Ir para o Conteúdo

Mural Niten Rio


Gashuku com Sensei - Rio Jun 2015

por NitenRio - RJ/Rio de Janeiro - 14-jun-2015

14 de Junho de 2015. Gashuku com Sensei Jorge Kishikawa no Rio de Janeiro:





Konichiwa , gostaria de compartilhar minha gratidão ao Sensei, senpais e toda família Niten. No dia 14 de Junho de 2015 pude participar do meu primeiro Gashuku e nele pude compreender um pouco mais o Bushido. Tive a oportunidade de fazer outros treinos e não só o Iaijutsu, cada vez mais entendo como tudo se completa. Vejo também que como na vida todo aprendizado faz parte do que somos e por isso devemos seguir em frente com atenção e dedicação , honrando aqueles que cedem seu tempo para nos transmitir conhecimento . Após o Gashuku me pego em diversos momentos pensando sobre os ensinamentos do Sensei , nas correções, nos katas e qual a finalidade de cada um. Tenho muito para aprender e acredito que sempre terei. Obrigado a todos pelos ensinamentos e por cada correção, pois assim poderei melhorar e afiar meu espírito no Bushido . Sayonara Arigato Gozaimashita ! - Rebello Niten RJ/Ilha do Governador



Um dia de gashuku com Sensei significa no mínimo um ano em tempo no caminho, basta ter os olhos e ouvidos atentos. - Eder CE/Fortaleza





Ohayo gosaimassu Sensei Shitisurei shimassu Coragem! O Sensei nos tira sempre da posição cômoda. Kamais com coragem, técnicas com coragem, viver o Caminho com coragem. O Sensei nos mostrou que não há espaço para cochilos no Caminho. Domo arigato gosaimashita Sensei Sayonará. - Meriguetti RJ/Jacarepaguá



Shitsurei shimassu O convivio com o Sensei mesmo por pouco tempo é iluminador para a técnica e para o Ki interior. Arigatou gozaimashita - Vale, unidade Tijuca, Rio de Janeiro



Konnichiwa Shitsireishimassu Com apenas 06 meses de convivência no Instituto Niten e de prática das artes da Espada Samurai, tive a honra de participar deste Gashuku com o Sensei no Rio de Janeiro. Está descrito na seção sobre Kenjutsu, no item Degraus, no site do Instituto Niten, o 0°Kyu "precisa se preparar para a entrega total, sendo capaz de se lançar diante do perigo sem medo, com tudo o que tiver em si. É o verdadeiro espírito samurai: temer mais a covardia do que a morte!". Foi com este espírito que cheguei ao Gashuku. Apesar de apreensivo por participar deste novo momento, não estava com medo e coloquei todo o meu Ki em dar o melhor de mim durante todo o treino e no Shiai. E tendo feito isso qual foi minha recompensa? Respondo: Aprendizado, aprimoramento e a certeza de ter escolhido um Do (caminho) que vale a pena ser trilhado, pois tenho a certeza absoluta que a Espada me tornará um ser humano melhor. Após este Gashuku só me cabe manter o Senki elevado e praticar os Hagakure Shiseigan de modo a fazer por merecer os ensinamento que me são ofertados pelo Sensei , pela Espada e pela Família Niten. Arigato Gozaimashitá Sensei Arigato Gazaimashitá Senpai Wenzel Arigato Gozaimashitá Família Niten Sayounará - Paiva (Sergio) - Unidade Nova Friburgo



O caminho da espada é um caminho em que uma falha é paga com sangue e isso nos mostra o quanto que ainda temos a percorrer para estarmos próximos da plenitude. - Pinheiro RJ/Tijuca

Ohayo gozaimasu Sensei, Nesse Gashuku as sempre afiadas palavras do Sensei trouxeram iluminação no meu Caminho. Pensar grande, com coragem e perseverança para superar os desafios da vida, é a mensagem gravada no meu espírito. O Sensei é um MONSTRO que se supera infinitamente nos mostrando um Caminho que só pode ser trilhado por guerreiros que estão dispostos a pagar com sangue para alcançarem a iluminação. Muito obrigado Sensei por ser esta luz que ilumina o Caminho! Sayounara domo arigato gozaimashita! - Saraiva RJ/Ilha do Governador





O Gashuku foi o meu segundo treino como membro do Niten e agradeço todos os dias por ter participado. Foi inesquecível. - Brigido RJ/Glória

O Gashuku com Sensei no Rio me marcou pela forte participação dos alunos novatos, inclusive os recém matriculados, com apenas uma ou duas aulas! Todos treinaram firme até o final, experimentaram outras modalidades, fizeram shiai e, principalmente, vivenciaram o Ki e as orientações do Sensei logo no início dos seus Caminhos. Esses novos Samurais mostraram interesse e garra; ouviram o chamado e se uniram ao grupo que lotou o ginásio do Instituto de Educação. Okagesama consigam avançar bastante no Caminho! - Cortes RJ/Tijuca



Neste Gashuku, pude ver de perto por muito tempo as ações, o observar, e a atenção que o Sensei dedicou a cada aluno, e fiquei impressionado e emocionado com o Sensei. Domo Arigato Sempai Wenzel por ter mostrado como ser um despojado bom aluno, o qual sempre esta disposto a aprender de seu Mestre. Domo Arigato Sensei por ter me permitido observar como um Grande Mestre deve ser com seus alunos. - Carbonete RJ/Jacarepaguá



Shitsureishimasu Depois de lutas suadas de Bogu; algumas flexões; detalhes difíceis de colocar em palavras do Kodachi Seiho do renomado Hyoho Niten Ichi Ryu; pontos nodais do violento e versátil Kishikawa Ryu Iaijutsu; vitória da equipe Thundercats; Momentos de Diamante valiosos e informais; lual na praia do Leme, tudo sob os olhos e direção do mestre que já percorreu um longo trecho desse caminho, deitei-me em minha cama e descansei, sentindo o sucesso e o contentamento por ter feito valer o meu Domingo. Domo Arigatou Gozaimashita - Breno Freitas RJ/Niterói



Onegai shimassu Este foi o meu primeiro Gashuku e apenas a segunda vez que usei um bogu. Sendo novo no Caminho, nao tinha certeza do que esperar, nem se iria aguentar um dia inteiro de treino. No final, de fato, meu corpo ja nao me pertencia, mas eu nao conseguia conter o sorriso que havia se fixado no meu rosto. A convivencia com tantos senpais e alunos de diferentes partes do Brasil, participar do meu primeiro shiai, ter a oportunidade de conhecer o Sensei, ouvir suas palavras e observar suas tecnicas novas e antigas fez daquele um dia memoravel, que guardarei sempre em minha trajetoria. Arigato gozaimashita - Marroni RJ/Botafogo









Percorri os 140km que separam Nova Friburgo da cidade do Rio de Janeiro sabendo que no dia seguinte seria único. Já fui em outros dois gashukus com o Sensei e cada um deles foram especiais. Ao chegar, a compenetração de todos era fantástica. Seja de quem limpava, organizava ou certificava que não havia nada que pudesse atrapalhar. Junto com o sol que entrava pelas grandes janelas deixava uma atmosfera incrível, quase mística no lugar. É o tipo de energia que só se experimenta no Niten. Depois, as lutas, os katas, muita energia, muito suor, muitos movimentos, tudo sobre o olhar atento do Sensei. Corrigindo, ensinando, difundindo esse conhecimento que faz tantas mudanças dentro de cada um de nós. Arigatô gozaimashitá, Sensei por usar seu tempo para nos mostrar esse caminho tão rico. Unidade Nova Friburgo/RJ - Mainenti

Shitsurei Shimassu Ohayo Gozaimassu Sensei o que dizer e explicar sobre um evento tão grandioso como o Gashuku,não tenho palavras para expressar minha gratidão,confesso que estava um pouco tensa pois fui graduada há pouco tempo e quase não treinei nos últimos meses,mas ao colocar o Bogu todo meu nervosismo foi embora,agradeço por todo seus ensinamentos Arigato Gozaimashitá - Patricia Rio de Janeiro



Neste gashuku, o que mais me impressionou foi o olhar do Sensei sobre todos: cuidadoso, crítico e vigilante. - Shindi PR/Curitiba



Ohayo Gozaimasu Senpai Wenzel! Shitsurei Shimassu! Ontem cheguei do gashuku com o corpo completamente detonado, o treino foi bem puxado, o incrível é que apesar de esgotado eu me sentia bem, preenchido por uma força e nova determinação,não me deixei esmorecer e logo que cheguei em casa já fui dar conta dos trabalhos da faculdade. Definitivamente o dia foi muito proveitoso, treinar com o Sensei como sempre é algo único, mesmo que tivesse a chance de voltar ao passado 100x, eu iria repetir 100x a dose deste treinamento sem nenhum arrependimento. quanto mais tempo passo treinando mais vejo que ainda preciso crescer como guerreiro,como um futuro pai de família, como pessoa.Com coragem e determinação seguirei firme no caminho. Arigatou gozaimashita a todos os senpais e companheiros de espada que ajudaram a tornar o dia único. E um agradecimento especial ao Sensei por ter dedicado este tempo para nós. Sayounara! - Cordeiro RJ/Tijuca

O domingo demorou a chegar mas passou muito rápido... Gashuku com Sensei no RJ! Novamente pude sentir e apreciar a energia e sabedoria do nosso Sensei. A energia e o companheirismo de todos no Dojo. Domo arigato ao Sensei, aos Senpais e Irmãos de Espada. Sayonara arigato gozaimashita, - Andréa - RJ/Ilha do Governador



Esse foi meu primeiro Gashuku e achei incrível. A presença do sensei, e suas orientações, o tornaram um dia de treino diferente de todos os que já vivenciei. Singular. Mais do que só as técnicas, a energia que podia ser sentida durante o treino é inexplicável. Foi uma grande oportunidade que me permitiu recarregar as baterias, que nem percebi que estavam gastas, e ganhar determinação renovada para seguir no caminho da espada. Arigato gozaimashita! - Cunha RJ/Tijuca



O Gashuku foi incrível! A energia e a empolgação de todos era tamanha que o cansaço de um dia de treino nem era percebida ao final. A presença, os ensinamentos e o convívio com o Sensei foram inspiradores e engrandecedores. Arigato gozaishimashitá, Sensei, Sempais e à todos os colegas do Caminho. - Bronze RJ/Tijuca



Konban wa. Este foi um Gashuku curto mas sensacional, para guardar na lembrança por muito tempo. Domo arigato gozaimashitá. - Sarrat RJ/Niterói



Konbanwá, Sensei! Yoroshiku onegaishimasu! Abaixo algumas reflexões sobre o Gashuku: “Quando não apenas sangramos, mas o espírito também sente! Ao convivermos com o Mestre muitas lições são apreendidas. Nesse Gashuku, entre outras coisas, foi significativa a que me levou a reflexão de que não existem falhas insignificantes. Falhas são falhas! Por menor que possam parecer, numa batalha, elas põem em risco a vida de nossos companheiros de luta, mesmo que para alguns possam parecer insignificantes. Portanto, quando pagamos sapinhos ou fazemos flexões, não importa o quanto falhamos. E sim, que falhamos! Em resumo. numa batalha não se admitem falhas! Shitsureishimashita a todos os companheiros e Senpais que por ventura tiveram que "participar" das flexões. E em especial ao Senpai Côrtes que, mesmo com grande dificuldade, devido a uma lesão, fez questão de "participar" até completar o que ficou determinado.” Domo arigato gozaimassu Sensei Unidade Rio (Impieri)



Shitsurei Shimassu, Venho agradecer ao Sensei pelo Gashuku no Rio. Arigato Gozaimashitá! Estava afastada do treino por conta de fatores de saúde e pessoais, mas voltar para o treino mostrou como me faz falta poder conviver com meus Senpais e aprender mais sobre o caminho. O Gashuku permitiu que eu me afastasse daqueles pensamentos ruins e estressantes do dia a dia, fez com que minha mente fosse permeada por questões do treino: preocupar-me com os Senpais, os kouhais e com o Sensei; ficar atenta a tudo; não ter tempo para pensar em bobagens; e não ter tempo para perder tempo. Eu realmente precisava disso. Espero poder participar de outros treinos com o Sensei, sei que novos Gashukus virão e treinarei quando eu estiver recuperada. Arigato Gozaimashitá Sayonara - Alana RJ/Tijuca



Estar novamente em convívio com Sensei e indescritível. Participar de um gashuku com Sensei é recarregar as energias para as batalhas no caminho. - Fernanda - RJ/Tijuca

Com esse gashuku mais um passo no caminho certamente foi dado. Senti uma grande satisfação em poder treinar sob os olhos do Sensei e partilhar de seu convívio por mais um dia completo. Arigatô Gozaimashitá por não desistir de mim. Sayonará, - Pierobon RJ/Botafogo



Yoroshiku onegai shimassu,Sensei Mesmo depois de um tempo, ainda não consigo compreender completamente toda a energia envolvida naquele local. Poderia ser um domingo qualquer, mas sem dúvida alguma não foi, algo de especial aconteceu que me moveu a levar o caminho da espada ainda mais a sério e finalmente dizer, reencontrei-os irmãos e achei o meu lugar. Domo arigato Sensei por proporcionar essa oportunidade ímpar. Sayonara arigato gozaimashita, - Mendonça - RJ/Ilha do Governador

Konbanwa Sensei e Senpai Wenzel Shitsurei shimasu Organização, Dedicação e emprenho, ao poder observar os acontecimentos de antes e depois do treino, sentir como tudo é feito para dar certo. São poucas as oportunidades de estar com o sensei, pude refletir um pouco mais sobre o comportamento que um aluno deve ter, como todos os assuntos são relevante, como não devemos causar danos e respeitar o grupo. Existe um versículo da bíblia que diz "Diga-me com quem andas e te direi quem és!", as vezes vivemos nossa vida da forma que queremos, mas não enxergamos se somos uma má influencia ao próximo, voltamos ao quarto voto, não conseguir se pôr no lugar de outra pessoa, não conseguir enxergar outro ponto de vista, muito menos ter compaixão. Só depois de 2 campeonatos consigo entrar numa luta sem hesitar, o shiai de domingo foi muito bom, reparar todos aqueles que dão realmente 100% de si e vivem dando o máximo para não perder as oportunidades da vida, acho que faltava amadurecimento para entender e percebo que não tenho feito o mesmo, mas vou me dedicar. Gostaria de agradecer ao Sensei Jorge Kishikawa, ao Senpai Wenzel por permitir acompanhá-los no jantar, a noite foi muito enriquecedora. Arigato Gozaimashitá Sayonara - Di Sessa RJ/Volta Redonda



Nesse Gashuku eu pude pela primeira vez observar o Sensei, e perceber como a energia dos Senpais, kohais e a minha mudou. Sentir na pele aquela pressão quando chega a sua vez de entrar no Shiai e o Sensei esta observando, e com essa experiência aprender mais sobre o Kenjutsu, tanto as técnicas como o caminho e ver como o Iaijutsu complementa o Kenjutsu. Arigato gozaimashitá! - Matheus RJ/Tijuca

o Gashuku foi excelente, para mim estar diante do Sensei, não é algo que acontece todo dia, (quem não treina em SP capital sabe do que eu estou falando). Os Sempais sempre falam dele, da lenda que é ele e é só em um Gashuku (para alunos iniciantes que nem eu) que podemos ver que a lenda é verdadiera. Arigatou Gzaimashitá Sensei pelo domingo inesquecível. - Souza RJ/Tijuca



Shitsurei shimasu. No período em que me afastei do treino, no início do ano, percebi que estava me faltando o “convívio com o Mestre” e que seria bom ir a São Paulo, ouvir e treinar com o Sensei. Não pude ir e considero que esse Gashuku no Rio de Janeiro foi um presente. Das palavras que ouvi no Niten, as mais tocantes ouvi diretamente do Sensei. Sensei redimensiona o sentimento, a responsabilidade e o significado do treino para mim. Nesse Gashuku, esperava reanimar meu espírito para o caminho, aceitando as tensões e os questionamentos que dele fazem parte. Muitas coisas espero alcançar no caminho da espada. Quero aprender a lutar, na vida; quero a coragem e as transformações profundas. Mas o que o Sensei me ensinou, não só nesse Gashuku, é que, mais importante do que o querer, é o que devemos fazer pela espada – aprender a respeitá-la e, por meio dela, honrar os antepassados e a tradição guerreira na qual se funda a identidade japonesa. Pagar os ‘meio-sugados’ após os Shiais me ensinou algo sobre união e compaixão. No final, me senti vitoriosa, aprendi que mais importante do que o resultado final é a disposição com que vamos para a luta e, quem sabe, tenha dado um passo em direção a um espírito mais forte. Doumo arigatou gozaimashita, Sensei. Doumo arigatou gozaimashita, Senpai Wenzel, Senpais, irmãos de espada. Sayounara. - Uenojo RJ/Tijuca



É impressionante a energia liberada em um Gashuko, seja nos treinos, no esforço para que tudo funcione como um relógio suiço, e no convívio com o Sensei e meus irmãos de espada. Doumo Arigatou Gozaimashita Sensei e Niten. - Peter RJ/Niterói



Treinar em um Gasshuku sob a supervisão do Sensei é ter a possibilidade de vislumbrar as diferentes dimensões do Caminho. Prestar atenção em suas próprias questões, tentar ser útil aos outros e enxergar claramente que existe ainda muito chão até conseguirmos caminhar um Caminho sem orgulho e sem humildade. - Renault Rio de Janeiro



Ohayo gozaimasu Sansei e todos irmãos samurais. O Gashuku para mim foi um grande aprendizado. Certamente dei mais um passo no caminho, o que também me possibilitou conhecer mais um pouquinho sobre a dimensão e a importância do caminho da espada. Agradeço e reconheço a grande dedicação de todos, em especial aos Sampais que nos orientavam a todo momento Com honra e sabedoria. Arigato gozaimashitah. Sayounara! - Haroldo Paiva. RJ/Nova Friburgo

Domoarigato a todos os colegas de treino. Domoarigato Senpais. Domoarigato Sensei. Este gashuku foi um sucesso! Cumpriu o que foi esperado - De Palma - RJ/Tijuca

Shitsurei Shimassu, Sensei Como todo evento do Niten que participei,este me fez voltar para casa com um tesouro muito grande. A certeza de esta cultivando boas energias e bebendo direto da fonte. Há muito para assimilar, repassar e aperfeiçoar. Mas esse é o caminho do Samurai, desta forma, levamos a espada que da A Vida mais adiante dentro do nosso espirito e para aqueles que nos cercam. A visita dos Senpais e colegas de outras cidades e estados foi extremamente proveitosa, encorajou e elevou nossos Kiais. Nossa Batalha ao fim do Gashuko mostrou nossa animação e companheirismo gigante. Domo Arigato Sensei por nos visitar. Este ano minha caminhada se intensifica por isso estarei de com copo vazio, podendo assim receber os ensinamentos e passá-los a diante.Por isso cada detalhe foi importante.Ainda ha muito a que fazer, aprender e exercitar. Logo voltei empolgado como após meu primeiro treino no dojo. Arigato Gozaimashitá Sayounará - Monedeira RJ/Duque de Caxias



Kunichiwa, Sensei, Shitsureishimasu. O Gashuku do Rio de Janeiro foi muito bom,desde o momento que chegamos e começamos a arrumar o dojo,com todos unidos numa vibração de aproveitar cada momento com o Sensei. A oportunidade de um treino com o Sensei não tem descrição, é sempre inesquecível a presença do Sensei ,sua energia é deslumbrante. Nós do Rio de Janeiro fomos privilegiados com esse Gashuku. Devo contar que fiquei muito feliz com a oportunidade de acompanhar o Sensei , depois do treino, para um birudo , onde o Sensei contou sobre o que é ser um Samurai,que é está integrado ao seus sempre desde o treino até um birudo. Arigato Gosaimashita ,Sarquis. Sayonara, até o próximo treino e gashuku. - Sarquis Rj/Tijuca



Shitsureishimasu Sensei, Acabei não me despedindo diretamente do Sensei, espero que tudo tenha corrido bem. Neste gashuku de 1 dia não dava tempo para tudo, acho que isso só mostra o quanto o Niten e o Sensei tem para oferecer. Mesmo em eventos de 2 ou mais dias, sempre falta tempo para tudo que queremos. Isto é também sinal de outra coisa muito presente no Sensei e que me impressiona muito, que é o de viver conforme suas convicções. Digo isso porque é muito comum ver pessoas que falam uma coisa mas fazem outra. Nesses tempos de internet, vemos muitos que tiram uma frase de efeito famosa, colocam escrita com um fundo bonito e chamam de reflexão, de palavras de sabedoria. Mas se conhecer a pessoa muitas vezes age de forma contrária ao que está escrevendo. Fazem pose de guru, sábio, mas é só conversa, hipocrisia, só para aparecer. Com o Sensei é diferente. Diz que não podemos perder tempo, e realmente não perde. Impressionante a disposição de ficar o dia todo ensinando e ainda conversar depois nos passando mais um pouco de sua energia. E no dia seguinte já viajar, para outra cidade, e outra depois, sem negligenciar a família. E isso é apenas um dos exemplos. Ver o Sensei seguir o caminho sem desvios, e pagando com suor e com sangue, ao invés de apenas apontar o caminho e ficar sentado, é inspirador. Ver o Senpai Wenzel também pular de missão em missão, vivendo ”em guerra” sem hesitar, e outros coordenadores, pessoas da adm e kaikeis, que parecem incansáveis, é a prova de que o Niten é um lugar especial, um lugar onde todos estão na guerra, onde todos vão para frente. Arigatou gozaimashitá, Otsukaresama deshitá! Até a próxima batalha, Sayounará! - Kenzo RJ/Tijuca



Onegai shimassu, Shitsurei shimassu. Foi riquíssima a passagem do Sensei pelo Rio. Só a convivência com o mestre, mesmo que por essas horas, já teria valido por todo o Gashuku, que foi sensacional. Aproveitei muito a convivência com meus companheiros de caminho, e ouvi atentamente às palavras do Sensei. De todas as passagens ditas pelo Sensei, a que mais me marcou foi a da capacidade de transformação do espírito que a prática de iaijutso, no caminho do bushidô, pode ter. Vou treinar mais forte, com mais ki e kiai, a partir de agora. Sayounará, Arigato Gosamaishita. - Artur RJ/Tijuca



Domo Arigato Sensei por ter vindo ao Rio nos ensinar e nos aperfeiçoar no caminho da espada, foi uma honra treinar com o Sensei novamente - Miguel RJ/Jacarepaguá

Só tenho agradecer ao Sensei por ter passado técnicas e sabedorias valiosas, sempre nos colocando no caminho da espada, mostrando a todos o que é ser um Samurai. Ao final do Gashuku o sentimento que tive foi de felicidade por crescer um pouco mais e ter dado mais um passo no caminho e na vida, arigato gozaimashita Sensei. Sayonara: Perazzini - Rio de Janeiro.



"Unir as almas" Sem exoterismo, nem sobrenatural - é o conceito que vai ficar comigo para o resto da vida. Nunca tinha ouvido o Sensei falar isso. A camaradagem, a forma de tratar pessoas é meu tesouro bem guardado. Esqueço técnica, esqueço tudo, menos do tesouro! Otsukaresama deshita! - Vaz Rio de Janeiro




Retornar para últimas postagens


    topo

    Instituto Niten Rio de Janeiro
    (021) 97194-8100
    riodejaneiro@niten.org.br