Ir para o Conteúdo

Mural Niten Salvador


Coragem - Palavras de um Gashuku

por Vídeos - 26-jul-2016



Tags: Gashuku, Egan2016_Ago,

Dias de Treinamento

por Niten - 21-jul-2016


(...)


Continua (post completo)

Controlando as emoções

por Vídeos - 20-jul-2016


Dierk é executivo em uma multinacional em São Paulo.

Tags: Egan2016_Ago,

SHINHAGAKURE NO TATAME

por Niten - 04-jul-2016



Max Trombini comenta a importância do livro Shinhagakure do Sensei Jorge Kishikawa.
Max Trombini é referência em superação, luta e determinação, treinou seleções olímpicas em diversos países, levou atletas para o UFC através do seu treinamento, formou campeões mundiais de jiu-jitsu.
• 3º Dan (grau) de judô;
• 4º Dan de jiu-jitsu;
• Diretor executivo do Centro de Excelência da Associação de Judô de Bastos (SP).
• Autor do livro "Aprendiz de Samurai" que deu origem ao Filme "A Grande Vitória" em 2014
SHINHAGAKURE: niten.org.br/shinhagakure

Tags: Egan2016_Ago,

Estagio na ADM - Chagas

por Niten - 01-jul-2016

"Konbawá Sensei, Shitsureishimassu. Na última semana, fui ao Gashuku da Kokushikan e posteriormente estagiei na ADM até sábado. Acredito que essa viagem tenha sido um pulo do gato, tanto para crescer como pessoa quanto para compreender melhor o caminho.

No Gashuku, além de ter a oportunidade de conhecer técnicas novas, pude conviver com pessoas de várias unidades diferentes. Ouvi muitas histórias, conheci mais Senpais que são referência no Niten, tanto na parte técnica quanto nos Katas do Bushido. Além disso, paguei meu primeiro sapinho, que, apesar de ter cansado minhas pernas, me fez perceber coisas que aos meus olhos não eram claras, por exemplo, a necessidade das punições em alguns momentos, não como ferramentas de opressão, mas como reparadores do espírito.

No primeiro dia de estágio, o Senpai Wenzel disse que ia me pôr "na linha". Apesar de não ser problemático, eu não tinha o costume de desempenhar algumas atividades domésticas, como varrer o chão, limpar banheiros ou até mesmo recolher o lixo. Apenas lavar louça e fazer Osooji aqui em Salvador. A importância de desempenhar atividades domésticas foi o coração do estágio, e o Senpai Wenzel me explicou que se eu não souber fazer um pouco de tudo, serei um inútil na vida, que sempre dependerá dos outros. Minha natureza me atrapalhou um pouco na velocidade de execução das minhas missões, devido a realizá-las com muita cautela, e isso foi chamado à atenção pelos Senpais da ADM, o que me motivou a ser mais leve e a parar de achar que tudo pode dar errado. Falta de leveza essa que Sensei e os Senpais também me pontuaram na parte técnica.

Tive a oportunidade de participar de todos os treinos semanais. Apesar de ter ficado exausto, isso e suas palavras, Sensei, me ajudaram a ter uma breve noção do que é um período de "Guerra", do que é "Zanshin"( Sobra de espírito), do quão importante é se levantar e treinar mesmo estando com o corpo moído. Foi uma sorte graciosa estar presente justamente no Birudô em que Sensei e o Senpai Moron marcaram para contar as histórias de sua viagem mais recente ao Japão. Sem dúvida, a oportunidade de ouvi-las me ensinou bastante sobre convivência e sobre o voto de "Ser sempre útil ao mestre".

Agradeço à minha família por me dar essa oportunidade, e a todos que me orientaram.
Espero que outra oportunidade como essa surja. Até lá, buscarei aplicar o que aprendi em meu dia a dia. Arigatou Gozaimashitá, Sayounará"

Chagas



Tags: Estagio,
comentários   1 de 1

Cardoso - SalvadorChagas, ver seus olhos cheios de entusiasmo foi incrível e motivante! E, com suas palavras, fica fácil entender o por quê! Essas experiências nos engradecem muito como pessoas e alegra o meu coração assistir ao seu amadurecimento! Omedetou-gozaimassu! (Continua)

Niten no revezamento da Tocha Olímpica.

por - 27-jun-2016







Veterano de Kenjutsu, arte da espada inspirada nas técnicas de luta dos samurais, conduz a Tocha Olímpica Rio 2016 em Campo Grande




Wenzel Böhm conduz a Tocha Olímpica em Campo Grande

Divulgação/Cobertura Oficial do
Revezamento da Tocha Olímpica
Campo Grande – Duas tradições milenares unidas pelas mãos de um condutor. Nascido na Áustria e criado no Brasil, Wenzel Böhm é Sempai (veterano) de Kenjutsu, arte da espada inspirada nas técnicas de luta dos samurais que protegeram o Japão por anos. Foi ele, convidado pela Nissan, o responsável por levar a chama olímpica pelas ruas de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, neste sábado.

"A Nissan é uma empresa japonesa e fiquei muito honrado de poder representar a filosofia Kenjutsu no Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016. Eu me sinto pequeno diante de tantas histórias que são contadas nesse trajeto, mas é um reconhecimento muito importante. Quando as coisas têm tanta tradição assim, elas carregam muita energia".

Durante o percurso, uma prova da admiração que Wenzel carrega pelo Brasil: alguns de seus alunos, vestidos com o "hakama", calça usada nas lutas, acompanharam cada passo do "Sempai", tirando muitas fotos. Braço direito de Jorge Kishikawa, precursor do Kenjutsu no Brasil e fundador do Instituto Niten, Wenzel começou a treinar há 20 anos e em pouco tempo já se tornou professor, passando a viajar por todo país difundindo a filosofia japonesa.

"A Tocha Olímpica carrega vários valores que nós também acreditamos e trabalhamos muito, como coragem, energia, vontade de ir além. Se você vê um samurai, você enxerga nele uma energia, uma entrega diferente, ele vive intensamente. Vejo que com os condutores da tocha olímpica também tem muito disso".

Hoje o Instituto Cultural Niten está em 16 estados, em todas as regiões do Brasil, e também na Argentina, Chile, Uruguai e México.


(...)


Continua (post completo)

Tags: Egan2016_Ago,
comentários   1 de 1

Maurício Borges - Belém (PA)Konnichiwa Senpai Wenzel e demais Samurais do Niten, Yoroshiku Onegai Shimassu.
Shitsurei Shimassu.
Parabéns Senpai Wenzel, por mais este feito. que é único e mundialmente comemorado.
A escolha não poderia ter sido melhor.
Fiquei muito contente, pelo (Continua)

O Corte Perfeito

por Brenda-Adm - 20-jun-2016

Tags: Egan2016_Ago,

Vencer o Frio

por Luciana - 13-jun-2016



Narabê à - 1ºC

Antes de tudo, domo arigato gozaimashitá Sensei pelo grande ensinamento.
"As mulheres são melhores que os homens"

Quando eu era militar e fui servir em um pelotão de fronteira, eu era a única mulher dentre 81 homens. Sempre ouvia a seguinte frase: “militar é militar, aqui não existe esse negócio de homem ou mulher!" Porém eram as mulheres que tinham as melhores colocações nos testes de tiro. Claro que levei a diante essa frase para continuar em frente, diante de tantas missões e dificuldades.
Após conhecer o Niten ouvi em um Momento de Ouro a frase: “As mulheres são melhores que os homens”. No Shinhagakure, o Sensei explica o porquê. Vi com mais clareza no que somos melhores e como superamos a diferença da força e do tamanho. “Melhor postura” e “Menos vícios” e “Melhor pegada na espada”, assim uma desvantagem em um golpe se torna vantagem noutro e com esse ensinamento fiz o treino de hoje. Momento de Ouro relembrado no início do treino, pois só havia mulher.
Nessa quarta na cidade de Ponta Grossa tivemos temperaturas negativas, o treino foi firme! Chegamos no dojo, Silvia e eu, colocamos nossos kimonos, limpamos o dojo montamos os equipamentos e seguimos. Fizemos um aquecimento bem puxado pois estava frio demais acredito que por volta de 0ºC, treinamos firme o Dai Ni Kihon, e na hora do bogu já estávamos com menos frio, tremendo ainda, fizemos piloto do kyu com bastante kiai, kiai de estremecer o dojo, apareceram alguns curiosos para ver o que estava acontecendo lá, continuamos e, sem parar, fomos direto para o keiko,
-Mas já?!
E lá foi o primeiro men.
-Hai
O keiko bem puxado, com golpes limpos e bem definidos, o bom de estar com energia é estar com vontade de gastá-la, parávamos apenas para trocar de armas, o kiai não baixava, uma querendo dar o melhor golpe melhor que a outra, o kiai mais alto que a outra, ter a melhor postura que a outra, ser mais agressiva que a outra. Estava empolgada com o trecho do Shinhagakure, o keiko estava tão agressivo e tão bom que quase perdemos a hora do fim do treino. Ainda bem que temos a vantagem de não sentir tanta dor quanto os homens, amanhã estarei toda dolorida, mas acumulando energia para gastar no próximo treino, dessa vez com todos do Niten Ponta Grossa, e nós mulheres que treinamos hoje, estaremos mais fortes no kiai e na luta!.

Arigato Gozaimashitá
Sayounará




Silvia e Luciana da unidade Ponta Grossa 





Em São Paulo - Narabê à 5ºC




Alunos Vencendo o Frio

Tags: Egan2016_Ago,
comentários   1 de 1

Guilherme Caran - VitóriaShitsurei shimasu,
Konbawa,

Estive recentemente em Ponta Grossa e posso afirmar que encarar essas temperaturas não é tarefa fácil.
Omedetou gozaimasu e ganbatte kudasai!

Sayonara,
Caran (Continua)

24 DE ABRIL - DIA DO SAMURAI

por - 24-abr-2016

Em homenagem ao Sensei Jorge Kishikawa
na data de seu aniversário, 24 de Abril,
comemoramos o Dia do Samurai
OMEDETOU A TODOS OS SAMURAIS!





Salvador Recebe Gashuku com Senpai Holschuh

por Guilherme Quintella - 28-nov-2015

FotoOficialNiten.jpg

Salvador recebeu no dia 28 de Novembro a visita do Senpai Holschuh da Unidade de Americana. Foi um gashuku incrível que contemplou todas as modalidades e os principais estilos treinados no Niten. Um dia de treinamento intenso, marcado pela convivencia entre guerreiros que partilham de um caminho. 


Birudo.jpg

Relato:

"No gashuku temos sempre uma oportunidade única de nos aproximarmos da "fonte do conhecimento". Passamos anos treinando coisas que, muitas vezes, só nos revelam seus propósitos quando estamos imersos nesses eventos intensos!

Além disso, para aqueles que, como eu, treinam apenas uma das modalidades, o gashuku traz, de "brinde", a chance de conhecer a pluralidade do Budô e, por conseguinte, a possibilidade de resignificar o conhecimento que acumulamos ao longo do caminho. Por isso, devemos nos empenhar, sempre, em agarrar com força esses presentes que nos são ofertados!" (Cardoso)


Últimas postagens:


topo

Instituto Niten Bahia
(071) 98849-0410
salvador@niten.org.br