Ir para o Conteúdo

Mural Niten Minas


Oficinas de Kir Jovem no CLIC

por Fonseca - 26-dez-2013

Nos meses de outubro e novembro o coordenador Bernado do Kir-Jovem de Bh,  realizou  com a aluna Nathalya encontros semanais com crianças da escola  Clic-Centro Lúdico de Interação e Cultura. 



O KIR Jovem e a energia que se forma na infância. Conhecendo uma nova geração que busca os benefícios da espada samurai.

Konichiwa Sensei e colegas do Niten, em setembro desse ano fui contatado por uma escola de BH chamada Clic, Centro Lúdico de Interação e Cultura. O Clic tem um proposta de educação bem diferenciada, e entre as atividades que realizam incluem oficinas ( de música, desenho, e várias outras) para os alunos que permanecem na parte da tarde na escola. As educadoras de uma das turmas procuravam alguém para realizar uma oficina sobre artes marciais, de maneira a trabalhar as qualidades que a prática trazem para o cotidiano.
Após enviar a proposta do projeto para ser aprovada, e receber o aval, convidei uma colega de treino, Nathalya, da Unidade Savassi, Belo Horizonte para me auxiliar no projeto.
Ao longo dos meses de Outubro e Novembro realizamos encontros semanais de um hora e meia com uma turma de 19 crianças ( 4 meninas e 15 meninos) com a média de idade de 6 anos. Nesses encontros tentamos passar para as crianças um pouco do treino do KIR Jovem, com os golpes básicos do kenjutsu (men, kote e do), diversas brincadeiras e sempre terminando os treinos conversando com eles sobre algumas qualidades que reforçamos no Niten, como omoyari, cuidado com os colegas, ajudar os amigos, responsabilidade com os horários de brincar, dormir, comer, cuidados com a higiene.

As educadoras queriam redirecionar toda a energia da turma para algo produtivo. Como a turma tinha o interesse comum pelas artes marciais, tentamos canalizar esssa energia em excesso de maneira positiva. O Sensei havia dito algumas vezes que a reserva de energia se forma na infância, e pude observar a verdade por trás dessas palavras. Sempre muito agitados, os alunos nunca perdiam o interesse, sendo participativos e afetuosos. Após cada ida ao Clic me sentia (mesmo que as vezes fosse fisicamente cansativo, devido a atenção constante que exigia) como se tivesse recarregado as baterias para o resto da semana. A oficina encerrou com uma apresentação para os pais de todos os alunos, com a demonstração do rei do Dai Ichi Kihon no Kata, e o início da sequência que adaptamos para os alunos executarem.

Foi uma experiência extremamente gratificante, não só pelo interesse de todos, mas também pelo tanto que  aprendemos ao interagir com uma turma tão grande e tão cheia de energia. O retorno por parte dos pais foi extremamente positivo. No dia da apresentação todos os pais fizeram questão de vir nos conhecer, falaram o quanto os seus filhos estavam empolgados e como melhoraram no tratamento com a família, ou estavam mais cuidadosos. Vários dos pais comentaram que gostariam de visitar a unidade Savassi aqui em Belo Horizonte, nãos só para levar os filhos, mas para conhecer os treinos também e fazer aula experimental.

Agradeço sinceramente pela oportunidade de participar dessa experiência como representante do Niten
Arigato Gozaimashitá

Bernardo, coordenador do KIR Jovem BH.




Tags: KirJovem,


Retornar para últimas postagens


    topo

    Instituto Niten Belo Horizonte
    (031) 99778-9608 / (011) 99734-6497
    bh@niten.org.br