Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei


Últimas postagens:

15-ago-2016

1ª Consciência Yamato

Nos meus tempos de menino, sofri preconceito e até me apedrejaram, mas quando perguntado de que país eu vinha, respondia a plenos pulmões: "Sou japonês, da terra de Yamato!"

Estamos na sexta geração de descendentes nipônicos no Brasil, e já existem até descendentes loiros, mulatos e de todas as misturas possíveis.

Muitos dos descendentes de hoje perderam o conhecimento do que carregam no sangue, e do que é ser japonês. Compreensível, pois além do tempo passado, nunca houve nenhum movimento fora do arquipélago japonês, para a conscientização para as origens nipônicas. Percebo nos novos nipo-brasileiros uma necessidade de encontrar suas raízes, uma busca vazia por sua identidade cultural, que se perdeu em algum lugar de seu passado, e que está enraizada na terra dos Deuses de Yamato.

Visando suprir esta necessidade urgente para que estes jovens amadureçam com firmeza em suas raízes, enriquecendo sua bagagem cultural, convoco os alunos e familiares que carregam o sobrenome nipônico, para a Primeira Conscientização Yamato, seguido do treinamento em Katori Shinto Ryu Kenjutsu, o estilo mais antigo do Japão.

Será um fim de semana em que os filhos de Yamato encontrarão suas raízes. Loiros, mulatos, de todos os tipos.

 


Encontrando suas raízes

12-ago-2016

Meu Pai





Quando tinha 6 anos, meu pai costumava me levar para o "sanpo" (caminhada), após retornar de sua jornada de trabalho.

Certa noite, paramos em uma ruela de terra (naquela época ainda estavam começando a colocar paralelepípedos em Suzano) com luzes fracas em postes de iluminação. Era uma academia de judo, mas naquele dia, não havia treino de judo, estava ali um grupo de kendo.

Demonstrei pronto interesse em começar, e após uma semana estava com uma espada de bambu na mão.

Ele então, deixou o judo para começar o kendo - por mim.

Com ele foram treinos árduos e difíceis, mas nunca reclamei. Anos se passaram e consegui muitas medalhas e a mais alta graduação.

Por mais de duas décadas seguimos o mesmo caminho, quando então resolvi partir para uma nova jornada.

Havia chegado a hora de deixar títulos e medalhas, em busca das origens do Caminho.

Hoje, trilhamos separados, mas sei que se não fosse ele, hoje não estaria aqui.

Nós, Samurais do Niten, não esquecemos o terceiro voto.

Feliz Dia dos Pais a todos os pais!


Tags: Egan2016_Ago,
05-ago-2016

Kogusoku no Gashuku

"Eu vi Katsuse Sensei passar segredos ao Sensei" - Joel (Unidade Argentina)

Ao longo das últimas décadas, fui privilegiado ao receber a atenção de Katsuse Yoshimitsu Sensei, sucessor do Suiyo Ryu Iai Kenpo, estilo que escolhi dentre as dezenas existentes, para me tornar o número 1 na Arte de "Sacar" a Espada - o Iaijutsu.

Foi ao longo desses anos que pude compreender que somente os mais dedicados poderiam ser agraciados com as técnicas e ensinamentos profundos - Oku - que fazem a diferença na compreensão do Caminho.

Na próxima semana, repassarei os Oku para os nossos dedicados:




Técnicas de Mão do estilo Suio Ryu Iai Kenpo

20-jul-2016

Controlando as Emoções


Dierk é executivo em uma multinacional em São Paulo.

18-jul-2016

Do Japão 6 - O Vulcão e o Templo





Com Osato Sensei, Mano Sensei e nosso Sensei
subimos ao Vulcão onde se encontra o Templo Zao...

Impressionante...

Lágrimas escorreram de meus olhos,
foi um dos momentos mais emocionantes de minha vida...

Pude bater o sino e agradecer a todos os meus antepassados
e pedir proteção a todos...
Familiares, amigos, a Sensei e Família, colegas do Niten e todos que me envolvi nesta vida...
e até aqueles que duvidaram e tentaram me impedir
de chegar aonde estou...
pois graças a eles e principalmente por eles
decidi seguir em frente...
Foram meus grandes incentivadores...


O vento soprava forte
e o Sol nos acompanhava...
As pedras alegres pelo caminho
aplaudiam nossa chegada

Ao fundo e no Centro
O Vulcão revela o seu coração
a beleza da Divindade
e sua eterna Esmeralda...

Domo arigato Gozaimashita"  
- Joel (Unidade Argentina)

12-jul-2016

Do Japão 5 - O Japão é o Sensei

"Eu treino há algum tempo, não é muito porem não é pouco
também...

Mas sempre quis vir no Japão, era um dos meus sonhos, mas também se não viesse, eu não ficaria frustrado pois em meu pensamento e sentimento sempre achei que estando com Sensei já era como estar no Japão,
não vejo diferença, falo isto em termos Espirituais,Técnicos e Filosóficos claro...

Mas que bom, estou aqui, e não nego que minha boca está nas orelhas de tão feliz...
Conhecer a Terra, poder tocar nas rochas, pedras, caminhar por onde os Samurais um dia estiveram,
Simplesmente Fantástico...

Mas os Japoneses parecem que esqueceram disto...
Até olham para nós vestidos de Samue
e ficam impressionados com algo que é deles mesmos,
se você fala de Samurais é como estar contando uma novidade...

Ainda não caiu a ficha... é muito louco...

e posso realmente concluir o que sempre pensei
O Sensei é o que é 
porque é HAGAKURE PURO!!

Você Brasileiro, Argentino, Chileno, Mexicano e Português, preste a atenção
e não duvide, sua oportunidade é agora
se você queria seguir o Caminho da Espada,

a Espada que realmente dá a Vida, siga agora, pois outra oportunidade
como esta talvez não haja mais...

O importante é que a energia existe, eu sinto isto aqui...
É como um Vulcão extinto...

No Brasil o nosso Vulcão já está em Erupção há 23 anos..." 


Joel (Unidade Argentina/Chile)  



08-jul-2016

Em Sakurá 3

-Un tramo de una senda llena de enseñanzas y sabiduría que Sensei comparte con quienes decidan transitarla" - Daiana (Un. Buenos Aires)




-"O Sensei vê, aponta os nossos erros e cuida de nossas feridas" - Tiemi (Un. Curitiba)




-"Sekiguchi" - Souza (Un. Curitiba)










- "Aprendi costumes novos na comunidade Niten" - Christopher (Un. Curitiba)



-"5 e meia da manha a 7 graus" - Nishihara (Un. Campinas)




-"Os sete samurais que estao vivos no Niten" - Celline (Un. Sorocaba)




"O Gashuku, o tambor, a energia, o foco...e assim preparei a minha apresentação, que como conclusão foi ser aprovado." - Breno (Un. Santo André)





Clique para ampliar

-"Incrível" - Vidal (Un. Curitiba)




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h