Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural Niten Belém


13º Torneio por equipes em São Paulo

por Samuel - 08-out-2014



¨A jornada até o 13º TBEK começou Sexta-Feira, às 17h30 quando saímos de Belém e chegamos em Campinas, onde alugamos um carro para o percurso até Santo André. Como bons “forasteiros” (como Senpai Wenzel bem nos definiria no Sábado à noite), nos perdemos pela enorme São Paulo, até que as 5h da manhã conseguimos nos instalar em Santo André.
Pela manhã, ao chegar no local onde ocorreu o Torneio, de cara fui surpreendido pela energia de todos os guerreiros já ali presentes. A cada disputa no Iai, vi a concentração de cada um que disputava, com suas espadas brandindo e cortando pelo ar, como em reais duelos de vida ou morte para cada um daqueles Samurais. Já no Kenjutsu, vibrei muito com a energia das “belas” do Niten (e feras, ao mesmo tempo, no melhor sentido possível). É incrível o poder de todas, fica aqui registrado o meu Omedotou Gozaimassu (parabéns) e admiração a elas! Depois, no Kenjutsu dos Graduados, foi realmente um prazer para mim poder estar ali assistindo. Ver muitos daqueles Senpais que constantemente vejo em vídeos, (parecia até mesmo que já os conhecia) as “feras do Niten” em combate foi uma experiência de aprendizado e de surpresa, mais ou menos como uma criança que foi pela primeira vez a um estádio, em um jogo de Copa do Mundo, e viu todos os seus “ídolos” ali. Talvez o TBEK seja a “Copa do Mundo” do Niten, num contexto atual. Ou melhor, a “Sekigahara” (a maior batalha ocorrida no arquipélago japonês em 15 de setembro de 1600) do Niten. Todas as armas. Ittô (uma espada) Nitô (duas espadas). Naguinata (alabarda). Kodachi (adaga). Ver todas em combate, uma contra a outra. É mágico. Ver o “Heiho” (estratégia) em ação. Só estando ali para entender.
(No final, a máscara do Ultra Seven também foi algo que só quem esteve verá. Sensei mais uma vez nos surpreende, sempre da melhor maneira e de forma que ninguém jamais imaginaria.)
A noite, o Birudô (confraternização) com todos os Samurais reunidos no Templo, a possibilidade de interagir e conversar com guerreiros de diferentes cidades e de tomar a boa cerveja fechou o sábado e “Sekigahara” com chave de Ouro.
No domingo, os treinos e as instruções que Sensei e os Senpais deram de manhã e no início da tarde enriqueceram muito a jornada. A confraternização e despedida na ADM foi algo que também jamais esquecerei que estive, sentar e ouvir Sensei e Senpai Wenzel falando foi uma honra, além de conhecer o “Quartel General” do Niten.
A reflexão “final” (entre aspas porque a Energia e os pensamentos sobre o final de semana ainda estão vivos e muito fortes em mim) que faço é que definitivamente “longe é um lugar que não existe”. Não importa se você mora a 1, 100 ou 2500Km. Quando se quer, o Longe se torna Perto; a oportunidade se torna realidade; a expectativa, comprovação. Estar no Niten é revigorante. Estar perto de Sensei e de tantos guerreiros é revigorante. Que bom seria se todo final de semana pudéssemos estar reunidos e nos encher cada vez mais desta Energia. Talvez, no meu caso, a distância faz com que cada momento seja ainda mais valorizado e guardado com carinho, esperando ansiosamente pela próxima oportunidade de poder viver mais disto.
“Haveremos de nos encontrar outra vez, sempre que desejarmos, no meio da única comemoração que não pode jamais terminar."* A Vida. A Guerra. O Niten.
Arigato Gozaimashitá Sensei. Sem sua existência nada disso seria possível. Sensei é a força motriz destes acontecimentos e alegria que sinto.
De Richard Bach, "Longe é um lugar que não Existe".
- Samuel – Unidade Belém












"Longe é um lugar que não existe"

comentários  

Alex Miranda - FlorianópolisParabéns aos guerreiros samurais do Niten-PA , fico muito feliz em ver a evolução da unidade Belém, e espero em breve poder retornar a `terrinha` e treinar firme e forte com todos ai.
Saudações a todos.

Mauricio - Belem (PA)Konbanwa a Todos. Shitsurei Shimassi.
Este Torneio foi Histórico.
Pela primeira vez uma Delegaçao do Pará competiu coletivamente em um Torneio de Kenjutsu da CBK.
Quatro Paraenses estiveram presentes e combateram bravamente.
Até entao, a participação no TBEK sido somente individual.
Em 2013 estiveram presentes dois `bushis` da Unidade Belém, em Guarulhos (SP). Em 2014 foram quatro.
Espero que em 2015 sejamos 10 paraenses competindo no próximo TBEK.
Onegai Shimassu.
Sayounara Arigato Gozaimashita.



Retornar para últimas postagens


    topo

    Instituto Niten Belém
    (091) 98160-7204 (após 18h)
    Instituto Niten Sede São Paulo
    (011) 5539-3587 (horário comercial)
    belem@niten.org.br