Ir para o Conteúdo
imgcentral

Gashuku de Final de Ano - 2015

Último TreinamentoIntensivo de 2015
em São Paulo


Palavras dos Alunos;






"Não é novidade repetir que o Niten é uma Família. A comunidade do Niten é uma de minhas famílias há muito tempo. Um lugar onde tenho o espaço para aprender, me construir, desconstruir e reconectar meu espírito com minhas origens.
Apesar de treinar (muito menos do que o espírito pede) em Buenos Aires, conviver com o Sensei um ou dois dias que seja, é algo urgente. Quando o Sensei veio para o Gashuku "Hyodo Musashi", saí de lá como alguém que há muito não bebia um sorvo de água fresca.
Tanto neste como no último gashuku que participei, terminei com aquela antiga frase na cabeça: "Só sei de uma coisa: que nada sei".
Ter a oportunidade de estar num evento como o Gashuku, rodeado de companheiros de treino e sob a guia do Sensei. Não é algo que se deixa escapar.
Fiquei muito contente em poder rever, treinar e conversar com pessoas que não via há tanto tempo. Mas que apesar do tempo, parece que foi ontem que nos vimos. Nossos elos transcendem tempo e espaço. Basta um "odigi" (reverência) e pronto, estamos conectados na mesma sintonia.

Uma ironia graciosa foi a de ter aula de Kodachi Seiho com o Yoshimitsu. Vou guardar isso como uma das minhas primeiras experiências de "sentir o tempo passar". Já que me lembro "como se fosse ontem", quando o Sensei levou o Yoshimitsu pela primeira vez ao dojo. Tão pequeno, que nem falava. Fico muito grato pelo esforço dos três irmãos em treinar e preservar nossa cultura.

Espero voltar em breve. Mas que passe tempo o suficiente para me surpreender com a evolução de todos nós, que é um êxtase muito bom de se sentir.
Que o Niten continue ajudando as pessoas a viverem intensamente.
Arigatou gozaimashita Sensei
Shitsurei shimasu"

Fugita - Unidad Abasto



"Vou demorar um pouco para digerir toda a overdose de informações que foi o Gashuku, mas quero assimilar tudo que vi e ouvi. Desde os detalhes técnicos que o Sensei e os senpais passaram, em especial os senpais Kimura no Suio ryu e Yoshimitsu nos katas de kodachi.
Até nas horas de diversão, onde o senpai Adeval e o Melo me mostraram como dar risada sem deixar os katas de lado.
Escrevendo agora lembrei de outra frase que sempre ouço do Sensei, "o Niten não é academia".
De fato o Niten é muito diferente de uma academia."

Hideki (Unidade Santos)




"Relato ao Sensei que em 2015, consegui entender situações que muitos passam a vida sem enxergar. Os modismos e afagos rápidos que entorpecem as novas gerações e as afastam do Caminho já são reconhecidos. Finalmente vejo a diferença entre faísca e o fogo. O que treinamos é profundo, complexo, espiritual, tem que ser respeitado, pois lida com vida e morte. Os treinos semanais durante anos, as fases e graduações, os puxões de orelhas e sapinhos forjam os guerreiros como o forno forja o aço. Estou longe ainda de entender a espada, ainda não me cortei, e os treinos com a katana cortante ainda virão. Quem quer apenas faísca, aqui não perdurará!"
Ivan (Unidade Juiz de Fora)






Talentos do Niten - Mara Porto Alegre

A Aluna Mara de Porto Alegre recitou uma poesia no Talentos do Niten desse ano:

O que é tudo?

O que é tudo?
O que é exatamente tudo?
Países, planetas, casas...
Pessoas?
O que é tudo?
Sempre a mesma resposta:
não sei, não sei , não sei
foi aí que decidi procurar um velho sábio.
Seu sábio: o que é tudo?
Passado, presente futuro?
Afinal perguntei ao pai e mãe, vo e vó, mano e mana, tios
sempre a mesma pergunta...
Ele respondeu: me desculpe meu jovem, mas eu não sei esta resposta.
Não sei, não sei, não sei.
Foi então que me lembrei que para cada um é uma coisa,
por exemplo:
Tudo pra mim...
... É ...
Você !


A Poesia foi escrita pelo filho de Mara aos 10 anos de idade


topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h