Ir para o Conteúdo

Mural Niten Gaúcho


A Liga - Thaide faz Shugyo no Niten

por - 04-nov-2011

"Neste ano, vi muitas pessoas passarem por esta casa para fazer um shugyo. Como este ano também estou de shugyo, acho que entendo o que as pessoas sentem nos vários estágios de cansaço, alegria, tristeza, satisfação... Ver e fazer um shugyo com o Thaíde foi excepcional. Nunca vi, em dois dias, alguém fazer o que ele fez. Uma pessoa sem experiência nenhuma com espada, em dois dias despertou o espírito guerreiro. Como uma revolução, Thaíde chegou com algumas expectativas, que logo de início foram quebradas. Ninguém pensava que ele chegaria onde chegou, mas conforme passavam-se as 36 horas de shugyo, ele foi “despertando”. Viamos em seu semblante o cansaço, mas também uma expressão de satisfação por ter encontrado um caminho que lhe faria bem para o espírito.

Foi uma lição de perseverança. Ele não desistiu. Foi receptivo aos ensinamentos de todos e abraçou a cultura samurai. Fico feliz em ter conhecido uma pessoa determinada e disposta como o Thaíde."

Fugita - unidade Ana rosa Hokkaido


Parte 1





Parte 2




Extras


Mais relatos dos companheiros de Shugyo do Thaide nos comentários

comentários   5 de 5

Zilda Araujo - Rio de JaneiroGrande Amigo Wenzel - Senpai
Meu nome é Zilda, fui funcionário da Academia
de Dança Jaime Aroxa-Botafogo onde conheci
seu belissímo trabalho e dedicação.
Assisti ao programa A LIGA, e fiquei muito
emocionada ao vê-lo, seu desempenho como instrutor,
(Continua)

Vaz - Rio de JaneiroShitsurei shimasu!
Konnichiwa Sensei!

É sobre minhas considerações do shugyo com o Thaíde. Na quarta de noite, quando comemos a pizza, fizemos o fechamento, mas acabei não falando tudo.

Logo no início, na terça feira, eu estava pagando pra ver... P (Continua)

Meloni - São PauloKombawá Sensei,
shitsurrei shimassu,
segue o meu relato sobre os dois dias de Shugyo.

Antes de iniciar o treinamento intensivo, lembro que o Sensei me disse para entrar de corpo e mente, para entrar firme no Shugyo, que então tudo ficaria bem. Foram (Continua)

Costa - Rio de JaneiroShitsurei shimasu
Konnichiwa yoroshiku onegaishimasu

Esses dias de shugyo são sempre muito intensos, foi muito bom ver todos os shugyochas com muita energia aguentando o treinamento em especial o Thaide que é marinheiro de primeira viagem e que nem é (Continua)

Fugimura - FlorianopolisDois Dias de Shugyo.
Tive uma honra de fazer um Shugyo para gravação do programa A Liga. O apresentador era o Thaide, que veio pedir para fazer dois dias de Shugyo.
Ao se apresentar na ADM, tive a impressão que ele ia desistir no meio, após soltar um `h (Continua)

Niten na RBS TV

por Niten - 13-out-2011

Vida e Saúde - Conheça a habilidade e a técnica de quem pratica kenjutsu

Tags: Imprensa, Televisao,


Dai Ichi Kihon

por Danilo-adm - 17-dez-2010

comentários   2 de 2

Santos - GoiâniaEsse é um katá que me fascina por sua complexidade, pelo aprimoramento que nos proporciona desde a primeira vez que o praticamos e também por sua beleza. Domo arigato gozaimashita, sensei! (Continua)

Simonassi - Vitória-ESOmedetou a essas jovens samurais. Dá para ver a energia emanando dos golpes!
E o olhar no útimo Kamae?
não lembra um pouco o ``lanius excubitor`` de Musashi sensei? (Continua)

Treino intensivo de Iai com Sempai Kimura

por Castilhos - 23-set-2010

 Neste sábado, fomos honrados com a visita do Sempai Kimura, que veio nos brindar com um treino intensivo de Iai. Foram cerca de 3 horas, que me deixaram com dores musculares até hoje, tamanha a sua intensidade.
 É impossível na minha opinião tentar descrever com palavras o sentimento após o treino. Creio que é algo muito particular para cada um. Para mim, particularmente, foi um momento de incrível resgate espiritual. Fez-me mais forte. Para quem não participou poder ter uma idéia, ficamos muito tempo apenas no "rei", o que me mostrou que o Iai é muito mais que um exercício. Parece-me mais uma meditação, onde precisamos praticar com a finalidade de, um dia, atingir a perfeição (não apenas física, mas espiritual). O mais difícil para mim, por incrível que pareça, sempre foi a situação de "imaginar o inimigo. Afinal, o kata é realizado perante um inimigo imaginário. Como, então, empregar energia e algo que não está lá? Parece impossível! No Kenjutsu, o adversário está lá. Só que isso não acontece no Iai. E aí reside a maior dificuldade. Contudo, também aí reside seu maior mérito.
 Ao conseguirmos ter a compreensão de que o adversário está lá, parece que o nosso espírito muda. O coração bate mais rápido e o kata parece fluir com mais intensidade, com mais paixão. E o intensivo deste final de semana, pela sua extensão e pelo seu rigor, me fez ultrapassar alguns dos meus limites particulares - físicos, mentais e espirituais.

Arigato Gozaimashita Sempai Kimura.

Tags: Visita,
comentários   1 de 1

Bruno Steyer - Porto Alegre - RSMuito bem observada a questão do ``imaginar o inimigo``. Nos katas quando consigo imaginar o inimigo por dois minutos, minha testa chega a doer de tamanho esforço.
Gostei por ter ressaltado o lado espiritual, realmente foi algo bem marcante durante todo (Continua)

SEMPAI JOEL E COMITIVA EM POA

por Bruno Rodrigues - 07-abr-2010

Konbanwá!


Sou talvez o mais novo no caminho aqui na unidade de Porto Alegre e gostaria de deixar registrado meus primeiros momentos no Niten. Estou sentindo a cada treino mais vigorizado e energizado, tanto fisicamente quanto mentalmente. Sei que muita coisa ainda tenho que aprender, procuro sempre melhorar minha disciplina para seguir o caminho da melhor forma possível. Último sábado, dia 3 de abril, tivemos a honra de receber o Sempai Joel e a comissão de Buenos Aires. Acompanhei o treino de jojutsu, onde apenas 1/3 dos katas executados eu conhecia, do contrário que eu pensava, todos tiveram muita paciência em treinar comigo.
Logo após começamos o treino de kenjutsu, tendo no primeiro momento a formação de um grande círculo para apresentação de todos. A notável diferença entre a língua e sotaque nos fez lembrar da"variedade de pessoas que treinam no Niten mas que seguem a mesma causa" (momento de ouro do Sempai Alessandro). Tive a grande oportunidade de treinar com o Sempai Joel, o qual me fez concentrar mais no meu kamae e a precisão do meus movimentos a cada golpe. 
No momento de ouro Sempai Alessandro leu a reportagem sobre o 54º Prêmio Paulista de Esportes 2010, o qual Sempai Joel foi premiado, uma bonita homenagem a quem tanto se dedica no desenvolvimento do Niten. Ao final todos se reuniram para tirar uma foto, percebi como se tivessem treinado há muito tempo juntos, um forte laço. Queria ter ficado para o churrasco, com certeza minha carta dobraria de tamanho. Essas são as palavras do mais novo. Uma pequena demonstração de gratidão.

Sayounará,
Arigatô Gozaimashitá.

Tags: Relatos,

SENPAI WENZEL EM PORTO ALEGRE

por Niten Rio Grande do Sul - 27-ago-2009

Senpai Wenzel de São Paulo e coordenador do Niten no Rio de Janeiro faz esta quarta feira 26 de agosto de 2009 a terceira visita à nossa unidade na Auxiliadora em menos de 3 meses. Vamos ter mais uma vez treinamento especial de Niten Ichi Ryu com o Senpai Wenzel, que tem a graduação de OKUDEN do estilo, além de sua orientação no treinamento com Bogu e combates ao final. Agosto 2009

Tags: Visita,
comentários   1 de 1

pereira - caxias do sulwatashi wa pereira carlos desu.
senpai Wenzel eu aprendi muito nesse treino em porto alegre,diminiu a força nos golpes e limpei minha mente para aprender muito mais com o instituto niten ichi ryu.
arigatou gozaimasu (Continua)

NOSSOS ALUNOS NO GRANDES MESTRES 2009

por Niten Rio Grande do Sul - 18-jun-2009

Tags: Grandes_Mestres,

GASHUKU EM PORTO ALEGRE

por Niten Rio Grande do Sul - 09-mar-2009


O Sensei Jorge Kishikawa esteve na capital gaúcha para um treinamento intensivo nos dias 7 e 8 de março (sábado e domingo). "O Sensei retornou a São Paulo muito satisfeito com o desempenho dos alunos do Sul, destacando a força de vontade e a superação de limites demonstradas nesses dois dias..."
Veja as fotos e a matéria

Tags: Gashuku,

A ARTE DA ESPADA EM CAXIAS DO SUL

por Niten Rio Grande do Sul - 18-jan-2009

Matéria Publicada no Jornal O Pioneiro no dia 07 de Janeiro de 2009



Matéria Completa no Site do Jornal O Pioneiro

Tags: Jornal, Imprensa,

Diário de um Shugyo

por Carlo Corvello - 01-mar-2008

Os primeiros dias de um shugyo.

Comecei a fazer este shugyo no dia três de janeiro. Na noite anterior ao fatídico dia, assisti ao filme "Tropa de Elite", que narra o dia a dia de policiais das forças especiais cariocas, em especial, o treinamento deles. Não consegui dormir naquela noite; na primeira noite de shugyo; e nem na segunda, cada vez que caía no sono acordava dando um men ( um soco no teto ou na parede, na verdade).

Porém, apesar da insônia, assim como o número cada vez menor de aspirantes que seguiam no curso ao longo do filme, pareço estar cada vez mais adaptado, menos cansado e mais disposto, e tudo isso sem ter que tomar tiro de bandido, nem comer no chão. Agora minha atenção está dirigida em não ser o 01 (o primeiro a pedir pra sair!?) e ficar firme até o final.


"Ou você se omite;
ou se corrompe;
ou então vai pra guerra!"

Capitão Nascimento personagem interpretado por Wagner Moura em
Tropa de Elite.


Naginata: foco na estratégia


Na charutada da última sexta-feira o Sensei divulgou uma notícia bombástica: ele irá colocar bogu e lutar em todos os treinos de kenjutsu em que for este ano. Dito e feito: sábado, lá estava o Sensei de bogu e naginata. Volta e meia o Sensei ia perseguindo sua víti... isto é oponente pelo dojo. Alguns praticamente percorriam a quadra de fora a fora de costas, o Sensei não recuava um milímetro, outros, menos afortunados, eram imediatamente encurralados contra uma parede. Eu fui o último a lutar, minha tachi contra a naginata do Sensei. Se chegar perto do Sensei vale-se ippon, acho que eu teria conseguido um yuko. O imenso maai da naginata parecia impenetrável para a espada.

Segunda-feira lutei com o Sensei de novo. Se dizem que não se deve cutucar onça com vara curta, o mesmo deve valer para a luta. Sendo assim, mudei minha estratégia: agora seria naginata contra naginata. O resultado? Não diria que adiantou muita coisa contra o Sensei. Continuei apanhando, e bastante! Mas pelo menos a recompensa é grande: estou aprendendo a usar a naginata diretamente com o Sensei.

Arigatô gozaimashita Sensei!


Tags: Shugyo, Relatos,
Últimas postagens:


topo

Instituto Niten Rio Grande do Sul
POA: (051) 99897-6667 / (051) 98172-2815
GRAVATAÍ: (51) 99313-5251 / (51) 98172-2815
CAXIAS: (054) 99927-6770 / (054) 98402-0540 / (054) 98118-6453
N. HAMBURGO: (051) 99808-6913