Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei




Retornar para últimas postagens

    30-mar-2017

    Gashuku Kenjutsu Combate 2 - Niten x Ronin

    "Há um ano eu não participava de um Gashuku. Muita coisa aconteceu desde então. Foi um ano difícil. Senti na pele o que é ser um Ronin (samurai sem dono, desempregado). Não é fácil ficar desempregado."


    Também passei por tempos difíceis. Em 2003, ano do filme "O Último Samurai", fui chamado por meu "Daimyo"(senhor feudal), para deixar meu posto no castelo, e também me tornar um Ronin. O motivo: eu havia atendido um telefonema de uma jornalista da Folha de São Paulo, durante uma consulta. A paciente, ninguém mais que a chefe do RH da empresa à qual prestávamos serviço.
    Apesar de não saber quem era aquela paciente, atendi rapidamente ao telefonema, combinando com o jornalista de retornar a ligação, pois estava com uma paciente.
    Mas às vezes a vida é assim. Um jogo de azar...






    2003 - Ano do Ultimo samurai



    "Passei por altos e baixos, mas o que me manteve no foco sem dúvida alguma foi o Niten. Com muito esforço foi possível me concentrar e persistir na busca diária de uma nova oportunidade. Cada momento de ouro me marcou de alguma maneira especial, me fez rever conceitos e posturas."

    Grande parte de nossas ações são influenciadas por sensações vividas em encontros e convívio.
    Adotamos posturas, atitudes e decisões corretas baseadas em encontros outrora vividos com grandes mestres, personalidades, pessoas marcantes.
    Mas essas sensações, como pilhas ou baterias, se esvaem com o tempo.
    Só haverá então uma alternativa: recarregá-las.
    Sorte nossa quando encontramos a tomada certa, com a voltagem correta para nos manter conectados na nossa busca pela felicidade.


















    "Foi muito interessante a avaliação das posturas de Kendo. Bem diferentes se comparadas com as posturas de Kenjutsu. Um leigo realmente não entenderia as diferenças. Ao comparar as situações práticas ficou clara a superioridade do Kenjutsu."

    Não se deve impor pensamentos e conclusões a respeito da superioridade de alguma técnica ou kata, sem antes demonstrar. É demonstrando que o espectador tirará suas proprias conclusões com clareza.



















    "Sem tempo a perder, passamos pelos combates onde a oportunidade de conhecer novos colegas e testar a técnica foram muito importantes. Tivemos muitas, muitas correções. Sensei enfatizou o uso do Jodan (posicao com a ponta da espada para o alto), da desenvoltura no uso da Kodachi (espada menor), de variarmos os golpes."

    O segredo para vencer está no uso da Kodachi.
    Aquele que deixa de estudar esta lição estará sendo negligente no Caminho da Espada




















    "Shiai final, muitos combates para encerrar o dia com energia mais alta ainda. Seguimos para o jantar, sempre um momento muito feliz de reencontrar a todos após um dia de guerra, muito para compartilhar e em seguida muita comemoração pelo dia produtivo durante o Birudô."

    Aquele que não aprecia o sakê junto a seus colegas de guerra, será nocivo em qualquer grupo.




















    "Iaijutsu.
    Descansamos um pouco, e já estávamos de novo de volta à luta. Foi o meu primeiro Gashuku em que pude treinar o Iaijutsu, e para mim foi muito importante. Neste ano que passou aprendi muito, e ver as correções em detalhes certamente me ajudaram em particular. Sensei foi muito atencioso corrigindo detalhes importantes a cada momento. Momentos como este, em que todos aprendemos coisas novas independentemente da graduação, nos mostram quão rico é o Iaijutsu. Pode parecer redundante, mas há detalhes...nos detalhes! Somente com a correção é que podemos evoluir, somente com a repetição intensa podemos nos aperfeiçoar. O Iai tornou-se ainda mais importante neste ano em particular. O Iaijutsu me fez melhorar muito a concentração."

    Não há como não se concentrar, empunhando uma lâmina de metal. Mais ainda quando esta tem fio.















    "O corte duplo foi emocionante. Passar pela experiência de aprender a controlar a energia não é fácil. A primeira impressão é de que precisamos de mais força por tratar-se de duas peças. Não é bem assim.
    No momento do corte muita coisa vem de forma automática. Somente depois do corte avaliamos o que realizamos.
    Senpai Araújo sempre lembrava nos treinos, que a posição de parada da espada faz toda a diferença ao final do kata. É como uma assinatura, a finalização é essencial para a conclusão do golpe. Se algo nos desviar no final perdemos a eficiência. Procurei respirar fundo e acredito que meus cortes foram melhorando um pouco de cada vez."

    Palavras não são suficientes para explicar. Só quem esteve lá e tentou o corte, conheceu a sensação e agora sabe como fazê-lo.
















    "Emoção.
    Ao final do Gashuku recebi com muita alegria o 5ºkyu de Kenjutsu e o 6ºkyu de Iaijutsu. Foi difícil respirar normalmente...por alguns minutos. O Kimono azul para mim representa um recomeço, oportunidade de aprender mais e me aperfeiçoar no caminho. Fiquei muito contente. Tenho certeza que 2017 será repleto de batalhas, de muito aprendizado e de muitas oportunidades."

    No Niten, depois que se veste o Kimono azul, certamente o Caminho será repleto de batalhas, onde só os mais determinados vencem.












    "E sobre a situação de Ronin, tenho a alegria de informar que neste mês de março, iniciei em um novo trabalho, como Gerente de Projetos Sênior em uma nova Empresa. Nada nesta vida é por acaso. Encontrar o Niten é uma oportunidade única. Aprender que os treinos são importantes para nos mantermos vivos e competitivos, aprender a nos esforçar mais a cada dia, que temos que ser corretos, nos aprimorar nos detalhes, que precisamos suar muito. Arigatô Sensei, Senpais e colegas de treino, por não me deixar desanimar e sempre seguir em frente!" -
    Guimarães (Unidade São José dos Campos)"

    Há quase um ano, venho orientando Guimarães para que se torne um líder guerreiro, mais participativo nas aulas, e incentivando-o a assumir a coordenadoria.
    O resultado você acabou de ler: de Ronin, a Gerente de Projetos.
    Foi mais um ponto para o Niten.












    topo

    (+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
    (+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h