Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural

Murais das unidades e posts de alunos


Tag  cinema        Retornar para todas postagens

Hadashi no Gen

por Akio Assakawa - Hayabusa - 09-ago-2013



Nessa última sexta-feira (09/08/2013), o Sensei, aproveitando esta ter sido a semana em que 68 anos se completaram desde a explosão da bomba nuclear em Hiroshima, nos reuniu para mostrar-nos um audiovisual, Hadashi no Gen, sobre a situação de residentes da cidade durante a Segunda Guerra Mundial. Conforme o vídeo avançava, o Sensei nos contava o que acontecia na história, visto o áudio estava em japonês e não havia legendas.

(...)



Continua (post completo)

Tags: Hayabusa, Sensei, Cinema,

Corações Sujos - Trailer

por Brenda-Adm - blog - 10-nov-2011

O Filme Corações Sujos, de Vicente Amorim, surpreende o público com o rigor técnico que lembra o cinema americano, é um filme quase todo falado em japonês. Adaptação do livro de Fernando Morais, conta o caminho dos imigrantes japoneses que vieram ao Brasil fugindo da Segunda Guerra. Aqui eram vistos com desconfiança, já que lutavam contra os EUA, aliados do Brasil. O longa conta essa história com a estética dos filmes de Sergio Leone e Bertolucci. E consegue um excelente resultado tanto na narrativa, quanto na forma, tudo pontuado por uma bela trilha sonora do maestro japonês Akihiko Matsumoto.

Novo longa-metragem de Vicente Amorin baseado no livro de Fernando Morais, estréia comercialmente em 2012 e teve pré-estreia no Festival do Rio. Foi também o filme de abertura do Festival Paulinia 2011, Veja o Teaser:

Tags: Cinema,

Audiovisual Samurai do Entardecer

por Silvana-bsb - DF/Brasília - 29-ago-2011

"É interessante num crepúsculo ver o 'crepúsculo' de uma era, na figura trágica de um samurai em busca de um sentido de sua vida. Aproveitemos que em nossa era estamos apenas 'amanhecendo' para o caminho da espada."
(Valberto)


 
"O filme mostrou o poder da kodachi, que um verdadeiro samurai não pode depender somente da espada longa e que até um bokuto é perigoso nas mãos certas. Depois, fazer o keiko com o Senpai Patrick e sentir na pele o poder da kodachi foram experiências inigualáveis. Arigato gozaimashita!"
(Ayres)


Tags: ArteCultura, Cinema,
comentários   5 de 5

Ferreira - TaguatingaApesar de ser um filme O samurai do entardecer nos dá uma mostra do bushidô ao qual buscamos. A kodachi pode ser uma arma mortífera como podemos ver no fime. Subestimar qualquer arma é um erro que no Niten não podemos cometer.
A convivência desse dia com (Continua)

Igor - BrasíliaDo amanhacer ao entardecer, um dia de muito treino para o corpo e a alma !
Arigato gozaimashita.
(Continua)

Furtado - TaguatingaO dia foi muito cansativo, logo produtivo.
Muito kihon no iaijutsu e muito piloto e light no kenjutsu. O almoço foi excelente e é sempre uma oportunidade de aprender os katas do Bushidô.
O filme, com os comentários do senpai Patrick, ajudou muito nos mi (Continua)

Pedro - TaguatingaO convívio, a disciplina e todos outros fatores encontrados no Niten são como a luz que emana das chamas, o requiem de nosso crepúsculo. (Continua)

Oliveira - TaguatingaSão em momentos de risco em que devemos conhecer as diversas partes do Caminho fazendo disso uma estratégia fatal. (Continua)

Os Samurais de Takashi Miike no Festival de Cannes

por Krysamon - blog - 27-mai-2011

HaraKiri.jpg


O Festival de Cannes é um dos mais prestigiados e famosos festivais de cinema do mundo. Acontece todos os anos, no mês de maio, na cidade francesa de Cannes e fazendo parte da Seleção Oficial deste ano tivemos uma grande supresa, um filme nipônico sobre samurais do famoso diretor Takashi Miike.

O filme "Hara Kiri - Death of a Samurai" (Ichimei no original) de Takashi Miike foi um dos mais elegantes esse ano. O nome do diretor é muito respeitado nos círculos da cinefilia e em "Hara Kiri", Miike disseca o universo samurai com seu conto afiado que resgata costumes abandonados. O filme foi apresentado em 3D em Cannes, o que sugere uma tensão do estilo de narrativa japonesa com as imagens em estéreo.

Estamos na mitologia samuraica do Japão antigo, período de paz que terminou por deixar milhares de ‘ronins’ desempregados. Alguns deles, na pobreza extrema, apelam para a seguinte trapaça: o samurai sem mestre procura um senhor de uma grande propriedade e pede para cometer seppuku neste local, visto que isto lhe asseguraria mais respeito e honra. Entretanto, ele já faz isto contando com a misericórdia deste senhor para demovê-lo da idéia da morte, e assim mandá-lo embora com algum dinheiro e ajuda. Mas informado que essa trapaça tem sido muita aplicada, o senhor decide aceitar o hara-kiri, e o pobre samurai terá de cumprir sua palavra de honra.
O rapaz de tão pobre nem uma espada de verdade tem, mas uma de bambu. São 5 minutos de uma detalhada sequência do Seppuku, feita com espada de bambu, ato radical, que irá desencadear uma tragédia que envolverá mais uma dezena de pessoas.

HaraKiri -                      cover.jpg



O filme mostra a força da tradição, e a importância do respeito e da compaixão. É um filme tão bonito quanto a honra samurai! Confira o trailer.





Com a seleção em Cannes de "Hara Kiri", voltou-se o foco para os outros trabalhos de Takashi Miike, sendo impossível deixar de comentar o seu filme do ano passado que teve grande repercussão: 13 ASSASSINS (Jûsan-nin no shikaku no original). Apresentado no Festival de Veneza, o filme foi concebido visando a educação das novas gerações segundo afirmação do diretor.

"O que realmente me assusta é que as pessoas não sabem que esta é a história do nosso passado recente", lamentou Miike, sobre o drama de ação, ambientado no Japão feudal de meados do século XIX. A história não se passa no passado remoto, mas em um passado mais recente, que nossos bisavós viveram", afirmou.

Ao perceber que o filme original foi "feito para a geração do meu pai", Miike disse ter pensado "o que nós, uma outra geração, poderíamos fazer?" Para ele, é triste que "o cinema japonês possa ter esquecido como lidar com estes filmes de época".


"13 Assassins" é a refilmagem de um filme homônimo de 1963. O original foi acusado na época, de plagiar "Os Sete Samurais" de Akira Kurosawa. Também pudera, as película tem de fato uma estrutura bem semelhante. Trata-se de um trama ambientado no Japão feudal, onde um senhor assassina e estupra inocentes protegido pela lei. Para impedi-lo surge a força secreta dos misteriosos 13 assassinos, cada um com uma habilidade singular, dispostos a uma missão suicida para acabar com o mal, este épico japonês baseia-se num incidente verdadeiro.

Desde a seleção dos guerreiros, até a personalidade dos samurais lembram muito o clássico filme de Akira Kurosawa. Só que em "Os Sete Samurais", os guerreiros foram encubidos de proteger um pobre vilarejo, sempre acometido por roubos de ladrões de baixa estirpe. A personalidade dos guerreiros das duas histórias também são bem parecidas. Shimada, protagonista de "13 Assassins", tem o mesmo sobrenome do principal personagem de "Os Sete Samurais", Kanbê Shimada (Takashi Shimura). Além da verossimilidade entre os samurais do bando que a principio são subestimados, mas que ao longo do filme se mostram bravos guerreiros. Na película de Kurosawa, Toshiro Mifune interpretava um samurai alcoólatra que em momentos de sobriedade conseguia manter a postura de bravo guerreiro. Já em "13 Assassinos", o alívio cômico fica por conta de um atrapalhado caçador, que se une ao grupo depois de ajudá-los a encontrar um caminho entre as montanhas. Por fim, ele acaba se tornando o décimo terceiro guerreiro, tal como o personagem de Mifune torna-se o último selecionado na película de Kurosawa.


Todos os anos vários filmes sobre samurais são produzidos no Japão, contudo poucos deles mostram cenas de batalhas épicas como são feitas nessa nova versão de "13 Assassins". Miike se consolida mais uma vez como um cineasta talentoso, mesclando todos os elementos de um bom filme sobre samurais. Duelos e cenas de batalhas, mas onde a violência tem seus significados implícitos, sobre honra, bravura, obediência e ética.

Confira o trailer:




Tanto "Hara Kiri" quanto seu irmão mais velho "13 Assassins" são a lembrança dos épicos do Japão Feudal, as mitologias que precisão rever,  uma nostálgica lembrança sobre honra e compromisso.

Tags: Cinema,

Filme: O Samurai do Entardecer

por Santos-GOI - GO/Goiânia - 24-fev-2011

Miná-san*, no treino do dia 24 de Fevereiro de 2011 assistimos ao filme O Samurai do Entardecer (Seibei Iguchi, 2002), que é citado no prefácio do livro ShinHagakure, do nosso Sensei Jorge Kishikawa.



A seguir, relatos de alguns dos alunos de Goiânia que assistiram ao filme nesse dia:

"Filme conta a história de um samurai pobre que perdeu a mulher e teve que vender a espada para pagar o funeral, e ficou sozinho cuidando de duas filhas e a mãe senil. Devido suas precárias condições, ele era muito desleixado com a aparência porque tinha que fazer de tudo para conseguir sustentar a família, então não tinha tempo para sair com os colegas de trabalho e sempre ia embora diretamente para casa ao fim do expediente, ao entardecer, o que lhe rendeu o apelido de Sr. Entardecer." - Akemi

"Em época de paz, alguns samurais são tentados a relaxar e fazer com que seu espírito guerreiro adormeça, como foi mostrado no filme “O Samurai do Entardecer”, porem, mesmo com seu espírito de guerreiro adormecido Seibei Iguchi, o protagonista do filme, não deixa sua honra e seus princípios morrerem. A mensagem que esse filme me passou foi que, mesmo com o espírito de luta relaxado, sempre devemos ser fieis honra e nunca deixar de viver intensamente, como se aquele minuto fosse ser o ultimo." - Teko

 

"Me chamou a atenção que Seibei, ao contrário do que diziam os mais tradicionalistas, incentivou as filhas a estudarem Confúcio (base filosófica do Japão), atividade que era na maioria das vezes restrita aos homens. Justificou dizendo que mesmo que os tempos e o mundo mudem, quem souber pensar encontrará uma forma de sobreviver. Para ele, também, nada era mais valioso que ver suas filhas crescendo aos poucos, dia após dia, ao invés de sair para beber com os colegas de trabalho e passar o tempo com concubinas. Posturas como essa demonstram o quanto era nobre esse samurai." - Santos


 

"Ele (Seibei Iguchi) vivia em uma época em que samurais tradicionais praticamente não mais existiam. Porém, mesmo que muitos a sua volta agissem de forma egoísta e irresponsável, Iguchi conservava atitudes de um verdadeiro samurai. Apesar de ser pobre, ele realizava suas tarefas com grande empenho e perfeição e ainda cuidava de duas filhas e uma mãe (que mal conseguia lembrar seu nome). Era um homem sem grandes ambições, que vivia de forma honesta e não se deixava levar pelos maus indivíduos que o cercavam. Em batalha, apesar de estar um pouco "enferrujado", era calmo e preciso. Certamente Iguchi Seibei, acima de tudo é um grande exemplo de pessoa, do tipo que raramente se pode ver hoje." - Renan

"Na caminhada, estar atento e ser guiado pelas virtudes.
Treinar a mente e a técnica.
No amanhecer e no entardecer: Senki*, sempre.
" - Débora

Sayounará, arigatou gozaimashitá!


*miná-san = pessoal
*senki = espírito guerreiro
*sayounará = saudações
*arigatou gozaimashitá = muito obrigado

Tags: Relato, ArteCultura, Cinema,

100 anos de Kurosawa

por Brenda-Adm - Niten - 06-jul-2010

Konichiwa""
Hoje Resolvi falar de Cinema.
Por que descobri que esse ano Comemora-se o centenário de Akira Kurosawa.
Kurosawa dedicou sua carreira como diretor, Lançou vários Filmes com a temática Samurai.
Filmes que muitas vezes são comentados  pelo Sensei nos Momentos de Ouro.

Kurosawa Ganhou os maiores prêmios do mundo:
- a Palma de Ouro em Cannes, o Oscar de Hollywood.
Nasceu no dia 23 de Março de 1910, em Tóquio. Faleceu no dia 6 de Setembro de 1998,consagrado como um dos maiores artistas do cinema.

O filme japonês Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa, é o primeiro lugar da mais recente lista da revista Empire
Com os melhores filmes que não vieram de Hollywood,
Que não são falados em língua inglesa. A Lista tem no total, 100 selecionados.
Veja a Lista

Que tal celebrar os 100 Anos de Kurosawa Assistindo: Os Sete Samurais de 1954, Ran de 1985 ou Sanjuro de 1962.

 


Akira Kurosawa

Tags: Cinema,
comentários   3 de 3

Alejandro Donoso - Santiago de ChileOnegai shimassu.. ``Siete Samurais`` de A. Kurosawa es sin duda una de las más grandes peliculas del género chambara. Es parte de mi colección particular de películas de samurais. Quisiera nombrar también, por sobresalientes, las clásicas ``Rashomon``, `` (Continua)

oguri - sao paulotempos de férias, sair da rotina, viajar...
grande oportunidade para relaxar e refletir...

minha forte recomendação de Kurossawa:
``Derzu Uzala``

Se voce vai ao gashuko de inverno, não deixe de assistir. (Continua)

Wenzel - São Paulo``Derzu Uzala`` , filme de outro tempo e adiante de seu tempo.
Nada como rever no ano do Tigre.
(Continua)

Karate Kid está de Volta!

por Niten - Niten - 06-jul-2010

Quem não se lembra do Clássico Filme karatê kid ?
Mesmo para quem não é da sua época deve ter visto em alguma "Sessão da Tarde".
Para todos que gostavam da relação de respeito e amizade do Daniel San e o seu Sensei Miyagi
Está para estrear um remake do filme

O filme original foi estrelado por Ralph Macchio (Daniel San) e Pat Morita (Sr. Miyagi)
A refilmagem conta com a presença de Jack Chan, como Mr. Han, e Jaden Smith (filho de Will Smith) como Dre.

E conta a estória de uma mãe solteira que é obrigada a ir trabalhar na China e, com isso, leva seu filho junto.
O Garotinho encontra dificuldade de adaptação, comunicação e preconceitos.
Ao conhecer Mr. Han ele passa a tomar aulas de karatê.

“The Karate Kid”  Estreia já já no Brasil - 16 de Julho de 2010. 
Não dá pra perder!
 

Tags: Cinema,
comentários   4 de 4

Hsu - São Paulo-SPOhaio, Há várias explicações para o título do filme, dou mais uma. No primeiro trailer do filme, Dre Parker (Jaden Smith, ótimo no papel) apanha do garoto chinês que, em tom de deboche, o chama de Karate-Kid. Como curiosidade cito o fato que Jaden treina (Continua)

Adeval - JandiraKonnichiwá, Tony e Daniel.
gosto bastante do filme karatê kid e de como foi abordada a filosofia marcial, que acredito ter inspirado uma geração.
Confesso que esperava que filme fosse se chamar Kung-fu kid, mas fazer o que...
também sou fã do Jackie C (Continua)

Daniel Wolf - SPOlá Tony,
o filme ``Karate Kid`` (original) é muito significativo e marcante para toda uma geração,
a minha inclusive!
Todos os clichés do mestre de arte marcial e do aprendizado da arte marcial e do Caminho estão lá!
Mas confesso, que acho que os cli (Continua)

Tony - São PauloLegal o Filme, só não entendo porque chamar de ``karate`` kid, se o lance é kung fu. Acho que só vem a confundir quem não conhece as culturas orientais. Abraços! (Continua)

Confúcio

por Brenda - Niten - 06-jul-2010

Um filme que tem tudo à ver com o Niten e o Caminho do Guerreiro, está para estreiar.
O longa biográfico sobre o mais célebre filósofo e educador da China Antiga, Confúcio.

Confúcio foi a figura histórica mais conhecida na China como mestre, filósofo e teórico político.
O confucionismo, teve forte influência não apenas sobre a China mas também sobre toda a Ásia oriental.
Confúcio é  Constantemente Citado pelo Sensei nos Cafés e Momentos de Ouro

Conhece-se muito pouco da sua vida. O Longa promete contar o mais fielmente a história de Confúcio.

O filme Estreou na china em 22 de Janeiro e ainda não tem um distribuidor.
Portanto não há data de estréia prevista no Brasil, Quem conseguir um DVD avisa a gente aqui no Blog pra  assistirmos também.
mas enquanto esperamos podemos ficar com o trailer que exibe uma grande produção e qualidade.
 

Tags: Cinema, Confucio,

Bushido e a adolescência

por Danilo - SP/Campinas - 18-mai-2010

Konnichiwa,
A todos de 16 anos do Niten, e ao lado 16 anos de todos do Niten!
Chega às telonas do Japão o filme Bushido Sixteen. O filme conta a história de duas colegiais praticantes de kendo; a Kaori, garota de cabelos longos, dedicada aos treinos, que busca vencer sempre; e a Sanae, garota de cabelos curtos, que gosta de se divertir bastante e com o apoio da Kaori desenvolve sua habilidade na espada. No decorrer da história, mostra um pouco da relação dos jovens japoneses com o budo, torneios, aulas... (será que é muito diferente daqui?)
O filme promete um final emocionante.

Confiram os trailers oficiais (o segundo ficou muito bom!!!):

http://www.youtube.com/watch?v=x0p-H3RV4Mw

http://www.youtube.com/watch?v=sYEfUROZahI


Vamos torcer para que chegue até nós...
Sayounara.
Danilo

Tags: Cinema, Bushido,


Tag  cinema        Retornar para últimas postagens


topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h