054) 98118-6453
    N. HAMBURGO: (051) 99808-6913