Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa




Retornar para últimas postagens

    09-ago-2013

    Dia dos Pais: Tragédia X Troféu


    Esta semana foi uma semana em que o 4°  voto do Niten teve o seu grande momento para ser refletido: bomba atômica de Hiroshima e Nagasaki.
    Depois de amanhã será o Dia dos Pais, momento de reflexão do nosso 3° voto.
    E, para a semana que vem, momento para colocar em prática  o 2° voto: comemorar junto ao mestre os 20 anos de nossa fundação.
    Antes de eu desejar a todos um Feliz Dia dos Pais, deixo aqui um email que recebi ontem:



    "SHITSUREI SHIMASSU SENSEI,
    KONNICHIWÁ

    Uma impressão sobre o MOMENTO DE OURO de ontem (quarta feira)
    O filhinho do SENSEI estava chorando no NARABÊ (perfilar) após o treino. Havia cortado o pé (e eu vi que era um corte grande) durante o combate. Mesmo assim, SENSEI o chamou pra cantar lá na frente, como fazia em alguns Momentos de Ouro. O menino não hesitou. Enquanto cantava, os soluços diminuíam.

    - Mais alto! Disse o SENSEI e a voz foi melhorando. Somente depois de superar o problema é que o SENSEI agradou e elogiou o filho.

    Hoje há muitos que acham que o mundo deve parar para cuidar dos seus problemas. Quem treina com o SENSEI, sabe que não. Porque o SENSEI traz o jeito SAMUARI de pensar:

    “Eu caí, me machuquei, mas o mundo não parou de girar. Não adianta nada ficar chorando” é o mundo dos SAMURAIS, mundo do Japão. Do Japão que recuperou-se extraordinariamente das enchentes e não ficou se lamentando. Do Japão que não fica esperando compensações porque sofreu a bomba atômica no dia 6 de agosto. Dia que lembra meu falecido pai, porque ele nasceu nesse dia.

    Por falar em pai, ARIGATÔ GOZAIMASHITÁ ao filho do SENSEI por dividir o pai dele comigo, afinal todo pai é um pouco Mestre.
    E nesse próximo dia dos pais eu não estarei de todo, sem um pai para agradecer.

    ARIGATÔ GOZAIMASHITÁ SENSEI,
    SAYOUNARÁ

    João Paulo - Unidade Vila Mariana


     


     

    Felizmente, o acidente não teve sérias consequências e isto agradeço do fundo do meu coração.
    Algumas vezes, como pais, temos que ser fortes o suficiente para construir um espírito perseverante em nossos filhos, e é isto que moldará o futuro espírito guerreiro deles (se assim desejarmos, obviamente).
    Acredito que ontem, consegui erguer um tijolo, aumentar a auto-estima e fazer de uma "tragédia", um "troféu" para o meu filho.

    Que todos os pais sejam verdadeiramente felizes neste domingo!







    topo

    (+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
    (+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h