Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural Niten Belém


A Unidade Belém no Gashuku de Final de Ano da APM de 2014

por Samuel - 18-dez-2014

Mina-San!

Shitsurei Shimassu.

A Unidade Belém mais uma vez se fez presente no Gashuku de Final de Ano da APM de 2014 promovido pelo Instituto Cultural Niten.



A partida para São Paulo.

A partida de Belém para São Paulo é sempre, como costumamos dizer, “uma aventura”. E sendo em missão pelo Niten, sempre tem um “rush” mais emocionante ainda envolvido. Além das bagagens comuns, somam-se a elas os equipamentos de treino, o bogu e o Bokurô (bolsa) de Shinais, Katana, Bokutos e Jo. Não vou, a princípio, lhes dizer que é fácil. E nem leve. 

Aconselho a todos que partem de mais longe que se instalem em SP com pelo menos um dia de antecedência, para que possam ter energias plenas para o treinamento intensivo, e para que também possa aproveitar minimamente a capital. É uma cidade muito diferente da nossa. É outra dinâmica de vida. Vemos a existência dos diversos “Brasis”.

Na Sexta-Feira pré-Gashuku nos apresentamos na ADM (O “Quartel General”, o “Cérebro” do Niten), e sendo a minha segunda vez naquela bela residência da Vila Mariana, novamente senti a mesma emoção e honra de estar ali. Ter podido ajudar minimamente nas atividades diárias da ADM e rever Sensei e os Senpais que ali trabalham dedicadamente para manter e resolver questões do Niten inteiro (A nível Nacional e Internacional) foi motivo de felicidade para nós. Domo Arigato Gozaimashitá Sensei e Senpais por sempre nos acolher com generosidade e amabilidade.

A noite, ainda tivemos o prazer de jantar com os Senpais Wenzel, Drawin, Silvana e Gorgulho, e a conversa foi como sempre muito divertida. Provamos o “Sôbá” (espécie de sopa com macarrão japonês, carne, cebolinha e omelete japonês), para dar energia para o treinamento que nos aguardava. Domo Arigato Senpai Wenzel pelo honroso convite, e aos Senpais pela companhia.


Samuel e Maurício, de Belém, com os Senpais Drawin (Minas Gerais), Silvana (Brasília/Goiânia), Wenzel (ADM), Gorgulho (Portugal), tomando picolés de sobremesa (apesar da noite não tão quente em SP).
 

No Sábado, o Gashuku no Templo Budista Nikkyoji começou “com tudo”. Diversos guerreiros de todo Brasil já reunidos preparados para o “Narabê” inicial que daria largada ao treinamento. E assim ocorreu. No Templo, tivemos o primeiro Momento de Diamante que foram as demonstrações de técnicas no Kenjutsu Combate pelo Sensei, com os Kamaes de cada graduação. É incrível como o Sensei faz as técnicas parecerem tão fáceis de aplicar. Cheguei a conclusão de que não são, mas só a insistente repetição e tentativa permitem essa facilidade. Após as demonstrações, pudemos ainda cruzar espadas com outros colegas, e depois o Sensei ministrou um treinamento em Arbitragem no combate.


Mauricio e Samuel de Belém em meio aos outros Samurais no Templo

Após o templo, partimos para a Serra da Cantareira, mais especificamente no Clube da Associação Paulista de Medicina (APM). Os treinamentos começaram com Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu, nosso estilo oficial de combate, a Escola de Musashi-Sensei. Fomos instruídos por Senpai Wenzel, Senpai Danilo e Senpai Vaz, que nos demonstraram detalhes dos 6 primeiros Katas do Estilo. Os Katas do Niten Ichi Ryu são esplêndidos, mortalmente eficientes, como “explosões”. Não à toa são parte do currículo do Estilo do guerreiro invencível.


Suburis no Templo

Sensei nos agraciou com a correção de Kamaes por cada graduação. Sensei generosamente corrige e repara um por um “as fortalezas” de cada guerreiro. Posso dizer por mim mesmo que já tem feito diferença no Combate.

Após o Niten Ichi Ryu e a correção de Kamaes, fomos instruídos por Senpai Wenzel em Kishikawa Ryu Iaijutsu, as conhecidas sequências do Niten. São sequências vibrantes, repletas de Kiai. Desde o início do meu treinamento em Belém, chamaram minha atenção por sempre possuírem um fator “imprevisível”, “inesperado”. O Gashuku reforçou meu sentimento por estes Katas.

Treinamento intensivo de Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu.

E encerra-se o treinamento técnico do sábado. A noite, tivemos mais um clássico Birudô do Niten, somado ao Talentos do Niten, um espaço para os bushis demonstrarem talentos não relacionados à Espada. Tivemos shows de comédia, musical, de desenhos e até de Dança. No Niten, o quesito convivência é muito incentivado, então é uma oportunidade para se divertir e conversar. No Niten, o importante é estar feliz.

No Domingo, para começar bem, o clássico cooper matinal às 6h, coordenado por Senpai Wenzel. Depois, os hinos nacionais do Brasil e do Japão, e o Hino do Niten.


Os bushis na APM

Após o Cooper, reunimo-nos todos para o Momento de Diamante propriamente dito. Sensei passou-nos em primeira mão, quase que instantaneamente, uma mensagem renovadora de Yoshimochi Kiyoshi Sensei (12o Sucessor do Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu), além da história inspiradora de um executivo japonês fundador da famosa marca de automóveis Nissan. Uma história sobre humildade e sucesso. Além da parte técnica, eu diria que esse é o principal motivo para ir ao Gashuku: Ao ouvir o Sensei, você pode ouvir algo que vai estalar na sua mente, e quem sabe, um raio de iluminação o atinja.
 
Terminamos o Gashuku com treinamentos em Shindo Muso Ryu Jojutsu, onde tive a minha “primeira” aula em Jojutsu. O Jo é uma arma incrivelmente poderosa, pude observar isso no treinamento e na observação dos Katas mais complexos.


Mauricio e Samuel em meio aos praticantes do Jo.

Em seguida, treinamentos de Suio Ryu Iaijutsu, com correções de Sensei e de Senpai Uehara. Foram detalhes adicionados e relembrados que farão diferença na hora de “Vida ou Morte”. Confesso que tenho um ímpeto e carinho especial por este estilo, e os conselhos de Sensei para “cortar de verdade" abriram ainda mais os meus olhos, e acredito ter recebido e entendido o Hidensho (segredo da técnica). Ganhar o Suio Goyo (Certificado de proficiência nas 5 primeiras sequências do estilo) foi uma dádiva incrível. Só tenho a agradecer a Sensei e Senpai Uehara. O Tameshigiri também foi esclarecedor. O golpe com a Katana não é meramente ”encostar” no adversári. Entendi que é preciso a força certa, aliadas ao ângulo certo, e acima de tudo, ao Ki (energia) e à vontade.

Em suma, espero que mais irmãos de Espada de Belém possam viver dessa experiência nos próximos anos. Todos fizeram falta. Podem ter certeza que o Gashuku rende muitos frutos, tanto técnicos para o Caminho da Espada, quanto para a nossa Vida, para o Caminho da “Pena”. O constante ensinamento de Sensei, aliado à convivência com os Senpais, pode trazer um Hiden (segredo) que pode mudar sua vida.

Ao fim, só posso agradecer. Domo arigato gozaimashitá Sensei, por tudo. Não temos como agradecer por seu cuidado e acolhimento conosco. Pelas correções técnicas, pelas correções na postura, pelos direcionamentos na vida.

Arigato Gozaimashitá a todos os Senpais da ADM por sempre estarem prontos a atender a todos os pedidos de nossa Unidade.

Arigato Gozaimashitá aos Senpais que nos corrigiram na técnica da Espada.

E finalmente, Arigato Gozaimashitá a todos os bushis do Niten que estiveram conosco no Gashuku.


Mauricio e Samuel, ao fim do Gashuku, com os certificados Suio Goyo

comentários  

Humberto Leandro Melo da Silva - SantosKonnichiwá, Samuel-san!
Shitsurei shimassu!
Seu relato vigoroso e minucioso me fez reviver o Gashuku de final de ano! Domo arigatou gozaimashitá pela perseverança e exemplo!
Shitsurei shimassu!
Sayonará, arigatou gozaimashitá!
Humberto - Unidade Santos-SP

Hallison - CastanhalÉ uma honra ter esses dois guerreiros como parceiros de treino aqui na unidade Belém... É como o Sempai Wenzel diz: `Os Pioneiros`, que cruzam um país continental como o Brasil, para conviver com o Sensei e com os Sempai afim de se manterem sempre no caminho do samurai e trazer mais experiência e conhecimento direto da fonte aqui para Belém, e ainda se não, são amigos, são irmãs de espada e são pai e filho... Muito bonito ver isso de perto Maurício e Samuel...
Arigatou Gozaimashitá!
Sayounará!



Retornar para últimas postagens


    topo

    Instituto Niten Belém
    (091) 98160-7204 (após 18h)
    Instituto Niten Sede São Paulo
    (011) 5539-3587 (horário comercial)
    belem@niten.org.br