Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa




Retornar para últimas postagens

    24-ago-2007

    Zen e você

    magine você num templo zen fazendo a sua meditação.
    Compenetrado, posição em lótus e atento a sua respiração.
    De repente, você abre os olhos e percebe que o seu colega ao lado não está.
    Duas reações podem ocorrer:
    1a você entrar em desespero e sair perguntando por que o seu colega se foi
    2a você manter o seu foco e continuar a sua meditação

    A primeira: preguiça, cansaço, falta de comida no templo, briga com os companheiros, ou com o cachorro do monge, desentendimento com o monge responsável, paixonite aguda, desequilíbrio mental, dificuldade para sentar em lótus, espionagem e muitas possibilidades inimagináveis (e até absurdas) que fazem os colegas saírem. Alguns somem para sempre, outros, impertinentes, continuam a cutucar por trás de suas costas atrapalhando a sua concentração.
    Antigamente, estes "meninos de cabeça raspada" jogavam pedrinhas para atrapalhar os outros em meditação. 
    Não, não caia na armadilha. Mantenha o seu foco. Na sua respiração.
    Da mesma forma que na meditação zen o que importa é se VOCÊ está presente, assim também é no Caminho.
    Como diria a minha grande amiga, monja Coen:
    - E de que importa os outros? O importante é VOCÊ estar.

    Chega de falar.
    Mokussoo*.....

    * mokuso= meditar


    Hui-k´o apresenta sua mão decepada a Bodhidharma como prova de sua lealdade (pintura do monge budista Sesshu Toyo)




    topo

    (+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
    (+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h