Ir para o Conteúdo
imgcentral
Thaíde e seus companheiros de Shugyo, da esquerda para a direita: Meloni (SP), Costa (RJ),Fugita (SP), Wenzel, Thaíde, Fujimura (SP/Florianópolis), Vaz (RJ) e Gilberto (SP) - Agosto 2011

Shugyo

Treinamento espiritual e físico intensivo para alunos graduados


Fortalecer o corpo e o espírito por meio de um treinamento severo, intenso e desafiador: esse é o Shugyo!
Reservar um tempo para conhecer suas limitações, físicas e emocionais, e se colocar à prova para forjar a espada da alma para as batalhas do cotidiano.

Muito tradicional nas diversas artes japonesas, o Shugyo sempre foi para o guerreiro, o Samurai, um Caminho para a compreensão profunda do que significa lapidar a alma por meio do Bushido. Uma rotina austera de treinamento, meditação, trabalhos manuais e abnegada disposição para servir, constituem alguns dos elementos que podem esclarecer a mente do guerreiro sobre os valores e princípios essenciais para uma vida plena e feliz.

No Instituto Niten, frequentemente, alunos, monitores e coordenadores de todo o Brasil e América Latina desembarcam em São Paulo para períodos de treinamento intensivo com o Sensei Jorge Kishikawa e os veteranos da sede do Instituto. São momentos de grande impacto existencial, momentos de combate, reflexão, visita aos limites físicos e emocionais, momentos de aprendizado com o Mestre.

Deixar de lado a mente, o ego, para dar lugar ao coração, ao sentimento puro, são alguns dos objetivos do treinamento Shugyo. Uma imersão completa no Caminho do Guerreiro, atestam os Samurais do Instituto Niten, é uma limpeza profunda do espírito, renovando a energia desses guerreiros para a difícil batalha da vida.

São aceitos no Instituto Niten para fazer Shugyo alunos que já tenham graduações a partir 5° Kyu (terceira faixa que equivale a pelo menos 2 anos de treino aplicado). Alunos mais veteranos chegam a fazer Shugyos com frequência, buscando, a cada nova experiência de treinamento intensivo, o aprofundamento na compreensão do Caminho da espada.

Os perfis dos discípulos que vêm treinar com o Sensei Jorge Kishikawa são variados, desde jovens até os mais vividos, homens e mulheres. Os desafios de cada um portanto também variam, de forma que sejam para todos difíceis, intensos, porém transponíveis, pois foco do Shugyo é proporcionar àqueles que têm o coração aberto a oportunidade de descobrir novos limites e horizontes, e crescer para dentro de uma existência ampliada através da experiência do treinamento profundo: trazer os benefícios da Espada que dá a Vida, em abundância.

Cada Shugyo, por isso, é uma experiência de vida única, memorável, inesquecível. Ao final de cada Shugyo, o Guerreiro Samurai pode fixar os olhos, do alto da montanha, a todo o fardo inútil que o cotidiano acumula em nossas costas. Espírito renovado, limpo e cristalino, eles estão prontos para voltar aos compromissos do dia a dia com a espada do espírito afiada, atenção plena, e coração treinado para continuar no Caminho com decisão e força!


Shugyos no Niten



Tag  todos        Retornar para todas postagens

Shugyo: Ir a la Guerra

por Daniel Ricciuti - AR/Buenos Aires - 18-dez-2018



Shiturei shimassu
Un alto en la batalla para poner en palabras las emociones vividas durante el Shugyo.
A tres anos cuando comece o caminho do Niten, Senpai Joel, pergunto cuantos anos eu tinha, 58 respondi, e ai ele disse "Daniel você não pode perder tempo" e a ficha caiu, a partir desse momento prometi me a mi mesmo fazer tudo em cuanto eu puder não amanhã, hoje.
Rápido pasa la vida y nunca hay tiempo para uno mismo,pero decidí desligarme de las batallas cotidianas e ir ala guerra.

(...)



Continua (post completo)

Tags: Shugyo,

A guerra é constante!

por Gabrielle-Cax - RS/Caxias do Sul - 12-set-2018

Mina-san!
Já passaram nove dias do início do meu shugyo, treinamento intensivo com o Sensei!
 
Esse shugyo tem sido um turbilhão de sentimentos, a cada segundo é um men ippon que levo, porém, não há tempo para parar: a guerra é constante!

Foi com esse sentimento que lutei com o Sensei de Kusarigama (foice com corrente) de bougu! Meu objetivo era ir para frente, manter o kiai e a energia alta! Mas o mais importante era ter estratégia na hora do combate, tentei atacar primeiro, interrompendo o Sensei em seu movimento, por um segundo achei que ia conseguir fazer algum golpe, mas no outro segundo já estava no chão, imobilizada com a kusarigama.

Nós aprendemos mais quando levamos um golpe ippon do que quando conseguimos vencer a luta!

Cada luta, a cada golpe deferido estou com o meu espírito cada vez mais fortalecido para voltar a Caxias do Sul!



Gabrielle, Sensei e Freitas pós treino na Ana Rosa

Até breve!
Arigato gozaimashita
Gabrielle

Tags: Shugyo,
comentários   3 de 3

Wenzel - Stela,
seu comentário inspirado!
só uma palavra: ela não adquiriu nada no shugyo por ´´osmose``, foi lutando mesmo.
Lutando contra o tempo, as dificuldades, o cansaço, os adversários e principalmente contra si mesma.
O que ela traz de volta é genuina (Continua)

Stela - Caxias do SulKonnitchiwa Gabrielle!
Shitsurei shimassu!

Ainda não consigo imaginar ao certo como que deve ser essa experiência de shuguyo, no entanto vejo que cada colega que vai escalar essa montanha, para se encontrar com o sensei, retorna diferente.
Até então (Continua)

Marco Rodrigues - Jaquirana, RSShitsurei Shimassu Senpai Gabrielle, ohayo gozaimassu, Omedetou Gozaimassu por vossas vitórias e pseudos derrotas no seu recente Shugyo, muitas vezes, apenas persistir nos diferencia dos demais e nos propicia aprender, as lições de casa não são por nosso (Continua)

Shugyo - Impieri

por Niten - blog - 08-jun-2018

Impieri - Rio de Janeiro
"Yoroshiku Onegaishimasú!

Quanto ao Shugyo, o objetivo principal
que era vencer desafios e, principalmente,
fortalecer o meu Espírito,
sem dúvida foi alcançado.
Saí fortalecido!!!

Domo arigatou pela oportunidade de conviver
com o Sensei, com Senpais e com alunos de
várias Unidades.
Aprendi muito!

Sayounara"
Impieri - Rio de Janeiro








Impieri após Treino no Dojo Itaim




Impieri à esquerda no 16º Toneio de Kobudô

Tags: Shugyo,

Shugyo de Izakiel - Fortaleza

por Niten - blog - 11-set-2017

Izakiel ficou em Shugyo (Retiro de treinamento intensivo com o Sensei Jorge Kishikawa e os veteranos da sede do Instituto )
No mês de Setembro, Izakiel escreveu sobre essa experiência de perseverança e superação:





O Shugyo é uma experiência intensa, em meio as tarefas e treinos diários, questionei minha capacidade de continuar.
Com o passar dos dias, percebi que embora as tarefas demandem minha energia, os treinos me recarregavam para o dia seguinte.
 
No Dojô, os Senpais demonstravam sua didática e liderança ao puxar os treinos, colocando tantos alunos em ordem sem baixar a energia do grupo.
A presença do Sensei é o fator mais importante. Com olhar aguçado e experiente, corrige a todos, apontando aqueles detalhes que não pudemos notar.
 
Shugyo também é convivência e cotidiano. Aprender a transportar a mesma energia que alcançamos nos treinos para o cotidiano, seja em nossas ações ou na convivência com outros, é algo dificílimo e vou me esforçar para melhorar neste ponto.
 
Agradeço ao Sensei pelas observações precisas e por partilhar seu conhecimento.
Aos Senpais pelos exemplos de conduta e pelos treinos.
Aos colegas de treino que me possibilitaram avançar no Caminho.
 
Domo Arigatô Gozaimashitá a todos.
 
Izakiel Paz 

Tags: Shugyo,

Shugyo - Fevereiro 2017

por Joé - RS/Caxias do Sul - 06-mar-2017


Joé desu.
Yoroshiku Onegai Shimasu.

"O nosso maior inimigo somos nós mesmos".
Jargão repetido à exaustão em diversas mídias e, apesar de estar gasto, sua verdade ainda permanece.

Acredito que a raiz da força deste inimigo tão forte seja o fato de sabermos tão pouco sobre ele.
Somos frequentemente surpreendidos por sua astúcia e pelas variadas maneiras que encontra de nos atacar e assim que levantamos, lá está ele, em guarda, esperando um segundo de nossa desatenção para lançar sua próxima ofensiva.
Temer o desconhecido está em nossos instintos básicos e o medo de enfrentarmos nossas falhas alimenta e fortalece ainda mais aquele que já parece invencível.

Nos últimos treinos Sensei nos apresentou aquilo que acredito que seja a chave para darmos vários, (se não todos) os passos necessários para não sermos mais derrotados, ou pelo menos não sermos surpreendidos pelas nossas fraquezas, medos e quaisquer outros fantasmas do passado.
A retidão uma solução simples, assim como todas as boas soluções, mas não por isso que ela se torna fácil.
Cultivar apenas o espírito da retidão em todos os nossos dias, eventualmente eliminará aquilo que desconhecemos de nosso espírito e, talvez um dia, perceberemos que aquele inimigo não era tão forte assim, ou sequer era nosso inimigo, mas sim alguém que nos incentivava a crescer, mesmo que isso representasse o seu fim.

Domo Arigato Gozaimashita Sensei, por direcionar-nos no Caminho.
Domo Arigato Gozaimashita Senpai Wenzel por dar utilidade às minhas orelhas. 

Tags: Shugyo,

Shugyo - Petersen

por Niten - RS/Porto Alegre - 13-dez-2016

Petersen é Aluno no Dojo Porto Alegre do Instituto Niten,  passou uma semana de  Dezembro em Shugyo* na ADM




"Petersen desu, Yoroshiku Onegai shimasu.

Neste gashuku e shugyo que passei em dezembro, aprendi muito sobre o caminho do Niten e desaprendi muitas coisas erradas que eu achava que sabia.
Esvaziar a xícara diariamente, é isso que o shugyo oferece,
Faz pensar em desistir e fingir que nunca aconteceu e esquecer o que aprendeu e logo depois refaz a vontade de estar aqui, cada vez mais forte.

Fazer mais, aproveitar mais, ser mais, cortar os vícios e o que não serve. Tudo isso despertou em mim depois dessa experiência, de ouvir o Sensei e ter um pouco de visão crítica sobre meu comportamento antes do Shugyo.

O Convívio com os antigos e o Mestre é tudo.
Volto para casa um pouco triste com a despedida, por saber o quanto estar aqui me faz crescer e como ainda tenho muito a aprender com as pessoas daqui.

Volto muito satisfeito com o tempo que passei sendo corrigido, aprendendo os katas, convivendo e escutando diretamente do Sensei ensinamentos para a vida.

Aprendi que a parte mais difícil do caminho são as pessoas, começando por nós mesmos se estivermos fracos no caminho.
É preciso viver a vida intensamente, como os dias de shugyo.

A despedida é difícil por tudo que comecei a aprender, a vontade de aprender ainda mais. A despedida é difícil porque conviver com os grandes é o que nos torna grandes.

Ser um tubarão, não um bagre!!
Boas memórias, despedida difícil.

Arigato Gozaimashita" 
Petersen.





Shugyo = No Instituto Niten, alunos, monitores e coordenadores de todo o Brasil e América Latina desembarcam em São Paulo para períodos de treinamento intensivo com o Sensei Jorge Kishikawa e os veteranos da sede do Instituto.

Tags: Shugyo, Egan2016_dez,

Shugyo do Mendes

por Niten - Caxias do Sul - RS/Caxias do Sul - 09-mar-2016


Cuidar do Dojo e do grupo, ser um exemplo; isso é ser Senpai

"De fato esse meu terceiro Shugyo foi bem diferente! Logo no início Sempai Wenzel me delegou a função de coordenar os outros shugyos e o estagiário​.
A cobrança direta e pressão psicológica foi bem mais leve do que nos outros dois Shugyos que realizei, porém a responsabilidade foi deveras maior!

(...)


Mendes foi o Campeão do 13º TBIK (Torneio Brasileiro Individual de Kobudo) na categoria máxima (Kobudo), na foto está usando Naginata

Continua (post completo)

Tags: Shugyo,

Shugyo do Rovere - Conserto

por Niten - PR/Ponta Grossa - 02-fev-2016



Fabricio Rovere é Sargento no  Batalhão de Infantaria Blindado  
e Coordenador da Unidade Ponta Grossa/ PR 


"Quando decidi fazer o Shugyo, foi pra mim como ir em busca de algo que a algum tempo já sabia que precisava. Motivos para não ir tinha de montes: falta de tempo, outros compromissos, dificuldades com a viagem, receio de não estar preparado.

Mas eu pensei: -"Se eu for esperar as condições ideais para poder ir, talvez nunca vá".

Então arrumei as malas e fui, porque eu precisava de conserto. Estava quebrado, meu espírito estava cheio de falhas, as quais eu nem conseguia identificar direito. É como aquele barulhinho que aparece no carro enquanto a gente está dirigindo e não conseguimos identificar de onde vem. Com o tempo desistimos de procurar e até nos acostumamos com ele, passa a ser algo natural e nem o ouvimos mais. Mas ele está lá. Quem chega perto se incomoda, embora não consiga identificar também a origem do problema.

Pois bem, não cabe aqui entrar em detalhes sobre o que eu vivi nesses 6 dias, mas de uma maneira bem resumida, posso dizer que convivi com pessoas que me receberam muito bem, com muita tolerância para os meus "barulhos", que me mostraram de várias maneiras onde eu estava errando, muitas vezes sem dizer nada, mas sem nunca deixar passar um erro sem que fosse corrigido.

Algumas dessas pessoas também me proporcionaram situações onde pude eu mesmo identificar minhas falhas, minhas fraquezas e vícios. Algumas ainda fizeram vir à tona esses defeitos, partes podres do meu espírito, que estavam escondidas demais para serem alcançadas.

E por fim, encontrei alguém que com certeza é muito especial. Que possui muitos dons, inclusive o da Percepção, e que conseguiu descobrir no meu olhar o motivo disso tudo, a parte doente do meu espírito e que precisava de conserto.

Domo Arigato Gozaimashitá ao Sempai Wenzel e a todos os Sempais da ADM por terem me recebido, guiado e orientado tão bem durante esses dias em que estive com vocês.

Domo Arigato Gozaimashitá ao Sensei Jorge Kishikawa por ter dedicado tempo e energia para me consertar e me mostrar o Bushido.

Sayounará."  
Rovere - Unidade Ponta Grossa 

Tags: Shugyo,

Shugyo Mendes Caxias do Sul

por Mendes-Cax - RS/Caxias do Sul - 31-out-2013

A Serra Gaúcha esteve em Shugyo no período de 21/10/2013 a 29/10/2013.  Tive a oportunidade de passar
8 dias de treinamento intensivo ao lado do Sensei e dos Senpais das unidades de São Paulo.


Foi um grande aprendizado poder praticar os Katas do Bushido diariamente, sempre com o olhar atento do Sensei e dos Senpais da ADM!



Aprendendo os Katas do Bushido  no convívio com o Sensei e Senpai Wenzel




Treinamento intensivo todos os dias



Convívio diário com o Senpai Silva.


Este Shugyo vai ficar marcado na memória!

Domo Arigatou Gozaimashita Sensei!
Domo Arigatou Gozaimashita Niten!

Mendes
Unidade Caxias do Sul

Tags: Shugyo,

Superação de limites e espírito renovado!

por Niten - DF/Brasilia - 08-nov-2011

"...Não é possível expressar em palavras como o vento que sopra no rosto ao abrir a porta do Hokkaido se torna o mais refrescante após um treino forte ! ..."

"No final do mês de outubro estive em SP para treinamento; foram 8 dias de treinos fortes pela manhã e administrativo a tarde... e mais treinos à noite !

Para mim, aos 38 anos de idade, mãe de 3 filhos e com algumas limitações físicas, foram dias de vencer esses obstáculos, tirar força de onde parece não existir mais e estar atenta a tudo que o Sensei e os senpai passam em cada treino, conversa, reunião e até mesmo durante os momentos de descontração.

Não é possível expressar em palavras como o vento que sopra no rosto ao abrir a porta do Hokkaido se torna o mais refrescante após um treino forte ! Como água é tão valorizada após cada treino e como o silêncio do zazen e do shodo trazem tanta paz e renovam o espírito ! O silêncio tem um sentido diferente quando estamos em treinamento !

Momentos marcantes foram vários; um que jamais vou me esquecer foi acompanhar uma aluna colocando o hakama pela primeira vez e ver as lágrimas de satisfação descerem em seu rosto e pensar, para mim: "manter o espírito de iniciante", o quanto isso é importante; e cuidar dos iniciantes, eles são o futuro do Niten.

Falar sobre esses dias é dificíl, pois são dias únicos ! Só quem vive vai saber, sentir e aproveitar a oportunidade."

Arigato gozaimashita, Sensei, pela oportunidade, paciência e pelos ensinamentos.
Arigato gozaimashita senpai Ricardo, senpai Wenzel e Patrick pela oportunidade e por acreditarem em mim.
Arigato gozaimashita senpai Fugita pelo apoio e ensinamentos.
Arigato gozaimashita a todos os senpais e funcionários da adm por me fazer sentir em família e pelas palavras de apoio.

Tags: Shugyo,

A Liga - Shugyo do Thaíde

por Niten - blog - 01-nov-2011

Shugyo de Thaide
A LIGA entra no mundo de quatro comunidades diferentes: Thaíde vive dois dias como um um samurai do Instituto Niten

Parte 1



Parte2



Extras



Por dois dias em agosto abrimos uma exceção e aceitamos o apresentador Thaíde na Sede Administrativa em São Paulo para um Shugyo: treinamento espiritual intensivo.

Normalmente somente alunos graduados com o 6° ou normalmente 5° kyu e acima (segunda ou normalmente a terceira faixa e acima) são aceitos neste tipo de treinamento. A maioria dos alunos já treina com afinco há pelo menos dois anos antes de solicitar poder fazer um Shugyo, ou mesmo ser aceito para um.Muitos nunca chegam a fazer e um tampouco é algo obrigatório para os alunos.
Mas para quem faz este tipo de treinamento, é sempre inesquecível e um marco no Caminho.
O Shugyo de cada aluno que passa pela sede administrativa do Niten em São Paulo é também sempre um pouco diferente um do outro, mas para todos são dias, treinamentos e desafios duros, muito duros e difíceis de serem vencidos.Não foi diferente para o apresentador e rapper Thaíde.
Apesar de terem sido apenas dois dias, foram intensos em cada hora do dia e da noite, e Thaíde, que nunca tinha tido nenhuma aula de espada sequer avançou neles como muitos o fazem apenas após muitos meses de treinamento.
Atividades, treinos, combates, tudo foi real, assim como o empenho do próprio Thaíde, que entrou com tudo nesta experiência.

Tags: Shugyo,

O Importante é o Cotidiano

por Niten - PE/Recife - 13-jan-2010

Shugyo de Rodolfo - Recife
Vídeo gravado durante o Shugyo de Rodolfo, da Unidade Recife.
O Shugyo é uma jornada de treinamento intensivo físico, técnico e espiritual. Dentro do Instituto Niten os alunos vem à São Paulo para Shugyo.
Rodolfo sintetizou o espírito do Shugyo na frase do Sensei Jorge Kishikawa:
"Tsune ga dai ji - O importante é o cotidiano".



Tags: Shugyo,

El Cielo o el Infierno

por Niten - AR/Buenos Aires - 06-dez-2009

"...Por un lado la posibilidad de que sensei dedique un hora de su preciado tiempo para entrenar a solas. Por otro un agotamiento que no permite siquiera sentarse sin sentir fatiga..."

"Es domingo a las 19.00 hs, estoy en el avion de regreso a mi casa luego de haber terminado mi shugyo, con muchos pensamientos en mi cabeza pero tal vez la duda que mas me ocupa es:
El shugyo es un privilegio o una tortura? es el cielo o el infierno mismo?
Por un lado la posibilidad de que sensei dedique un hora de su preciado tiempo para entrenar a solas es sin dudas un LUJO. que sempai Akira se levante todas las mañanas muy temprano para supervisar el entrenamiento particular de Niten Ichi es algo que muy pocos hemos tenido la suerte de vivir, las INCREÍBLES comidas en Adm son una bendición; que los sempais se preocupen constante mente por que mejoremos nuestras técnicas, guardias y estrategias es sin duda una gran ventaja para mejorar, hasta aquí uno pensaría que el shugyo es sin duda el cielo pero como dicen la vida no es un mar de rosas...

Tener que levantarse a las 4 de la mañana luego de haber dormido poco o nada (ahi que mantenerse toda la noche alerta por si "atacan" ), ponerse ropa todavía húmeda del día anterior, entrenar aunque duelan los pies al caminar, estar parado e incluso SENTADO!!!! Un agotamiento que no permite siquiera sentarse sin sentir fatiga, comidas que apenas alcanzan para calmar por un muy corto periodo el apetito. Un entrenamiento tan intensivo que el cuerpo comienza a fallar, incluso el espíritu parece romperse, incapaz de soportar un instante mas... En ese momento que parece que estamos por caer muertos, incapaces de movernos, llega la orden de entrenar mas duro, mas fuerte.... Hacer un kata "batiendo" el piso cuando duele caminar y estar parado. Las plantas del pie y el talon se sienten explotar. El calor sofocante de San Pablo que hace sentir que se esta entrenando en las puertas del mismo infierno y después de esto que llega? para terminar el entrenamiento del día... Ejercicio LIGHT!!!! Realmente se puede tener una mirada, si no es el infierno al menos del purgatorio....

Ya con el avión aterrizando pienso que me vendría bien un poco de relajo y descanso aunque no dejaba de pensar en las palabras de sensei "Zenki en los dias de guerra y los minutos de paz". Al salir del aeropuerto y encontrarme con los que me habían ido a buscar me entero de malas noticias, lejos de ponerme mal, entristecerme o deprimirme siguiendo un consejo de sensei "Luego de la lucha no se quite la armadura, AJUSTE LA" me prepare para enfrentar todos los desafíos que se avecinaban, sabiendo que -con mucho esfuerzo- iba a poder vencer una vez mas....

Debo decir finalmente ahora que me encuentro en mi casa de nuevo atravesando un momento personal bastante difícil, nunca creí que el shugyo me pudiera ser de tanta utilidad en el plano personal, en estos días me doy cuenta que si bien no entreno tan duro (ken,iai,jo) si mantengo el mismo ritmo de guerra (poca comida, poco sueño y corriendo todo el día) y esto lejos de desmoralizarme me recuerda al entrenamiento en Brasil y eso me da energía para seguir en combate.....

Sensei : Domo arigato Gozaimashita por aceptarme y compartir con migo intenso entrenamientos e ensinamientos
Sempai Joel : Sin el hay yo no estarua en Niten se es Shugyo. Domo Arigato Gozaimashita.

Me despido con una frase de Sempai Joel :
" Una dica de Sensei vale su vida "
¡Sayounara arigato Gozaimashita!"

Tags: Shugyo,

Um Passo Para Si

por Niten - AR/Buenos Aires - 04-dez-2009

Shugyo de Gaston Tedesco
Gastón Tedesco é aluno do Instituto Niten da unidade Argentina.
Gastón veio a São Paulo buscar o significado de Shugyo.
E descobriu que o significado não era tão simples, pois é preciso viver o sentimento, já que todos têm seus próprios desafios internos para combater.
Para ele o significado era provar para si até onde podia chegar, testar seus limite físicos e espirituais e concluir seu treinamento intensivo.
Dando mais um passo em seu caminho.





Tags: Shugyo,

Relato Shugyo: Ir até o fim...

por Santos-GOI - GO/Goiânia - 30-nov-2009

"Shugyo é como um kirikaeshi* demorado, parece não ter fim. Durante a execução você fica bem atento para manter o kiai*, para não deixar os braços abaixarem, para não deixar os golpes escaparem, são muitos detalhes e você esta totalmente focado neles. No entanto, tem uma missão de ir ate o final, mesmo já tendo ultrapassado seus limites físicos. Quando você escuta ...”ultimo men*...” o mundo parece parar para aquele golpe que deve ser perfeito, sem falhas, então vem o “Iamee” (terminar), a partir desse momento algum entendimento virá, pode ser exatamente naquele instante ou mais tarde com as auto-reflexões.

Meu shugyo começou em São Paulo no dia 16/11 (segunda) sobe a supervisão do Sensei, dos Senpais* da ADM*, principalmente do Senpai Adeval e claro de todos aqueles que trabalham na ADM que de uma forma ou de outra estão lhe ensinando algo constantemente. No dia 20/11 (sexta) parti para o Rio de Janeiro, para então, sobe a supervisão do Senpai Wenzel e Senpai Renault encerrar meu shugyo no dia 22/11 (domingo).

Em São Paulo cruzei mais uma vez minha Espada com pessoas fantásticas, dedicadas, disciplinadas, verdadeiros exemplos. Treinos matinais de Niten Ichi Ryu com o Senpai Akira. Com o Senpai Adeval, treinos em diversos lugares, diversas durações, estilos, diversos katas do Bushido. No Rio, 40 Co e uma realização, conhecer uma das maiores e mais fortes unidades do Brasil. La tive a oportunidade de aprender muito com o Senpai Wenzel e de lutar com todos alunos que estiveram presentes nos treinos de sábado e domingo. Sei que em ambos lugares fiz novos colegas que torcerei para velos em novas ocasiões.

Como coordenador da Unidade Goiânia minha atenção não estava focada somente para a minha evolução no Caminho da Espada, mas também em captar o máximo de detalhes no convívio com outros coordenadores de São Paulo e Rio de Janeiro para fazer com que a Unidade Goiânia também evolua.

Com certeza meu shugyo foi tão pesado quanto o de vários guerreiros que passaram por São Paulo em busca desse treinamento, mas para mim ficará marcada a sensação de ter ido até o final com todo meu empenho para ter certeza de que ainda falta muito para ter uma compreensão sobre o Caminho e o que me resta é continuar buscando.

Domo Arigato Gozaimashita a minha família pela compreensão.
Domo Arigato Gozaimashita a Unidade Goiânia por ser um incentivo constante.
Domo Arigato Gozaimashita por todos da Unidade do Rio de Janeiro que me mostraram verdadeiras mensagens a cada luta.
Domo Arigato Gozaimashita a todos que trabalham na ADM e que fazem com que os objetivos do Sensei e dos Senpai dêem certo.
Domo Arigato Gozaimashita ao Senpai Akira pelos treinos matinais e toda preocupação com a Unidade Goiânia.
Domo Arigato Gozaimashita ao Senpai Adeval por sua constante atenção e preocupação em ensinar os katas do Bushido.
Domo Arigato Gozaimashita ao Senpai Kenzo que no Rio de Janeiro abriu mão de tarefas pessoais do seu domingo para que eu conhecesse o Corcovado (Cristo Redentor).
Domo Arigato Gozaimashita ao Senpai Renault por ensinar tanto sobre paciência, serenidade, lealdade e claro Arigato pelas cervejas.
Domo Arigato Gozaimashita ao Senpai Wenzel por me mostrar tantos detalhes que serão úteis ao meu Caminho e à Unidade Goiânia.
Domo Arigato Gozaimashita Sensei, por me acordar de um sono profundo e mostrar-me quais são os próximos passos no Caminho. Arigato Gozaimashita pelo seu exemplo.
"



- Caio Taddeo, coordenador da unidade Goiânia, sobre o seu shugyo.

*kirikaeshi = um dos exercícios mais cansativos e desgastantes no Niten
*kiai = energia, demonstrada principalmente através do grito
*men = golpe na proteção da cabeça
*senpai = aluno mais antigo no niten
*ADM = administração
*arigato gozaimashita = muito obrigado
*arigato = obrigado
*kata = forma tradicional, sequência de movimentos

Tags: Shugyo, Treino, Relatos,


Tag  todos        Retornar para últimas postagens


topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h