TREINAR
KENJUTSU
ONLINE

Descobrimos que é possível e produtivo treinar "KENJUTSU ONLINE"!
Veja como fazer para começar a treinar Kenjutsu no Instituto Niten imediatamente.
Hora de colocar a energia do Corpo, Mente e Espírito em movimento novamente.


Mural - Instituto Niten Juiz de Fora Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural Niten Juiz de Fora


2º TRK JF - Palavras dos mais novos

por IvanSantos - 09-ago-2015




No domingo antes do torneio, meditei sobre o ensinamento de que treinar na tranquilidade é muito fácil. Os verdadeiros samurais aparecem é quando tudo está prestes a ruir e salvam o dia. Pensando nisso, aceitei o desafio e dei o melhor que pude. O resultado foi muito melhor que imaginava, toda a concentração e autocontrole necessários no torneio  fazem os problemas externos parecerem insignificantes. A segurança de quem consegue dominar a si mesmo é a força definitiva, capaz de dissolver qualquer obstáculo que venhamos a enfrentar. Sou grato por fazer parte desta unidade e por ter contribuído com esse evento fantástico.
Doumo arigatou gozaimashita,

Sayonara
- NOGUEIRA



Foi a minha primeira experiência fora da rotina de treino cotidiano e apesar de ser uma 'competição', não vi nenhuma demonstração pessoal ou individual de superioridade, ou algo relacionado a egos, no espaço. A vontade de fazer algo em conjunto e bem feito me passou a imagem de um organismo único. Claro que é uma competição, mas como o Senpai sempre frisou, é muito mais uma competição pessoal do que com outros. Ali você não compete com os outros, mas sim com você. Naquele espaço é onde você enxerga o resultado de sua dedicação ou não, percebe suas falhas e seus medos. É muito mais um espelho do que uma janela. Uma coisa que me chamou muita a atenção foi o momento da confraternização, me senti como se estivesse na casa da minha avó entre meus primos e parentes. Uma verdadeira família, como disseram alguns. Pois de fato é, uma família unida pela espada e que com as histórias compartilhadas se vê como apesar da história única de cada um, todos estão ali com o mesmo propósito, se aperfeiçoar e seguir o caminho da espada.

Sayonara - PIRES



Meu primeiro TRK e ganho uma medalha de ouro. Fiquei surpreso com o resultado, pois não esperava tal façanha. Mas, ao chegar em casa quais foram as reais lembranças que ficam em minha memória? Fiquei pensando nisso antes de escrever esse relato e, surpreso, me dei conta que o que mais me marcou foi a confraternização... Eu treinei tantas vezes com meus companheiros e foi só neste TRK que me dei conta que não conhecia nenhum deles. Não sabia suas profissões, seus nomes ou de onde vinham... Tantas vezes treinamos, soltamos nossos kiais juntos e tudo isso me levou a medalha de ouro. No entanto, ao final do treino meus companheiros ainda eram desconhecidos para mim. Agradeço a esta oportunidade que este TRK proporcionou: conhecer meus companheiros de treino.
E isto está acima de qualquer ouro!


Arigato gozaimassu! - QUINELATO


comentários   1 de 1

Adeval Santana - JANDIRAOmedetou Gozaimassu!!!
A todos de Juiz de Fora.
Continuem com e esta energia e alegria de treinar.
Gambatê!

Adeval Santana (Continua)

2º Torneio Regional de Kobudo - JF

por IvanSantos - 09-ago-2015

Na segunda-feira, dia 03 de agosto, realizou-se o 2º Torneio Regional de Kobudo de Juiz de Fora. A unidade que está a caminho de completar seu segundo ano, mostra a força de seus samurais, que com muita alegria e dedicação, conviveram, travaram duelos e fizeram parte de um momento importante para a história do nosso dojô.



O TRK nos permite por à prova nosso treinamento, tanto nos combates, mas principalmente nos Katas de organização e convivência. Este evento me fez ver mais fortemente que, na verdade, não estamos travando um combate somente contra nosso oponente, mas o combate principal é contra nós mesmos. Percebi falhas em meu espírito e falhas de katas a serem corrigidas, mas também percebi o quanto mudei desde o primeiro TRK, e me diverti bastante com meus irmãos de armas, minha família.
    Refletindo sobre o primeiro TRK da Unidade Juiz de Fora, percebi o quanto nossa família cresceu, e crescemos bem. Tivemos quase o triplo de participantes neste TRK, se comparado com o TRK do ano passado, e todos com uma boa energia e dispostos a participar e a ajudar. Foi bom ver companheiros que mesmo com pouco tempo de treino resolveram participar, soltar muito kiai e até colocar bogu pela primeira vez! E na hora da confraternização, todos se divertiram, interagindo entre si, mostrando mais uma vez o quão forte é a família Niten. Todos foram sérios quando deveriam, e souberam brincar na hora correta.
    Fico muito contente em poder ver nossa unidade crescendo de forma saudável e de ver que o nosso ramo da sakura está cada vez mais forte e pronto para encarar os ventos que sopram sobre nós.

    Doumo arigatou gozaimashita Sensei, por essa grande oportunidade e por nos mostrar e nos guiar pelo Verdadeiro Caminho!
    Doumo arigatou gozaimashita Ivan-senpai, por todos os seus esforços em nos passar os ensinamentos do Sensei da forma mais fiel possível, e por ter trabalhado duro para organizar o nosso segundo TRK!
    Doumo arigatou gozaimashita a todos da unidade Juiz de Fora, pela ótima energia, e por ter tornado este evento tão especial! -
VASCONCELLOS



Vi que preciso treinar triplicado neste nosso segundo TRK! Mas não apenas a técnica, mas principalmente meu nervosismo inexplicável. Não ganhei medalha física, mas medalhas anímicas foram várias! Sorrisos, abraços e a vontade de preparo para os próximos! Temos um nome de guerra pois nosso sobrenome é Niten! Ao mesmo tempo que nos remete a uma responsabilidade enorme nos faz sentirmos parte de algo tátil, real e grandioso. Arigatou, Senpai, por sua coragem e seu 'Hai!' ao montar esta unidade de Juiz de Fora e sua fé.

Arigatou, Senpai!
Arigatou, Sensei!
Sayounara!
Arigatou gozaimashita!
- Adriana



Onegai shimasu, participar do  TRK da unidade foi realmente uma experiência inesquecível e uma grande lição, vendo todos os meus colegas se esforçando ao máximo e dando o melhor de cada um, foi um grande exemplo que me contagiou e tornou a minha participação melhor.
Fico feliz e  orgulhoso de ser Niten  estar ligado a esta família.
 
Arigatou Gozaumashitá. Sayonará -
Alfredo de Paula



Nessa segunda-feira fui ao TRK sem pretensões de vitórias ou medalhas, queria apenas me divertir e ficar com meus irmãos de espada. Foi uma surpresa agradável ter ganho duas medalhas.
Outra surpresa foi perceber que mesmo sem intenção mantive minha cabeça focada em dar tudo de mim, assim inconscientemente fazendo estratégias.
Na confraternização percebi a felicidade estampada na cara de cada um independente de vitórias ou derrotas, pois "a verdadeira vitória é a vitória sobre si mesmo" e naquele momento todos haviam entendido isso.

Arigato
Sayonara
- José Alfredo


Juiz de Fora no Gashuku Kaminoda Sensei

por IvanSantos - 20-jul-2015

Para tentar resumir todas as diversas experiências que tive, posso dividi-las em três grupos.
Primeiramente, têm-se as relacionadas ao convívio com o mestre. Todos os momentos na presença do sensei rendem sempre muitos ensinamentos. Aprendizados sobre os katas do bushido (como a maneira de se portar na presença do mestre e/ou de senpais, o momento de se tirar as máscaras, ...), sobre a vida de Musashi-sensei (a busca por ser invencível na sua juventude e a busca pela espada que da a vida mais no final de seu tempo) e, é claro, sobre Kaminoda-sensei, o ultimo samurai.
Em segundo, o convívio com outros senpais e companheiros de treino. Conheci muitas pessoas novas de todas as partes do Brasil e até de fora, podendo ver um pouco de como cada um trilha o caminho e tirando muitos ensinamentos disso. Aprendi a enrolar as peças para o tameshi e estou ansioso para poder tentar cortar alguns no próximo gashuku.
Por fim, tive ótimas experiências de combate com diversos companheiros, com os quais pude começar a treinar o hidari naname chudan no kamae. E pude, também, treinar a minha observação presenciando os treinos de iai, kusarigama, jo e katori. É realmente incrivel que nós, praticamente do lado oposto ao Japão no globo terrestre, temos a chance de treinar todos esses estilos ancestrais dos mais variados e herdar seus ensinamentos.

Doumo arigatou gozaimashita Sensei! - FIGUEIREDO


Quando procurei o Niten pela primeira vez, buscava somente uma luta de espadas, pois achava legal. Logo na aula experimental, encontrei algo muito mais valioso do que eu esperava encontrar: os momentos de ouro. Para mim, são como peças que faltavam em minha vida. É como se alguma força além de minha compreensão fizesse com que cada momento de ouro seja exatamente o que eu preciso ouvir na ocasião, que ao aplicar no dia-a-dia, me tornam uma pessoa melhor, e me ajudam em diversas ocasiões. Encontrei também outra coisa muito preciosa: uma família, e neste gashuku pude constatar mais uma vez o quão unida e preciosa é a família Niten, da qual me sinto muito honrado em fazer parte.

Doumo arigatou gozaimashita Sensei, por tudo que nos ensina e por sempre nos guiar pelo caminho.
Doumo arigatou gozaimashita ao senpai Wenzel e a todos os senpais presentes, por sempre nos transmitir os ensinamentos passados pelo sensei. - VASCONCELLOS


As palavras do Sensei neste Gashuku ajudaram muito na minha atual caminhada e mostraram o quanto as pessoas podem deixar de aprender por não treinar. Há muito tempo venho lutando para atingir o awateruná nos estudos. Não se afobar mesmo quando já acredita ter experiência suficiente. A ideia de fazer várias coisas juntas é tentadora, um mal atual da civilização e pode causar vários danos na vida dos estudantes e trabalhadores.
Desde que comecei a treinar ganhei mais foco e, nos últimos treinos o Senpai Ivan conversou conosco sobre isso também. O motivo foi um "irmão de armas" ter deixado de treinar porque considerou que, no momento, seu tempo seria melhor usado em outras atividades. Foi um engano. Agora além de ele perder tempo tentando fazer diversas coisas ao mesmo tempo, perdeu também a força de vontade que ganhava com o Niten e as palavras do Sensei neste Gashuku. Manter a mente integralmente na batalha não é fácil em um mundo de distrações mas é mais difícil ainda quando se luta sem aliados para te lembrarem de seu objetivo nos momentos em que sua força vacilar.
Arigato gozaimashitá Sensei! - CALZOLARI

15 meses depois

por Niten - 06-jul-2015



Video da Unidade Juiz de Fora, 15 meses após o início dos treinos.
Edição e Captação: Renato Kendi Yoriyasu

Tags: Video,

Treino - 370 anos de morte de Miyamoto Musashi Sensei

por IvanSantos - 28-mai-2015

Na segunda-feira, dia 25 de maio de 2015, foi realizado um treino especial em Juiz de Fora. A homenagem a Miyamoto Musashi Sensei, aconteceu num treino cheio de energia, onde realizamos os katas do estilo Niten Ichi Ryu, criado pelo famoso samurai, além de lutar e duelar usando Nito, as duas espadas. A energia e o significado do treino podem ser notados nos relatos dos alunos.



Refletindo sobre o último treino percebi que venho me tornando uma que pessoa que meu antigo eu admiraria. Me tornei uma pessoa com mais seriedade, mais serenidade; destruí meu ego e comecei a encarar a vida como a batalha que ela realmente é. Os treinos me mostraram que possuo mais energia do que poderia imaginar e também mostraram o quão longe posso chegar se colocar todo o aprendizado em prática.
Musashi Sensei decerto ficaria surpreso com o número de pessoas que tentam honrar seu nome e seus ideais em um país e época tão distantes. Somos gratos por ter este fogo reavidado dentro de nós, como se o Instituto Niten fosse a palha que faltava para que toda essa energia incendiasse nosso ser, para então emanar de formar a tentar mudar este mundo e trazer à tona virtudes esquecidas. E assim seguimos, com passos largos para a frente.

 
Calzolari
 
 
 
Para mim a espada sempre foi algo de filme: uma realidade distante perdida no tempo. No máximo, uma brincadeira de criança improvisada com um cabo de vassoura ou um pau qualquer encontrado por ai... No entanto, mesmo distante ela nunca deixou de encantar e sempre deixou a duvida: como será que é usar uma espada?
Hoje, começo a deslumbrar minha resposta. Apesar de ser meu quarto treino de kenjutsu começo a perceber que o trato com a espada é de mutualidade: eu manuseio a espada, mas ela disciplina tanto meu corpo como meu espírito. Cada movimento deve ser cuidadosamente feito para se ter a máxima eficácia, porém apenas o movimento sem o kiai faz com que um corte saia sem vigor. A realidade da espada é complexa, sem dúvida, mas extremamente revigorante e repleta de autoconhecimento.

 
Quinelatto
 


O treino de hoje foi incrível. Poder lutar de nitô pela primeira vez foi uma sensação realmente inesquecível. Lembrei naquele momento sobre o que o senpai havia falado nos momentos de ouro, o pensamento de iniciante. Lembro ainda o que disse buscar no niten quando comecei a treinar, mas a cada dia percebo que há muito mais a se aprender, do que eu achava no dia anterior. Atualmente estou relendo os livros Go Rin no Sho e ShinHagakure, e a cada parágrafo descubro novos ensinamentos, ou compreendo melhor ensinamentos quais não possuía a capacidade de entender quando comecei no caminho.Treinar os katas antigos deixados por Miyamoto Musashi-sensei nos permite, a cada repetição, estudá-los e estudar a nós mesmos, e assim conseguimos tirar lições que não podem ser expressas em palavras, lições estas que podem, e devem, ser aplicadas tanto dentro do dojo, como no nosso dia-a-dia, o que muda nosso modo de ver, interpretar e reagir às coisas que acontecem ao nosso redor, o que nos torna pessoas melhores. Poder homenagear Miyamoto Musashi-sensei treinando à exaustão os katas do estilo Niten Ichi Ryu foi uma honra e gosto de pensar que é um modo de mostrarmos a Musashi-sensei que seu legado permanece vivo, do outro lado do mundo, sendo passado à nós pelo sensei Jorge Kishikawa e sendo treinado e estudado por guerreiros dispostos a manter este legado vivo por muitas gerações por vir.
 
Vasconcellos


Guardião da Tradição

por IvanSantos - 15-mai-2015

Na última segunda-feira, dia 11 de maio de 2015, recebi do Sensei Jorge Kishikawa e da Confederação brasileira de Kobudô um certificado que me deixa muito honrado e feliz. Desde o ano passado o Instituto Niten indica os Guardiões da Tradição, alunos que se destacaram na manutenção e ensino dos valores do bushidô e dos antigos katas de conduta dos samurais nas diversas unidades do Instituto espalhadas pelo Brasil.



Além de uma grande honra, a certificação é acompanhada da certeza que toda a família Niten caminha em união, com metas e objetivos comuns e claros. A visão e missão do Instituto Niten é compartilhada e executada pelos alunos, e assim continuamos a inspirar e ser inspirados, por um trabalho de décadas conduzido pelo Sensei. Prestamos homenagens também aos mestres do Japão e sua contribuição valiosíssima para manter viva a chama da tradição Samurai, em especial ao Sensei Kaminoda que partiu para batalhar noutro plano, deixando discípulos leais e gratos aqui no Brasil. Além disso, entendemos que sem a ajuda dos colegas, senpais e kouhais, não seria possível desenvolver um bom trabalho. A senda de guerreiros cresce e se fortalece!


Domo arigato gozaimashitá Sensei!
Domo arigato Gozaimashitá Senpais!
Domo arigato Gozaimashitá colegas de Juiz de Fora!

Gashuku em BH - Convívio com o Mestre

por IvanSantos - 27-abr-2015

Nos dias 10, 11 e 12 de abril, alunos da Unidade Niten de Juiz de Fora partiram em direção a Belo Horizonte. Na bagagem estavam a disciplina no treinamento, a sede pela evolução no caminho e o desejo de conviver com os colegas de espada e beber diretamente da fonte: conviver e treinar com o Sensei. Mais uma vez inspirando, ensinando e dando o maior exemplo possível de força e determinação para os alunos, o espírito de força indomável do Sensei contagiou a todos.


"Tive uma experiência inesquecível neste meu primeiro gashuku. Pude estar com o sensei já no jantar de sexta-feira. Foi a primeira vez que encontrei com o sensei, e foi uma experiência incrível. O olhar do sensei, já na chegada, analisando cada um, e que parecia ver diretamente nossos espíritos, que durante o resto da noite estava omnisciente, atento a todos os detalhes. A energia que emanava do sensei, que preenchia todo o ambiente e influenciava todos a seu redor. Pude aprender muito com o sensei e os senpais durante este jantar, que foi uma oportunidade única e especial. Chamar este jantar de momentos de diamante não faria juz ao quão precioso ele foi." - Vasconcellos



"Sobre esse meu primeiro Gashuku no Niten e primeiro encontro com o Sensei, posso dizer com firmeza que minhas expectativas foram em muito superadas. A experiência de botar o Bogu pela primeira vez e treinar com tantas pessoas diferentes foi sensacional. A introdução a elementos básicos da Naginata também foi muito interessante, principalmente sabendo que já podemos, desde o 0º kyu, começar a treinar com ela. Porém, a parte mais incrivel do treino foi o momento de ouro, onde o Sensei dividiu conosco o ocorrido com o seu braço e mostrou sua posição de felicidade e gratidão para com aquele acontecimento. Nunca me esquecerei desse meu primeiro Gashuku e me empenharei para fazer a unidade Juiz de Fora crescer, para que todos possam ter essa mesma experiência que eu tive." - Figueiredo



"Este Gashuku se mostrou como um verdadeiro treinamento intensivo para mim. O fato de ser meu primeiro evento grande e fora da unidade de Juiz de Fora, meu primeiro dia usando bogu, a primeira semana no cargo de kaikei e a honra de poder falar e, principalmente, poder ouvir o Sensei trouxeram uma enxurrada de ensinamentos, além do amadurecimento que eu dificilmente encontraria em outra situação. O Sensei disse que o perigo da kataná, o esforço fazem essa arte samurai ser tão efetiva em nossas vidas. Arigato gozaimashitá por tudo, Sensei! Afinal mar calmo não faz bom marinheiro. Onegai shimassu, continue nos fazendo apertar o nó de nossos elmos e nos  tornando aptos a travar batalhas cada vez maiores!" - Calzolari


"Grandes e preciosos momentos de convivência com o Sensei neste ultimo final de semana, que vou guardar com muito carinho e em um lugar especial em minhas lembranças. Depois de alguns anos volto ao Instituto Niten com a certeza de ser o caminho certo. Vendo de perto e ouvindo o Sensei tudo parece claro e nítido." - Alfredo



Doumo Arigatou Gozaimashita Sensei!!!

comentários   2 de 2

Figueiredo - Juiz de ForaDe todas as inesquecíveis lembranças do Gashuku, a que esta gravada nessa ultima foto é a que reflito sobre com mais frequência. Nem sei se posso chamar de lembrança, pois o que começou nos momentos que precederam essa foto não ficou no passado, mas sim, (Continua)

Vasconcellos - Juiz de Fora Esses três dias de gashuku foram muito especiais. Poder conviver com meus irmãos da espada fora do dojo, e ao mesmo tempo poder conhecer novos companheiros de batalha, foi uma experiência incrível. Momentos como estes nos mostram que o Niten realmente (Continua)

Gashuku fev 2015

por Niten - 18-mar-2015


A Batalha continua!

por Niten - 10-mar-2015

Guimarães encontrou nos treinos de Kenjutsu força para se levantar após um grande tombo.
A Batalha continua!


Tags: Relatos,

Kimono Niten

por Niten - 06-mar-2015




Últimas postagens:


topo

Instituto Niten Juiz de Fora
(032) 99145-1371
juizdefora@niten.org.br