Ir para o Conteúdo

Mural Niten Minas


Treino - 370 anos de morte de Miyamoto Musashi Sensei

por IvanSantos - 28-mai-2015

Na segunda-feira, dia 25 de maio de 2015, foi realizado um treino especial em Juiz de Fora. A homenagem a Miyamoto Musashi Sensei, aconteceu num treino cheio de energia, onde realizamos os katas do estilo Niten Ichi Ryu, criado pelo famoso samurai, além de lutar e duelar usando Nito, as duas espadas. A energia e o significado do treino podem ser notados nos relatos dos alunos.



Refletindo sobre o último treino percebi que venho me tornando uma que pessoa que meu antigo eu admiraria. Me tornei uma pessoa com mais seriedade, mais serenidade; destruí meu ego e comecei a encarar a vida como a batalha que ela realmente é. Os treinos me mostraram que possuo mais energia do que poderia imaginar e também mostraram o quão longe posso chegar se colocar todo o aprendizado em prática.
Musashi Sensei decerto ficaria surpreso com o número de pessoas que tentam honrar seu nome e seus ideais em um país e época tão distantes. Somos gratos por ter este fogo reavidado dentro de nós, como se o Instituto Niten fosse a palha que faltava para que toda essa energia incendiasse nosso ser, para então emanar de formar a tentar mudar este mundo e trazer à tona virtudes esquecidas. E assim seguimos, com passos largos para a frente.

 
Calzolari
 
 
 
Para mim a espada sempre foi algo de filme: uma realidade distante perdida no tempo. No máximo, uma brincadeira de criança improvisada com um cabo de vassoura ou um pau qualquer encontrado por ai... No entanto, mesmo distante ela nunca deixou de encantar e sempre deixou a duvida: como será que é usar uma espada?
Hoje, começo a deslumbrar minha resposta. Apesar de ser meu quarto treino de kenjutsu começo a perceber que o trato com a espada é de mutualidade: eu manuseio a espada, mas ela disciplina tanto meu corpo como meu espírito. Cada movimento deve ser cuidadosamente feito para se ter a máxima eficácia, porém apenas o movimento sem o kiai faz com que um corte saia sem vigor. A realidade da espada é complexa, sem dúvida, mas extremamente revigorante e repleta de autoconhecimento.

 
Quinelatto
 


O treino de hoje foi incrível. Poder lutar de nitô pela primeira vez foi uma sensação realmente inesquecível. Lembrei naquele momento sobre o que o senpai havia falado nos momentos de ouro, o pensamento de iniciante. Lembro ainda o que disse buscar no niten quando comecei a treinar, mas a cada dia percebo que há muito mais a se aprender, do que eu achava no dia anterior. Atualmente estou relendo os livros Go Rin no Sho e ShinHagakure, e a cada parágrafo descubro novos ensinamentos, ou compreendo melhor ensinamentos quais não possuía a capacidade de entender quando comecei no caminho.Treinar os katas antigos deixados por Miyamoto Musashi-sensei nos permite, a cada repetição, estudá-los e estudar a nós mesmos, e assim conseguimos tirar lições que não podem ser expressas em palavras, lições estas que podem, e devem, ser aplicadas tanto dentro do dojo, como no nosso dia-a-dia, o que muda nosso modo de ver, interpretar e reagir às coisas que acontecem ao nosso redor, o que nos torna pessoas melhores. Poder homenagear Miyamoto Musashi-sensei treinando à exaustão os katas do estilo Niten Ichi Ryu foi uma honra e gosto de pensar que é um modo de mostrarmos a Musashi-sensei que seu legado permanece vivo, do outro lado do mundo, sendo passado à nós pelo sensei Jorge Kishikawa e sendo treinado e estudado por guerreiros dispostos a manter este legado vivo por muitas gerações por vir.
 
Vasconcellos




Retornar para últimas postagens


    topo

    Instituto Niten Belo Horizonte
    (031) 99778-9608 / (011) 99734-6497
    bh@niten.org.br