Ir para o Conteúdo

Mural Niten Campo Grande


Coragem - Palavras de um Gashuku

por Vídeos - 26-jul-2016



Tags: Gashuku, Egan2016_Ago,

GASHUKU EM CAMPO GRANDE COM SENPAI SHINDI

por Niten Campo Grande - 24-mai-2015

Nos dias 23 e 24 de maio, alunos da Unidade Campo Grande participaram do 1º Gashuku da unidade, sob a coordenação do Senpai Shindi de Curitiba.



  O 1º Gashuku da unidade Campo Grande foi uma grande oportunidade para todos aprimorarem suas técnicas, conhecerem novas armas e praticarem os katas da cultura japonesa. Sobretudo, foi um evento para todos se firmarem no Caminho e conviver mais intensamente com os colegas de espada sob a luz do Bushido. Pudemos sentir através do Senpai Shindi a presença do Sensei, sendo uma inspiração de disciplina e determinação.




"Finalmente o dia chegou....e se foi tão rápido quanto veio....Na verdade dois dias maravilhosos de convivência com os amigos do Niten em nossa unidade de Campo Grande.
  Inicialmente, um agradecimento todo especial aos Senpais Dionello, Kawano, e Neto. Todos, à sua maneira e dentro de suas capacidades fazem de nossa unidade um lugar aprazível para se treinar e onde a convivência é saudável. Um agradecimento gigante a nossos dois coordenadores, Senpais Ishikawa e Hertzog, verdadeiros dínamos, energia pura, boa vontade e determinação.
  Um agradecimento carinhoso ao Senpai Shindi, da unidade de Curitiba e que nos honrou muitíssimo com sua visita e ensinamentos, verdadeiros tesouros e sementes plantados solidamente em nossos corações. Senpai Shundi, exemplo de paciência, educação e verdadeiro representante do Sensei Kishikawa.
  Como nos ensina o Shin Hagakure, estas palavras representam nosso Kokoro Kara, saem de nossos corações... acima de tudo quando nossas palavras objetivam, mais do nunca, agradecer ao Sensei Kishikawa, pela coragem de empunhar a bandeira do Niten e nos mostrar a possibilidade de seguir um caminho especial, repleto de virtudes e qualidades num mundo cada vez mais dinâmico e alheio a determinados valores.
  Dois dias tão intensos que, honestamente, é preciso parar e refletir sobre todos os ensinamentos recebidos.... tantas coisas aconteceram... ser advertido sobre a importância de alimentar o meu KI, algo totalmente diverso da força muscular... SIM, Gashoku é coisa séria, apesar do clima descontraído, muitas lições foram passadas... o senso de pertencimento a uma coisa especial então aflorou... Eu faço parte do NITEN!
  Compreender o que é o KAMAE... empunhar o Jojutsu e perceber a complexidade da Naginata...bem, isto é para poucos... pareceu uma viagem no tempo, onde os antigos mestres e descendentes de Musashi Sensei estiveram em Campo Grande para nos guiar... Exatamente 370 anos depois de Miyamoto Musashi Sensei deixar este mundo...
  E sim, foi possível perceber o quão verdadeiras são as palavras do Sensei Kishikawa ao nos lembrar que “ Temos a sorte e a honra de pertencermos à décima segunda geração de discípulos do estilo de Musashi Sensei : o Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu.” (BORGES)  


 

"Com o término do primeiro Gashuku promovido pela Unidade Campo Grande, confesso-lhes que sinto uma enorme satisfação neste final de tarde de domingo ao relembrar o empenho de todos desde o primeiro dia quando se iniciou com Osoji até a entrega final do local onde treinamos.
Foi uma benção a vinda do Sempai Shindi, pois acredito que todos puderam se beneficiar tecnicamente de muitas informações novas que ele nos repassou e que deverão redirecionar os treinamentos de Kenjutusu e Iaijutusu, tais como: execução correta dos Torei do Niten e Suyo Riyu, kamaes, sincronização dos tempos em cada kata, metsuke correto, kiais, respiração correta.
Após dois anos de treinamento em Iaijutsu, hoje percebi que “aquela pedra bruta cheia de imperfeições” que um dia resolveu trilhar o Caminho da Espada, realmente está em processo de polimento. Digo-lhes isso por dois motivos: o primeiro, porque tenho consciência das novas correções que devo fazer nos meus treinos; e, segundo, porque pude sentir que minha evolução técnica necessitará de uma Iaito, conforme vocês já tinham me alertado anteriormente.
Acredito que a minha consciência amadureceu, pois, hoje cheguei a essa conclusão após o Sempai Shindi ter colocado em minhas mãos a Iaito dele para que eu pudesse treinar todo o período matutino, os cortes e também os Katas do Suyo Riyu enquanto os demais treinavam Kenjutsu. Durante o manuseio da Iaito, até me adaptar a empunhá-la para fazer os cortes e os Katas, senti o “respeito” que tenho que ter para manuseá-la. Arigatou Gozaimashita Sempai Shindi, Arigatou Gozaimashita Sempai Herzog e Sempai Ishikawa.
Neste Gashuku, outro desejo que possuo começou a se realizar. Pude ter contato com as primeiras lições de Jojutsu. Espero que em breve eu possa complementar as técnicas de Iaijutsu com as de Jojutsu.
Achei interessantíssimo também as demonstrações de Naginata, pois observei que tem toda característica de um jo estendido com uma foice em uma das extremidades. É uma arma perigosíssima, pois em toda a extensão quem a manuseia tem a possibilidade de utilizar-se da foice, da estocada do cabo e também do golpe pelas laterais do bastão.
São muitíssimas informações em apenas um dia e meio. Agora vou colocar em prática tudo o que me foi apresentado para que em outro momento possa verificar se algumas arestas da “pedra bruta” já foram aparadas e começaram a se tornar mais arredondada.
Mina San, domo Arigatou Gozaimashita, por ajudar a me tornar uma pessoa melhor e mais forte a cada treino."
(KAWANO) 

"Depois de participar do meu primeiro Gashuku confesso que é difícil relatar como me senti a respeito. Acredito que me senti muito humilde e grato em primeiro lugar. Após ser ensinado as correções de kamaes e todas as atualizações técnicas, após ter sido iniciado nos princípios do Jo e da Naginata, o valor desse privilégio é quase que imensurável. Dessa forma, meu coração é sincero em expressar profunda gratidão para com o Sensei Jorge Kishikawa, para com o Niten, para com o Senpai Shindi e para com o Senpai Hertzog e para com o Senpai Ishikawa. Durante o Gashuku e próximo de sua conclusão pude entender a profundidade e a infinitude do caminho, sendo que a lição que tirei dessa visão é a de que preciso sempre continuar me movendo, sempre em frente, sempre buscando mais e sempre me exigindo cada vez mais. Não fiquei particularmente satisfeito com a minha postura e desenvolvimento durante o Gashuku o que me deixa querendo algo mais. Nos meus próximos treinos buscarei aquilo que me falta para que eu seja cada vez mais verdadeiro no meu caminho."  (NETO)


"Neste gashuku pude ter a percepção mais uma vez de quão extenso é o caminho da espada e o Bushido. Muitas atualizações técnicas e muitos erros corrigidos. Porém apesar de longo o caminho o que traz mais motivação e alegria é que não o trilhamos sozinhos. O zelo com que o Senpai Shindi, Senpai Hertzog e Ishikawa nos ensina e corrige beira a determinação de um pai, incluindo os puxões de orelha, afinal um pai determinado a ensinar seu filho no caminho correto também tem de ser duro as vezes. O cansaço de um dia inteiro e mais uma manha de treino se torna tão pequeno comparado a satisfação de partilhar e aprender sobre o caminho com pessoas que partilham da mesma vontade de ser tornarem melhores, melhorando os companheiros também.
Domo Arigato Gozaimashita Deus por permitir ter conhecido o Niten.
Domo Arigato Gozaimashita, Sensei, Senpai Wenzel pelo presente para nossa Unidade Campo Grande que foi esse Gashuku.
Domo Arigato Gozaimashita Senpai Shindi por se dispor a repassar de maneira sincera seus conhecimentos para nós.
Domo Arigato Gozaimashita, Senpai Hertzog e Ishikawa por conduzirem nossa unidade com tamanha dedicação
(DIONELLO)

"Com grande satisfação faço meu relato sobre o Gashuku realizado em Campo Grande nos dias 23 e 24 de Maio de 2015: Infelizmente, eu não pude participar do Gashuku da mesma maneira que meus companheiros de treino, mas recebi do senpai e coordenador Ishikawa a oportunidade de participar de uma perspectiva diferente, seria responsável pela captação de imagens do treino e ajudaria em qualquer coisa que fosse necessária. Aceitei a oportunidade com grande certeza de que estava fazendo a coisa certa.
No primeiro dia, cheguei ao local do treino após realizar algumas tarefas que me foram passadas. Recebi as instruções dos meus senpais sobre o uso do equipamento de filmagem e fotografia e foi então que tive uma agradável surpresa: o senpai Shindi, vindo de Curitiba, se aproximou e trocou algumas palavras comigo sobre as tarefas que eu estava realizando e como eu deveria encarar esse dia de treino, e nesse breve momento, pude sentir que o senpai era uma pessoa diferenciada.
Com o desenrolar do Gashuku, pude confirmar a minha primeira impressão. Além de demonstrar grande domínio da técnica, o senpai Shindi demonstrava também grande sabedoria e compaixão ao passar seus ensinamentos. Suas palavras só expressavam sua legitima intenção de ajudar, respeitando as limitações dos seus kouhais e ao mesmo tempo os impondo desafios.
Ao final do Gashuku, ficou um grande sentimento de gratidão. Gratidão pela oportunidade de poder aprender tanto com meus senpais e também poder ser útil a eles. Gratidão por ter conhecido o senpai Shindi, que se tornou uma grande referencia para mim, assim como é o senpai Ishikawa. Gratidão por fazer parte do Instituto Niten.
Para finalizar, gostaria de deixar uma pensamento: O verdadeiro significado do caminho não é o auto-desenvolvimento, e sim a transposição desse desenvolvimento para todos os seres. Domo Arigato Gozaimashita a todos que fazem isso possível, à minha família, aos senpais e ao Sensei Jorge Kishikawa. Sayonara." (WATANABE)



 

Tags: Gashuku,
comentários   3 de 3

torres - campo grandeA experiência do meu primeiro gashuku vai pra sempre ficar na minha memória. Foi uma oportunidade fantástica estar com todos ali, agradeço muito ao senpai Ishikawa e senpai Herzog por terem me ensinado tudo que eu sei até agora e ao senpai Shindi p (Continua)

Coimbra - Campo GrandeKonbanwa. Gashuku em Campo Grande. Lamentavelmente não pude participar por motivos particulares, porém tenho por certo que oportunidades não irão faltar. Mas tive a alegria de participar da confraternização, onde pude ouvir os bons relatos dos irmãos de a (Continua)

Grijó - Campo GrandeOhaiyogozaimasu yoroshiku onegai shimasu,
Meu nome é Grijó e sou da unidade de Campo Grande - MS. Tive a oportunidade de participar do gashuko pela primeira vez nos dias 23 e 24 de maio em Campo Grande. Eu já treinava kenjutsu e iaijutsu
á aproximadame (Continua)

Gashuku de 10 anos da Unidade Brasília

por Silvana-bsb - 18-jun-2013



As palavras que melhor definem o fim de semana do Gashuku são:
Dias inesquecíveis !
A unidade Brasilia recebeu Sensei, Comitiva de SP, representantes de Belo Horizonte, Campo Grande e Goiânia.
Muito apredizado e ensinamentos passados pelo Sensei e Senpais.

Domo arigato gozaimashitá Sensei pelo Niten!
Domo arigato gozaimashitá a todos alunos e familiares que fazem parte dessa história,
Domo arigato gozaimashitá  aos Senpais e colegas de treino de todas as unidades presentes no Gashuku.

Que venham as próximas décadas ! !


Veja as fotos na Galeria! (clique aqui)

Tags: Gashuku,
comentários   3 de 3

Ferreira - BrasiliaParanbens Brasilia por esses 10 anos. Esse gashuko deu energia para mais 10 ou 20 anos e que a unidade sempre continue crescendo e contagiando todos com essa energia.
Arigatou gozaimashita (Continua)

Ishikawa - Campo Grande Dias inesquecíveis.
PESSOAS INESQUECÍVEIS!
Inevitável dizer que, nesta onda de protestos, onde as pessoas, no mais das vezes só apontam o dedo para os outros, como é importante e reconfortante estar junto de pessoas que FAZEM o mundo melhor a (Continua)

Luiz Otavio de Lima Rodrigues - Brasília - DFOhayo Gozaimasu!

Gokurosama Sempai Ricardo, Sempai Silvana! É uma honra poder fazer parte dessa história! Só quem treina, só quem convive, com os Sempais, com o Sensei sabe do que estou falando! Que venham os próximos 10 anos! Muito Kiai

Domo arigat (Continua)



Tag  Gashuku        Retornar para últimas postagens


topo

Instituto Niten Mato Grosso do Sul
(067) 8104-2906
campogrande@niten.org.br