Ir para o Conteúdo

Mural Niten Goiânia


A Liga - Thaide faz Shugyo no Niten

por - 04-nov-2011

"Neste ano, vi muitas pessoas passarem por esta casa para fazer um shugyo. Como este ano também estou de shugyo, acho que entendo o que as pessoas sentem nos vários estágios de cansaço, alegria, tristeza, satisfação... Ver e fazer um shugyo com o Thaíde foi excepcional. Nunca vi, em dois dias, alguém fazer o que ele fez. Uma pessoa sem experiência nenhuma com espada, em dois dias despertou o espírito guerreiro. Como uma revolução, Thaíde chegou com algumas expectativas, que logo de início foram quebradas. Ninguém pensava que ele chegaria onde chegou, mas conforme passavam-se as 36 horas de shugyo, ele foi “despertando”. Viamos em seu semblante o cansaço, mas também uma expressão de satisfação por ter encontrado um caminho que lhe faria bem para o espírito.

Foi uma lição de perseverança. Ele não desistiu. Foi receptivo aos ensinamentos de todos e abraçou a cultura samurai. Fico feliz em ter conhecido uma pessoa determinada e disposta como o Thaíde."

Fugita - unidade Ana rosa Hokkaido


Parte 1





Parte 2




Extras


Mais relatos dos companheiros de Shugyo do Thaide nos comentários

comentários   5 de 5

Zilda Araujo - Rio de JaneiroGrande Amigo Wenzel - Senpai
Meu nome é Zilda, fui funcionário da Academia
de Dança Jaime Aroxa-Botafogo onde conheci
seu belissímo trabalho e dedicação.
Assisti ao programa A LIGA, e fiquei muito
emocionada ao vê-lo, seu desempenho como instrutor,
(Continua)

Vaz - Rio de JaneiroShitsurei shimasu!
Konnichiwa Sensei!

É sobre minhas considerações do shugyo com o Thaíde. Na quarta de noite, quando comemos a pizza, fizemos o fechamento, mas acabei não falando tudo.

Logo no início, na terça feira, eu estava pagando pra ver... P (Continua)

Meloni - São PauloKombawá Sensei,
shitsurrei shimassu,
segue o meu relato sobre os dois dias de Shugyo.

Antes de iniciar o treinamento intensivo, lembro que o Sensei me disse para entrar de corpo e mente, para entrar firme no Shugyo, que então tudo ficaria bem. Foram (Continua)

Costa - Rio de JaneiroShitsurei shimasu
Konnichiwa yoroshiku onegaishimasu

Esses dias de shugyo são sempre muito intensos, foi muito bom ver todos os shugyochas com muita energia aguentando o treinamento em especial o Thaide que é marinheiro de primeira viagem e que nem é (Continua)

Fugimura - FlorianopolisDois Dias de Shugyo.
Tive uma honra de fazer um Shugyo para gravação do programa A Liga. O apresentador era o Thaide, que veio pedir para fazer dois dias de Shugyo.
Ao se apresentar na ADM, tive a impressão que ele ia desistir no meio, após soltar um `h (Continua)

Gashuku com Sensei no DF

por Silvana-bsb - 20-jul-2011

No dia 3 de Julho o coordenador de Goiânia foi a Brasília para o terceiro Gashuku do Centro-Oeste!

Conviver com o Sensei, aprender katas do Bushido e técnicas diretamente da fonte é uma oportunidade imperdível para muitos alunos distantes de São Paulo.

Organizando os materiais.

Coordenador Taddeo no Gashuku com Sensei.

comentários   1 de 1

Otavio - BrasíliaHi mina san!!!
O Gashuko foi ótimo, poder conviver com o Sensei, e os Coordenadores, como o Sempai Taddeo, é sempre muito bom! Espero ter masi oportunidades como essa!
Sayonara! (Continua)

O Dia do Samurai 2011 em Goiânia

por Santos-GOI - 24-abr-2011

Konbanwa, mina-san*!

Neste Domingo, dia 24 de Abril, além do feriado de Páscoa também foi o Dia do Samurai em São Paulo, que foi instituído no dia do aniversário do Sensei, em sua homenagem. Saiba mais sobre esse evento aqui.

Também em homenagem ao Sensei e em agradecimento a tudo que ele faz por nós, treinamos com bastante energia no parque:

Organizando os materiais.

Treino de Niten Ichi Ryu.    Arrumando os bogus (proteções).

Kenjutsu: luta com bogu (proteção).    Tomando água de coco depois do treino.

Grito de guerra!

Confira todas as fotos desse dia em tamanho ampliado.

Domo arigato gozaimashita*, sensei, por todo empenho em nos proporcionar um aprendizado cada vez maior!

Sayonara*!

* konbanwa = boa noite
* mina-san = todos
* domo arigato gozaimashita = muito obrigado

Tags: Treino, Dia_do_Samurai,

Filme: O Samurai do Entardecer

por Santos-GOI - 24-fev-2011

Miná-san*, no treino do dia 24 de Fevereiro de 2011 assistimos ao filme O Samurai do Entardecer (Seibei Iguchi, 2002), que é citado no prefácio do livro ShinHagakure, do nosso Sensei Jorge Kishikawa.



A seguir, relatos de alguns dos alunos de Goiânia que assistiram ao filme nesse dia:

"Filme conta a história de um samurai pobre que perdeu a mulher e teve que vender a espada para pagar o funeral, e ficou sozinho cuidando de duas filhas e a mãe senil. Devido suas precárias condições, ele era muito desleixado com a aparência porque tinha que fazer de tudo para conseguir sustentar a família, então não tinha tempo para sair com os colegas de trabalho e sempre ia embora diretamente para casa ao fim do expediente, ao entardecer, o que lhe rendeu o apelido de Sr. Entardecer." - Akemi

"Em época de paz, alguns samurais são tentados a relaxar e fazer com que seu espírito guerreiro adormeça, como foi mostrado no filme “O Samurai do Entardecer”, porem, mesmo com seu espírito de guerreiro adormecido Seibei Iguchi, o protagonista do filme, não deixa sua honra e seus princípios morrerem. A mensagem que esse filme me passou foi que, mesmo com o espírito de luta relaxado, sempre devemos ser fieis honra e nunca deixar de viver intensamente, como se aquele minuto fosse ser o ultimo." - Teko

 

"Me chamou a atenção que Seibei, ao contrário do que diziam os mais tradicionalistas, incentivou as filhas a estudarem Confúcio (base filosófica do Japão), atividade que era na maioria das vezes restrita aos homens. Justificou dizendo que mesmo que os tempos e o mundo mudem, quem souber pensar encontrará uma forma de sobreviver. Para ele, também, nada era mais valioso que ver suas filhas crescendo aos poucos, dia após dia, ao invés de sair para beber com os colegas de trabalho e passar o tempo com concubinas. Posturas como essa demonstram o quanto era nobre esse samurai." - Santos


 

"Ele (Seibei Iguchi) vivia em uma época em que samurais tradicionais praticamente não mais existiam. Porém, mesmo que muitos a sua volta agissem de forma egoísta e irresponsável, Iguchi conservava atitudes de um verdadeiro samurai. Apesar de ser pobre, ele realizava suas tarefas com grande empenho e perfeição e ainda cuidava de duas filhas e uma mãe (que mal conseguia lembrar seu nome). Era um homem sem grandes ambições, que vivia de forma honesta e não se deixava levar pelos maus indivíduos que o cercavam. Em batalha, apesar de estar um pouco "enferrujado", era calmo e preciso. Certamente Iguchi Seibei, acima de tudo é um grande exemplo de pessoa, do tipo que raramente se pode ver hoje." - Renan

"Na caminhada, estar atento e ser guiado pelas virtudes.
Treinar a mente e a técnica.
No amanhecer e no entardecer: Senki*, sempre.
" - Débora

Sayounará, arigatou gozaimashitá!


*miná-san = pessoal
*senki = espírito guerreiro
*sayounará = saudações
*arigatou gozaimashitá = muito obrigado

Tags: ArteCultura, Cinema, Relatos,

Treino no Parque

por Santos-GOI - 30-jan-2011

Konbanwá, miná-san! No dia 30 de Janeiro de 2011 (domingo de manhã) alguns alunos da unidade Goiânia tiveram um treino extra no parque:

  

O espaço aberto, o sol, o vento, o piso irregular, as árvores, o barulho de água corrente e o trânsito intenso de pessoas ao redor contrastam com o ambiente tranquilo do dojo* e proporcionam uma percepção e um aprendizado diferentes, complementares à rotina de treinos.


Visualizar todas as fotos desse dia em tamanho ampliado

Domo arigatou gozaimashitá ao senpai Taddeo e ao Niten por mais essa experiência no Caminho! Sayounará!

*konbanwá = saudação de boa noite
*miná-san = todos
*dojo = local de treino

*domo arigatou gozaimashitá = muito obrigado
*senpai = praticante mais antigo
*sayounara = despedida

Tags: Treino,

Bonenkai 2010

por Santos-GOI - 17-dez-2010

Konbanwá mina-san! No dia 17 de Dezembro tivemos o Bonenkai (confraternização de fim de ano) de 2010!

   

  

 

Visualizar todas as fotos desse dia em tamanho ampliado


Fechamos o ano de 2010 com diversão e alegria! Sayounará!

*konbanwá = saudação de boa noite
*miná-san = todos

*sayounará = despedida

Tags: Birudo, Bonnenkai,


Dai Ichi Kihon

por Danilo-adm - 17-dez-2010

comentários   2 de 2

Santos - GoiâniaEsse é um katá que me fascina por sua complexidade, pelo aprimoramento que nos proporciona desde a primeira vez que o praticamos e também por sua beleza. Domo arigato gozaimashita, sensei! (Continua)

Simonassi - Vitória-ESOmedetou a essas jovens samurais. Dá para ver a energia emanando dos golpes!
E o olhar no útimo Kamae?
não lembra um pouco o ``lanius excubitor`` de Musashi sensei? (Continua)

Restaurante Japonês: Confraternização de Alunos

por Santos-GOI - 13-nov-2010

Em Novembro, os alunos do Niten organizaram uma confraternização em um restaurante japonês.


Ver imagem ampliada


Além do bushido, a cultura japonesa nos presenteia com sua fantástica culinária!

Tags: Birudo,

Relato: Sinergia

por Santos-GOI - 07-nov-2010

"Terça-feira, feriado de Dia de Finados. Chuva. O dia chamava por marasmo e preguiça. O almoço, na casa de minha tia, saiu mais tarde e o treino começaria mais cedo, confesso que tudo parecia querer me deixar em casa, me deixar indisposta.

Quando me despedi de meus parentes para voltar para casa para me arrumar para ir ao treino, todos me olharam surpresos, dizendo: “É feriado!”, ou “Está chovendo!”, ou “Mas já?”. Para mim seria um dia normal de treino, exceto pelas ilustres visitas que receberíamos da Unidade de Brasília.

Quando eu e o Teko chegamos ficamos surpresos: os visitantes já haviam chegado e, para nossa comoção, já estavam nos aquecimentos. Indagamos-nos sobre o horário, se estávamos atrasados, mas, na verdade, era um treino de Niten Ichi Ryu espontâneo antes do treino oficial marcado para se iniciar às 17h.

Preparei-me para entrar no Dojo* e comecei a praticar os katas* de Niten Ichi Ryuu com um dos alunos de Brasília. Achei muito estranho esta parte, pois, quando praticamos este estilo é fundamental o contato visual olho a olho, mas ele ficava olhando para tudo e para todos, menos para mim. Valorizei a importância do acompanhamento e das broncas dos senpais* que me corrigiram neste kata.

Início do treino oficial. O Narabe*, para mim, foi meio confuso, afinal, não sabia se deveria organizar conforme sempre fazemos nos treinos rotineiros, ou se poderia, simplesmente, me posicionar ao lado de algum dos visitantes desconhecidos (até então). Optei por este último, já que nenhum senpai se pronunciara a respeito.

Ademais a este detalhe, achei o treino bastante organizado apesar da quantidade enorme de pessoas: havia, pelo menos, uns 17 a 20 alunos e senpais da Unidade de Brasília ali, conosco. O senpai Ricardo separou os alunos de kenjutsu, de Iaijutsu e de Jojutsu e designou monitores para cada modalidade. Fizemos os aquecimentos e suburis* rotineiros, e, para mim, alguns que me eram novidade. Mas a surpresa maior foi quando ele entregou a nós, praticantes de ittou*, as kodachi*: teríamos a bela oportunidade de praticar com Nitou*!

Dificuldades e problemas de coordenação motora à parte, foi maravilhoso. Lembrei de um trecho que li do Go Rin no Sho, de Musashi sensei: “Na minha escola o aluno iniciante deve treinar desde o início o uso simultâneo das duas espadas. No início é muito difícil manejar as duas espadas ao mesmo tempo. No início todo aprendiz estranhará o peso da espada longa e terá dificuldade de brandi-la, mas devo lembrar que tudo é difícil no começo.”

Além do treino, demonstraram a modalidade de Jojutsu para nós, igualmente formidável, assim como o Iaijutsu. Futuramente, se me for possível, quero praticar esta arte “aparentemente” inofensiva! Adorei a camuflagem da arma como um objeto de uso comum.

O shiai*. Bem... quando ouvi o senpai Taddeo gritar: “Ganbatte*, Akemi!”, fiquei tão nervosa... senti o peso dos olhares e a confiança de todos por sob meu men*. Não fui confiante o suficiente, não soube avançar sobre o oponente como o senpai tanto insiste para com minha pessoa, mas aprendemos com nossos erros. Perdi a “batalha”, mas ganhei em experiência. Era minha primeira vez em um shiai e o senpai Ricardo, e foi durante o processo que soube sobre algumas diferenças entre o Keiko* e o Shiai. “Não há tempo para toalhas quentes”, lembrei-me agora... Apesar de ter levado vários “mens” neste shiai em, talvez, 3 minutos, foi uma energia diferente e revigorante.

Perder ou ganhar não era o objetivo, mas, sim, aprimorar.

Na realidade, ao final do treino todos fomos vitoriosos: vencer um dia apático, a distância e a indisposição (Treinar indisposto!) para treinar com alunos de outra Unidade, sentir a força de seus kiais*, ver a diversidade e a união deste grupo, tão grande, mas tão unido, me fizeram entender o realmente significa a palavra sinergia.
"



- Akemi Tsuruda, sobre o Intercâmbio: Niten Brasília visita Goiânia.

*dojo = local de treino
*kata = modo tradicional, sequência de movimentos
*senpai = colega que pratica há mais tempo no Niten
*narabe = formação em fila no início do treino
*suburi = exercício de aquecimento com a espada
*ittou = uma espada
*kodachi = espada curta
*nittou = estilo que utiliza duas espadas simultaneamente
*shiai = luta com arbitragem
*ganbatte = palavra de incentivo
*men = proteção para a cabeça, ou golpe na proteção da cabeça
*keiko = luta sem arbitragem
*kiai = energia, demonstrada principalmente através do grito

Tags: Treino, Relatos,

Intercâmbio: Niten Brasília visita Goiânia

por Santos-GOI - 02-nov-2010

Miná-san*, no dia 02 de Novembro de 2010, em pleno feriado chuvoso de Finados, as unidades do DF e GO realizaram um intercâmbio das artes samurais aqui em Goiânia.



Treinamos com muita energia, e houve demonstrações de vários estilos.



Iaijutsu (acima) e Jojutsu (abaixo).



Domo arigatuo gozaimashitá* aos senpais* Ricardo, Patrick, Silvana e demais senpais e alunos de Brasília por mais essa visita tão especial e por todo aprendizado proporcionado! Sayonara*!


Visualizar as fotos em tamanho ampliado


*miná-san = pessoal
*domo arigatou gozaimashitá = muito obrigado
*senpai = praticante mais antigo
*sayonara = saudação

Tags: Treino, Visita,
Últimas postagens:


topo

Instituto Niten Goiânia
(062) 99910-0909
(011) 5539-3587
goiania@niten.org.br