Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei




Retornar para últimas postagens

    28-nov-2017

    Ao final do dia, a felicidade


    "Yoroshiku Onegai shimasu!

    Fui para o Shugyo (Retiro espiritual com o Sensei) pensando que iria para entender o caminho da espada, que entenderia como funciona o instituto... lá aprendi algo que jamais imaginaria aprender em uma rotina intensa de tarefas e treinamentos.

    Lá, no primeiro dia os senpais me disseram para “não ser afobado quando recebesse uma ordem” e logo nos primeiros contatos com o Sensei, ele me disse para sorrir mais. Tomei um “men” no espírito após receber esses ensinamentos, que vão me ajudar muito no meu cotidiano, principalmente agora em que entrarei no internato, fase na qual precisarei muito de uma boa comunicação e de uma boa relação médico paciente.

    A rotina de todos os dias acordar muito cedo, realizar muitas tarefas ao longo do dia nos faz perceber como somos acomodados e perdemos tanto tempo com coisas inúteis e deixamos de fazer as tarefas importantes de nossa casa, de interagir e de ter zelo por aqueles com quem nos importamos. Além disso, percebi que mesmo tendo um dia extremamente desgastante, não só é possível ter muita energia para um treino intenso como é possível manter essa energia até o fim.

    Não há como traduzir totalmente em palavras como é ou o que acontece durante o Shugyo, mas ao tentar fazê-lo, se tem um pouco de nostalgia de tudo aquilo que aconteceu, até mesmo das tarefas mais cansativas e desagradáveis, visto que se percebe como se deu a sua evolução e aprendizado, principalmente por estar perto da figura do Sensei, que com poucas palavras e olhares, percebe quem nós somos, e o que precisamos melhorar, não só no caminho, mas para sermos mais felizes. Isso, só se acha no Niten, um caminho em que o principal não é a técnica nem ser melhor que ninguém, mas um caminho em que aqueles que estão à sua volta querem que você seja uma pessoa melhor e mais feliz, por meio dos katas e maneiras que aprendemos no cotidiano.

    Ainda que triste por partir, vou para casa muito grato e muito feliz, com experiências que me marcaram profundamente; para o entendimento do caminho e da minha pessoa, com uma sensação de dever cumprido, mas ainda com muito para aprender e entender a fim de estar muito melhor para a próxima vez que voltar...

    Domo Arigatou Gozaimashitá ao Sensei por nos possibilitar essa experiência.
    Domo Arigatou Gozaimashitá aos Senpais que me ajudaram tanto durante o Shugyo.
    Domo Arigatou Gozaimashitá a todos aqueles que me deram condições para que pudesse fazer um shugyo.

    Sayounará Arigatou Gozaimashitá!" - Müller (Unidade Porto Alegre)



    Tags: Shugyo,



    topo

    (+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
    (+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h