Ir para o Conteúdo

Mural Niten Paraná


A viagem de Impieri

por Impieri - 23-abr-2013

O aluno Impieri, da Unidade Rio de Janeiro, está fazendo uma viagem de carro pelo sul da América Latina, sua jornada teve início no sudeste Brasileiro (mais precisamente no Rio de Janeiro) e avançou rumo ao sul atravessando as fronteiras latino-americanas.




1ª PARADA:
GASHUKU EM SÃO PAULO
- 10 março 2013
Sutil e silenciosamente, instigado pelo
Sensei a seguir em frente ...!

Domo Arigatou gozaimashita Sensei,
por nos possibilitar que exploremos
os nossos limites.

O aluno Impieri (à direita) ao lado do Sensei Kishikawa e do Senpai Wenzel


CURITIBA - 13 março 2013
A receptividade surpreende,
a energia contagia!

Domo arigatou gozaimashita,
Senpai Rocco e demais
Samurais de Curitiba por me
receberem tão bem.
Parece que já nos conheciamos
há tempos!
Obrigado Curitiba!


(...)

Chegada ao Rio, de volta! - 20 abril 2013

Sozinho e após 37 dias, percorrendo 5.400 km (Rio/Buenos Aires/Rio) de carro e 6.400 km de avião (BuenosAires/Santiago/Atacama/Santiago/Buenos Aires), estou de volta ao que deveria ser a minha "zona de conforto". Minha casa. Minha cidade.

Mas uma de tantas lições aprendidas é que "zona de conforto" não é necessariamente um lugar e sim um estado da alma, de espírito.

É estar com nossos companheiros nas várias Unidades visitadas, seja treinando, seja num birudô e perceber que é como se fossemos "velhos companheiros", apenas se reencontrando!

Tantos os sentimentos despertados.

É perceber ainda que, além de sermos uma Grande Família Niten, também "SOMOS ELOS DE UMA MESMA CORRENTE". De uma grande corrente, que ultrapassa fronteiras e que é forjada com o mesmo aço.

É percorrer, sozinho, a vastidão das estradas paulistas, paranaenses, catarinenses, gauchas, uruguaias e argentinas (e chilenas). Belas estradas! E ter sentimentos e emoções variados. Muitas vezes, rindo e gargalhando, E, algumas vezes, ser surpreendido chorando de emoção.

Chegar ao Deserto de Atacama, que hipnotiza e surpreende e que era o meu objetivo, mas que até então não sabia o porquê! Mágico lugar, com forte energia, que me proporcionou profundos sentimentos e emoções.

Foi uma jornada objetivando autoconhecimento, introspecção, reflexão. Um verdadeiro mergulho interior, em busca de mim mesmo. Enfrentando e superando desafios e limites. Com inúmeras experiências, difíceis de traduzir em palavras. Grande aprendizado!

Posso afirmar sem erro, que não existe graduação nem idade para aprendermos. Seja no Caminho da Espada, seja no Caminho da Vida!

O Sensei é um grande exemplo disso. Sempre treinando e buscando um refinamento das técnicas, no sentido de ser imbatível no Caminho do Samurai e também no Caminho da Vida.

Sou grato ao Sensei, ao Niten e em particular ao Senpai Wenzel que acompanhou e de certa forma incentivou essa minha jornada e que deu este espaço para expressar meus sentimentos. E também a todos os Irmãos do Caminho e certamente a Los Hermanos. Que tão bem me receberam e que ficarão eternamente nas minhas lembranças. Com certeza trago em meu coração um pouco de cada um de vocês.

Foi uma experiência marcante, a qual dedico aos meus Pais, a minha Família e principalmente à minha esposa, uma pessoa muito especial e querida que marcou profundamente minha vida! E, naturalmente, a meus filhos, meus netos e irmão. Todos estiveram em meus pensamentos ao longo da viagem. Domo arigato gozaimashita a todos!"


Notas - 23 abril 2013

Algumas informações e pontos de interesse que poderão ser úteis.

1. Foram consultados os 3 Consulados (Uruguaio, Argentino e Chile), sobre os detalhes da viagem, que prontamente responderam orientando;

2. O Uruguai exige um segundo triângulo para o carro;

3. Carta Verde, um seguro OBRIGATÓRIO para o carro trafegar em estradas do MERCOSUL;

4. Seguro Saúde Internacional;

5. A Carteira de Motorista não serve como Identidade;

6. Moedas - a cotação das 3 moedas (Pesos uruguaios, Argentinos e Chilenos), divergem muito. Sair do Brasil com uma exata idéia da relação Real x cada Peso. O raciocínio tem que ser rápido, pois a cada Fronteira os parâmetros mudam consideravelmente.

7. Levar um cartão de crédito internacional. É de muita utilidade e, quando possível é uma boa alternativa, mesmo pagando 6,5% de IOF;

8. Levar pequena quantia em moeda local para os pedágios. (Não são aceitas moedas estrangeiras);

9. No Atacama, façam os passeios com os quais se identifiquem, mas deixem para o último dia (uma tarde), TERMAS PURITAMAS. Um lugar extremamente relaxante. Tem um conjunto de 8 piscinas naturais, com águas em torno de 33º de temperatura e com propriedades medicinais.

10. Um link, entre vários outros, interessante sobre alguns aspectos do Atacama: http://www1.folha.uol.com.br/folha/turismo/noticias/ult338u418011.shtml

11. Um link também interessante, mas sobre fotos panorâmicas, do fotógrafo Humberto Horta T., atualmente residindo em São Pedro do Atacama, pequena cidade no Deserto. São fotos diversas, não só do Atacama. http://www.panoramio.com/photo/74347104

Impieri




Continua (post completo)

Tags: Visita,
comentários   5 de 15

Impieri francesco - Rio de janeiroDomo arigato (muito obrigado) a todos os companheiros de Caminho que postaram mensagens ou mesmo aos que apenas visualizaram este espaço e compartilharam comigo essa Jornada. Espero ter sensibilizado, instigado e, de certa forma, incentivado vocês a faz (Continua)

Claudia Basoalto - Santiago de ChileArigatoo gozaimashita a los sempai por visitar Chile, su entrega con Niten es admirable. (Continua)

Natalia Díaz - Santiago de ChileMuchas gracias a Sempai Joel por visitar nuestro país.
Es la primera vez que tengo la oportunidad de entrenar con un Sempai del exterior y quedé sinceramente asombrada.
Gracias por la energía, por ayudar a perfeccionar nuestra técnica y también nuestr (Continua)

Leandro - FlorianópolisArigatougozaimashita Sempai Impieri, sua viagem, sem duvidas, foi um exemplo muito inspirador e sua breve visita ficou gravada no coração da nossa unidade! (Continua)

Pierin - FlorianópolisArigatogozaimashita Senpai Impieri,
foram momentos intensos e cheios de detalhes...nada é por acaso, a vinda do Senpai foi providêncial e arquiteta pelo Sensei que lá no inicio da viagem...previu que sua passagem em Floripa um impulso em nossa Unidade, a (Continua)

Mais comentários

Jornal da Manhã em Ponta Grossa

por Niten - 22-abr-2013

Matéria no Jornal da Manhã
de Ponta Grossa




Para ler a matéria no Jornal da Manhã  clique aqui .

 

Tags: Imprensa, Jornal,

Gashuku em Curitiba

por Luciana - 15-abr-2013

    Na manhã de sábado quando chegamos ao Dojo(local de treino) já estava decidida a entrar para o Kenjutsu, (era somente praticante do Iaido) seria uma ótima oportunidade de treinar com o Sempai Fugita. Para todos nós seria uma honra e muito gratificante treinar com ele. Minha dificuldade começou logo com a colocação do Bogu (proteção), especificamente do taoru, mas logo consegui. No kenjutsu combate, aprendi vários detalhes sobre como consegui aplicar os golpes, alguns tinham êxito, mas a maioria não. Sempai Fugita me explicou como eu deveria proceder, mas a ansiedade foi minha inimiga em muitos momentos e por isso não me concentrava e não conseguia fazer o que tinha aprendido.
       Inexplicavelmente todas as minhas dúvidas eram explicadas posteriormente, como se o Sempai Fugita adivinhasse as dificuldades, como colocar o Taoru, como o meu Kamae (posição de luta) me protegeria, como eu poderia me defender do Men (crânio) e Do(abdômen) ao mesmo tempo dentre outras dúvidas que no “Zem” eram sempre explicadas sem que tivessem sido perguntadas.
       A experiência do Shiai (valendo ponto) também é algo que palavras não descrevem, tudo era aprendizado, conhecimento, atenção e aperfeiçoamento. Alguns golpes entravam, outros não e quando eu me preparava para acertar algum em alguma falha do adversário, eu já tinha levado um Kotê (antebraço).  Dividir esse momento marcante com pessoas de outras culturas e lugares tornaram ainda mais importante este momento para minha vida: Santa Catarina, Curitiba e Ponta Grossa, cidades próximas e distantes ao mesmo tempo, mas unidas por um objetivo, que era o Gashuku com o Sempai Fugita. Era como se fossemos todos da mesma família.
    Penso que aproveitei cada segundo desse Gashuku, mesmo exausta, todos os momentos tiveram sua importância na mente e coração de cada um que estava presente, os treinos intensivos, a canção do Hino do Niten, os votos do Hagakure, o Birudo, a convivência com amigos.


    Arigato Gozaimashitá Sensei e Sempai Fugita pela oportunidade de conhecimento que tive nesse Gashuku.

- Luciana (Unidade Ponta Grossa)

 





 

Tags: Gashuku,

Niten e Vestibular

por Victor - 07-mar-2013

"Shitshurei shumassu,
Gostaria de relatar a importância que o Niten teve para mim no ano de 2012.
Saí de Ponta Grossa (minha cidade natal) e fui para Curitiba para estudar para o vestibular, decidi que queria entrar na USP e, lendo seus conselhos na matéria dada ao Portal UOL (Veja abaixo) e as passagens do Shin Hagakure, achei que o melhor era ir para a capital do estado, para obter mais foco e melhor qualidade nos estudos. Mesmo sem estar perto da família e sem disponibilidade nem para treinos e nem para lazer, decidi entrar nesta “batalha”...



Confira a Matéria completa no nosso site

(...)


Continua (post completo)

Tags: Imprensa, Revista, Vestibular,

Treino no Parque Tingui

por Varasquim - 17-set-2012

Neste dia 15/09/12 realizamos um treino no Parque Tingui.
São estes treinos externos que nos fazem experimentar as sensações de uma batalha real, afinal, não controlamos o clima nem o solo em que estamos combatendo, assim, montamos estratégias usando todo o espaço, seja debaixo de ávores ou em campos abertos, devemos manter o espírito de vencer sempre.

Gokuro-sama a todos os alunos que compareceram!!


Iaijutsu


Demonstração dos katas

(...)




Continua (post completo)

2º Torneio Paranaense de Kobudo

por Guimaraes - 22-ago-2012

No próximo domingo, 26/08/2012, ocorrerá em Ponta Grossa o 2º Torneio Paranaense de Kobudo!


Tags: Torneio,

Vídeo - Niten no Imim Matsuri

por Brenda-Adm - 11-jul-2012

Captação e Edição :  Rodrigo Dangelo

 

Fazer parte do grupo
 
Quando entrei no Niten eu buscava apenas um "hobby" para ocupar minha mente e meu corpo físico com algo totalmente diferente do meu ambiente de trabalho. O intuito era aliviar a alta carga de estresse que eu vinha carregando durante muito tempo. Eu buscava somente uma atividade que exigisse concentração e desgaste físico nada mais. 
Passaram-se 3 meses, pouquíssimo tempo, mas para mim um período muito rico, onde descobri algo novo que vai muito além de uma simples luta com espadas. Eu encontrei disciplina, seriedade e alguns puxões de orelha nos momentos de ouro (o Sampai Rocco em alguns dias parecia que estava lendo a minha mente). 
Uma das principais coisas que eu encontrei no Niten foi o ambiente fraterno. O Dojo é um lugar onde eu me sinto bem e tenho vontade de ir independentemente de como foi o meu dia. Fazia tempo que eu não me sentia tão bem dentro de um grupo. 
Quando descobri que iríamos participar do Imin Matsuri (festa de comemoração da imigração japonesa) fiquei um pouco chateado pois não tinha técnica suficiente para participar da apresentação. Levei mais uma "cutucada" no momento de ouro. Para participar do grupo eu não preciso estar necessariamente em cima do palco, eu posso desempenhar outras funções que serão tão importantes quanto. 
Fiz a filmagem da apresentação no sábado. Domingo acordei bem cedo totalmente disposto e alegre para fazer a edição do vídeo. O resultado foi um material muito legal que servirá como uma recordação deste dia singular. 
Essa foi minha contribuição para o grupo, uma pequena parcela de gratidão por tudo de bom que eu estou recebendo do Instituto Niten.
 
Domo Arigatou gozaimashita

Rodrigo Dangelo

Tags: Apresentacao,
comentários   1 de 1

Machado - CuritibaNo dia 31/06/2012 nós do Instituto Niten participamos do Imin Matsuri em Curitiba. Todos os anos aqui em Curitiba acontecem de 3 a 4 festivais em comemoração a migração japonesa no Brasil. Lá ocorrem várias apresentações, entre elas: danças japonesas, mús (Continua)

A Liga - Thaide faz Shugyo no Niten

por - 04-nov-2011

"Neste ano, vi muitas pessoas passarem por esta casa para fazer um shugyo. Como este ano também estou de shugyo, acho que entendo o que as pessoas sentem nos vários estágios de cansaço, alegria, tristeza, satisfação... Ver e fazer um shugyo com o Thaíde foi excepcional. Nunca vi, em dois dias, alguém fazer o que ele fez. Uma pessoa sem experiência nenhuma com espada, em dois dias despertou o espírito guerreiro. Como uma revolução, Thaíde chegou com algumas expectativas, que logo de início foram quebradas. Ninguém pensava que ele chegaria onde chegou, mas conforme passavam-se as 36 horas de shugyo, ele foi “despertando”. Viamos em seu semblante o cansaço, mas também uma expressão de satisfação por ter encontrado um caminho que lhe faria bem para o espírito.

Foi uma lição de perseverança. Ele não desistiu. Foi receptivo aos ensinamentos de todos e abraçou a cultura samurai. Fico feliz em ter conhecido uma pessoa determinada e disposta como o Thaíde."

Fugita - unidade Ana rosa Hokkaido


Parte 1





Parte 2




Extras


Mais relatos dos companheiros de Shugyo do Thaide nos comentários

comentários   5 de 5

Zilda Araujo - Rio de JaneiroGrande Amigo Wenzel - Senpai
Meu nome é Zilda, fui funcionário da Academia
de Dança Jaime Aroxa-Botafogo onde conheci
seu belissímo trabalho e dedicação.
Assisti ao programa A LIGA, e fiquei muito
emocionada ao vê-lo, seu desempenho como instrutor,
(Continua)

Vaz - Rio de JaneiroShitsurei shimasu!
Konnichiwa Sensei!

É sobre minhas considerações do shugyo com o Thaíde. Na quarta de noite, quando comemos a pizza, fizemos o fechamento, mas acabei não falando tudo.

Logo no início, na terça feira, eu estava pagando pra ver... P (Continua)

Meloni - São PauloKombawá Sensei,
shitsurrei shimassu,
segue o meu relato sobre os dois dias de Shugyo.

Antes de iniciar o treinamento intensivo, lembro que o Sensei me disse para entrar de corpo e mente, para entrar firme no Shugyo, que então tudo ficaria bem. Foram (Continua)

Costa - Rio de JaneiroShitsurei shimasu
Konnichiwa yoroshiku onegaishimasu

Esses dias de shugyo são sempre muito intensos, foi muito bom ver todos os shugyochas com muita energia aguentando o treinamento em especial o Thaide que é marinheiro de primeira viagem e que nem é (Continua)

Fugimura - FlorianopolisDois Dias de Shugyo.
Tive uma honra de fazer um Shugyo para gravação do programa A Liga. O apresentador era o Thaide, que veio pedir para fazer dois dias de Shugyo.
Ao se apresentar na ADM, tive a impressão que ele ia desistir no meio, após soltar um `h (Continua)

Apresentação no Imin Matsuri 2011

por Rocco - 06-jul-2011

Neste dia 18 de Junho, os alunos de Curitiba do Instituto Niten estiveram mais uma vez no festival de inverno da cultura japonesa, o Imin Matsuri , o maior festival do gênero no estado do Paraná. Foram realizadas apresentações de Jojutsu e Iaijutsu dos estilos Shindo Muso Ryu e Suio Ryu, Naginata, Niten Ichi Ryu kihons e katas, fechando com Shiai entre diferentes armas. Gokuro-sama e arigato a todos que participaram do evento, ajudando a difundir e preservar o kobudo na memória de todos!





(...)



Continua (post completo)

Tags: Apresentacao,

Treino de Inverno no Jardim Botânico

por Niten Paraná - 31-mai-2011

No dia 21 de Maio os alunos da unidade Curitiba do Instituto Niten se reuniram no Jardim Botânico para a realização de um Kangeiko, ou seja, o treinamento de inverno. Foi uma oportunidade de treinar fora dos limites do dojo, onde controlamos nosso ambiente, e ficarmos expostos aos fatores da natureza. Sol, vento, garoa, e... frio!!!  

  
                Katas do iaijutsu kumiai



                         O shindo Muso Ryu Jojutsu



                  Niten Ichi Ryu Dai Ichi Kihon no Kata



Últimas postagens:


topo

Instituto Niten Curitiba
TEL: (041) 99119-1366
(041) 99929-7901
curitiba@niten.org.br


Instituto Niten Ponta Grossa
TEL: (042) 99902-0884
(042) 99991-2589
pontagrossa@niten.org.br