Ir para o Conteúdo
imgcentral

Mural

Murais das unidades e posts de alunos


Visita e seminário com Senpai Vaz

por Gorgulho - PT/Lisboa - 22-fev-2018



 
Foi uma visita fantástica, pelo convívio, pelos treinos, pelas caminhadas, vamos guardar por muito tempo a lembrança da passagem 
do Senpai Vaz por Lisboa. 
Arigato Gozaimashita ao Senpai Vaz pela simplicidade e sorriso fácil.
 
Gorgulho - Coordenador de Lisboa






Tags: Egan2017_Mar,

Yasuke, o samurai negro.

por Baptista - RJ/Rio de Janeiro - 14-fev-2018




Texto compilado pelo aluno Baptista do Niten Rio

No final de um dos treinos, quando nos foi falado sobre Oda Nobunaga, cheguei em casa e a primeira coisa que fiz foi pesquisar a vida dele para maior compreensão, mas, passando por um desses sites em minha pesquisa, eu me deparei com uma imagem: um desenho em preto e branco de um homem negro ao lado de um homem que pela descrição era o próprio Oda montado em um cavalo. Logo que vi foi como um choque: quem era? Será que a imagem estava errada? Mas atravez de minhas pesquisas descobri a verdade.

Seu nome era Yasuke. O nome "Yasuke" foi-lhe concedido por Nobunaga, mas o motivo e a data não são identificados. O seu nome original não está registrado em nenhuma fonte, não sendo claro se Yasuke é um nome Japonês com base no seu nome original. Alguns estudiosos sugerem que ele era um Makua que se chamava Yasufe, no entanto as apresentadas são pouco conclusivas. Apesar dos Makua não terem tido nenhum contato com os jesuítas portugueses nas ilhas de Moçambique até 1585, ele pode ser membro dos Wayao que estavam começando a contatar com os portugueses, podendo explicar o seu nome, 'Yao' adicionado ao comum Japonês masculino sufixo de nome de 'suke'.

A data de sua chegada ao Japão é 1579, como servo do jesuíta italiano Alessandro Viglignano, um inspetor jesuíta das missões jesuítas nas Índias que seriam a África oriental, sul e leste da Ásia. O escravo acompanhou Viglignano até a capital, em março de 1581, o que causou alguma agitação: várias pessoas foram esmagadas até a morte, enquanto tentavam ver Yasuke. Os Jesuítas temiam que a sua igreja fosse afetada, mas conseguiram evitar o desastre. Toda a confusão chegou ao ouvido de Oda Nobunaga. Essa confusão vinha do templo onde Viglignano e Yasuke estavam hospedados. Oda, ao ficar sabendo da história, expressou o desejo em vê-lo. Suspeitando de que a cor de pele negra era pintada com tinta, mandou que o despissem e que o esfregassem para tirar a sua tinta. Esses eventos foram registrados em 1581 por carta do Jesuíta Luis Frois. Convencido de que ele era de fato negro, Oda pareceu ter ganhado uma admiração por ele e, em algum ponto, embora o momento não seja claro, foi permitido a Yasuke entrar a serviço de Nobunaga (de acordo com os japoneses, este se apresentou a Nobunaga, apesar de os europeus não o mencionarem).

Em alguns relatos antigos, Oda descreve o seu encontro assim: "No dia 23 do 2º mês [Março 23, 1581], uma página negra (黒坊主, "kuro-bōzu") veio dos países cristãos. O homem era saudável e de boa aparência, com um bom comportamento". Além disso, Nobunaga elogiou a força de Yasuke, descrevendo-a como dez vezes superior à dos homens normais. O sobrinho de Nobunaga, provavelmente Tsuda Nobusumi, deu-lhe uma quantia de dinheiro neste primeiro encontro.

Em maio de 1581, os relatos dizem que Yasuke foi com Oda para seu castelo em Azuchi. Segundo rumores populares, ele se tornou um nobre. Matsudaira Letada, descreveu-o como uma pessoa de 6 Shaku 2 (188 cm.) Era negro e sua pele escura como carvão" , se assim for ele tinha uma estatura imponente, tendo em vista os outros japoneses e Nobunaga, que era considerado alto.

É provável que Yasuke se comunicasse em língua japonesa de forma aceitável, talvez devido aos esforços de Valignano para garantir que os seus missionários se adaptassem melhor à cultura local, pois Nobunaga gostava de falar com Yasuke. Ele parece ter-se tornado muito próximo, e foi, talvez, o único "guerreiro" não Japonês que Nobunaga tinha na sua comitiva, o que poderia explicar o seu rápido crescimento em status e classe social. Terá assim sido, por esta altura que, segundo fontes, Yasuke ter-se-á tornado Samurai. O primeiro Samurai Estrangeiro. Os relatos também dizem que Yasuke recebeu uma residência própria, assim como o cerimonial da Katana por Nobunaga, e o próprio Nobunaga atribui-lhe também direito e dever de porte de arma.



Pintura japonesa que representa um grupo de estrangeiros portugueses 


Mas nem tudo foi sakura. Em junho de 1582, Nobunaga foi atacado e forçado ao seppuku em Honnō-ji em Quioto pelo exército de Akechi Mitsihide. Yasuke também estava lá no momento e lutou contra as forças de Akechi. Imediatamente após a morte de Nobunaga, Yasuke juntou-se ao filho e herdeiro de Nobunaga, Oda Nobutada, que tentava impor as suas forças no castelo Nijō. Yasuke lutou ao lado das forças de Nobutada por um longo período, mas foi capturado em batalha pelos soldados de Akechi. Estes perguntaram a Akechi o que fazer com Yasuke. Akechi disse que o homem negro era uma besta e não sabia de nada, e, além disso, ele não era Japonês. Não poderia cometer o Seppuku, de modo que não deveriam matá-lo, mas levá-lo para o Nanban-dera ou nanban-ji(南蛮寺, literalmente, o templo dos bárbaros do sul, forma como os Japoneses se referiam à igreja jesuíta). Dizem que Akechi não o matou por pena. Os negros não eram na verdade discriminados no Japão, eram mesmo admirados, tendo inclusive Buda sido frequentemente retratado como negro em templos Japoneses. No entanto, talvez Akechi não quisesse ofender os Jesuítas, necessitando de todos os amigos que pudesse ter neste momento de turbulência política. Era algo de que não precisavam no momento.

 Batista - Niten Rio de Janeiro








Yasuke - Obra da escultora Nicola Ross Exposta na Fundação Wong, Cape Town, Africa do Sul

comentários   1 de 1

Sarrat - NiteróiHistória muito interessante. Acrescento ainda o fato de que a filha de Akechi, Hosokawa Gracia (ou Garasha, para os japoneses) era cristã devota, o que pode explicar a preocupação de Akechi com os jesuítas. (Continua)

Inauguración del nuevo Dojo en el CRIT con Senpai Aguirre

por Aguirre - MX/Baja California Sur - 13-fev-2018








Tags: Egan2017_Mar,

Entrenamiento intensivo en Playa Balandra

por Aguirre - MX/Baja California Sur - 13-fev-2018



(...)



Continua (post completo)

Caravana Hayabusa

por Malaquias - SP/São Paulo - 05-fev-2018

Neste ano de 2018, os Hayabusas irão colocar os equipamentos nas costas e sairão em caravanas para visitar, cruzar espadas com companheiros de outras unidades e aprendermos juntos




Na primeira caravana do ano sábado dia 03 de Fevereiro, visitamos a mais nova de São
Paulo, a Unidade Brooklyn, onde Senpai Weber nos recebeu de portas abertas e, com
toda energia, nos proporcionou ótimos momentos que jamais vamos esquecer.

Com a Caravana Hayabusa, vamos compartilhar nossas experiências já vivenciadas
e escrever novas histórias durante nossas aventuras. E como Sensei sempre nos ensina,
vamos viver intensamente!

Até a próxima aventura.
Arigato gozaimashitá!
Hayabusa - Malaquias



(...)



Continua (post completo)

Tags: Hayabusa, Egan2017_Mar,

Hatsugeiko

por Brenda-Adm - SP/São Paulo - 22-jan-2018




O Hatsugeiko é o primeiro treino do ano.
Nesse treino parabenizamos uns aos outros pela passagem do ano e pedimos para que treinemos mais um ano juntos.
(Shinen Akemashite Omedetou Gozaimassu, Kotoshimo Yoroshiku Onegai Shimassu)

Tivemos também uma Celebração no salão do Templo Nikyoji,  o Monge Eishin Suzuki nos deu uma mensagem especial de início de Ano.

Com esse sentimento tivemos um treino puxado com muito Kiai e respeito pelos colegas.
Encerramos tomando um gole de Sake, agradecendo por um ano de treinos e aprendizados e mentalizando como poderíamos melhorar em 2018, avançando sempre no caminho do Samurai!
 
Arigato Gozaimashita a todos por mais um ano!



Egan 2017 Dezembro

por Egan - Niten - 02-jan-2018



​O Instituto Niten tem cruzado fronteiras para além do Brasil. Além da presença já há mais de 10 anos na Argentina, agora alunos do Niten que se mudaram para os EUA também fundaram Dojos em Miami, Denver e Orlando. No México surgem novos Dojos incluindo um na Baixa Califórnia no oceano Pacifico.
O Niten chegou definitivamente à Colômbia. O Dojo do Uruguai vem tomando força. A estrutura no Chile foi renovada com um novo coordenador exclusivo.
Para nós é uma alegria chegar a novos países e cruzar fron
​t​
eiras.
Para os alunos e instrutores do Instituto N
​iten é uma fonte de sabedoria e conhecimento visitar mais locais, conhecer mais culturas, interagir com pessoas distintas em cada país!
E temos a satisfação de receber em todos os locais novos a receptividade calorosa e intensa de novos alunos, que encontram no treinamento pelo Método KIR a Espada que dá a vida, em abundância!






EGAN 2017 Dezembro

Caros leitores e amigos
o EGAN, a newsletter do Instituto N​iten, esta de volta!
Com a ​publicação ​constante de material em nosso site, nos Cafés com Sensei, e no Facebook, o Egan ​agora ​tem o objetivo de ser uma compilação das notícias que foram destaque no período.
Esperamos que gostem, e pri​n​cipalmente que o EGAN continue sendo um mensageiro e inspirador da ​Espada que da a Vida a todos que o recebem,​ ​lembrando-nos sempre em ter GARRA, KIAI e PERSEVERANÇA em nossas batalhas di​árias.
Força a todos!





"Na primeira vez que vim ao Japão disse que os ensinamentos do Sensei e do Niten me ajudaram muito, especialmente para não cometer gafes e evitar problemas.

Nesta segunda vez não foi diferente. Ao procurar emprego e ao falar com meus chefes japoneses por exemplo, as palavras que o Sensei nos passa são importantes e causam admiração quando as reconhecemos e as recitamos: Majime, isshokenme, sei sei do do, entre outras.
Mas o que me impressionou foi que, ao ficar um mês nos EUA, lá também o Niten funciona!

Ao me portar seguindo os ensinamentos do Niten, recebia elogios e todos me achavam agradável e educado. Ao andar na rua como se estivesse no dojo, seguindo a etiqueta e os costumes japoneses ensinados pelo Sensei, você tem as portas do mundo abertas. 
Me senti realmente assim, como se pudesse ir a qualquer lugar do planeta e ser aceito, graças ao jeito Niten de ser.
Arigatougozaimashitá!  Sayounara!" 

Kenzo






Imagem
Recebemos Senpai Vaz - Coordenador de Niten em Brasil.
Un profesor excepcional, con pocas palabras, mucho lenguaje corporal y firmeza en su instrucción.
"Éramos siete inscritos, el ser pocos sería un privilegio.
El entrenamiento comenzó con Niten Ichi Ryuno sabíamos si la barrera del idioma nos permitiría entender lo que Senpai Vaz nos diría, pero ¡ahí fue donde nos llegó el primer ipon! Senpai Vaz es un profesor excepcional, con pocas palabras, mucho lenguaje corporal y firmeza en su instrucción daba a entender conceptos tremendamente complejos. A medida que avanzaba la clase, nos enseñaba aún más conceptos, luces que no habíamos visto antes, claridad en aspectos donde antes no la había. Cuando ya llevábamos una hora y media no lo podíamos creer, pensábamos que quedaba mucho tiempo de katas.

Llegó el momento de Kenjutsu. Fue todo tan didáctico, el segundo men ipon de Senpai Vaz, el ser capaz de explicarnos estas cosas con pocas palabras y mucha energía, ayudándonos a entender que las palabras son secundarias en el kenjutsu, el entrenamiento es lo principal. Nuestro nivel de felicidad no había bajado en lo más mínimo, seguíamos siendo niños en la nieve, disfrutando al máximo de este privilegio.
Luego, comenzó el Keiko, todos pudimos combatir un buen tiempo contra Senpai Vaz, su kiai, energía y alegría se apoderaron del dojo. Movimientos con propósito, muy controlados, un gran guerrero, tercer men ipon.
Pude ver en la mirada de todos mis compañeros alegría e incredulidad, por todo lo aprendido, estábamos todos impresionados, teníamos altas expectativas con el entrenamiento, y fue tanto más de lo que esperábamos, que manera de aprender.

Arigato Gozaimashita Senpai Vaz, esperamos volver a verlo en Chile."










A Família Vitoretti treina na Unidade Campo Grande do Instituto Niten.
De um em um, todos começaram a treinar, e quanto mais a família se aproximava dos treinos, mais o respeito e carinho mútuo cresciam dentro de casa.
Encontraram no Niten um Caminho para Seguir Juntos.
Um Dojo para Pais e Filhos



15º Torneio Brasileiro Individual de Kobudô 2017.
Todos contra todos e cada um contra si!

O Torneio recebe participantes de todo o Brasil e América Latina e trás competições das diversas artes do Kobudô além de demonstrações de técnicas antigas, entre elas o Niten Ichi Ryu do Samurai Miyamoto Musashi.



Kenjutsu Graduados - Estevão X Araújo




Shiai de Iaijutsu 5º Kyu - Toshi X Esteves




Demonstração de Goshinjutsu - Marques e Massao

Imagem



Imagem
Em Outubro nosso Torneio por Equipes de Kobudô!
O Torneio por equipes ao lado do torneio individual são os dois torneios de Kobudo organizados anualmente pela Confederação. Dia de ir para a guerra em Equipe, fazer estratégias em conjunto e lutar lado a lado. 

Arigatou Gozaimashita pela presença de todos alunos e familiares!






Imagem


"A Comemoração dos 20 do Niten no Rio Grande do Sul reflete a perseverança do Sensei, indo ao Japão para buscar o Kobudo e dedicando sua vida para aprender e ensinar o Caminho; a perseverança do Senpai Joel, que há 20 anos aceitou o desafio de acreditar e treinar com o Sensei, e a perseverança do Senpai Alessandro que aceitou o desafio de assumir a unidade Porto Alegre quando Senpai Joel foi para a Argentina." - Jonatha (Unidade Porto Alegre)

"Arigatou Gozaimashita ao Senpai Alessandro por tocar Porto Alegre e não desistir, arigatou gozaimashita pelo Senpai Joel viajar horas e horas para trazer o Niten para o sul e continuar levando o Niten para o mundo, e arigatou gozaimashita ao Sensei, por ter um sonho, ir atrás dele, fazer dele uma realidade e incentivar a outros a compartilhar o mesmo caminho, com passos largos para frente." - Daniela Cavalheiro (Unidade Porto Alegre)

"No Shin Hagakure Sensei nos ensina que devemos subir a montanha. Agora percebi que não devemos esperar até ficarmos mais experientes ou confiantes para tal - quanto mais cedo subirmos, melhor." - Rocha (Unidade Porto Alegre)





“Treinar com sinceridade, caminho da felicidade!”- Vera Piccoli (Unidade Caxias do Sul)




Imagem
Este tradicional treinamento do Caminho surge Japão e é mantido vivo até os dias atuais, voltado ao fortalecimento espiritual: o Kangeiko.

寒      Kan = frio
稽古 Keiko = treinamento

Com este objetivo, o Niten realiza anualmente o Kangeiko.
O Kangeiko ocorria nos dias mais frios do inverno, para que os samurais praticassem com fúria e resiliência, e assim superassem seus limites, sobrevivendo aos tempos de paz com dignidade.



Palavras do Kangeiko

"Um dos grandes aprendizados tem sido o da busca do equilíbrio entre a exigência e a expectativa do proceder certo, com o perceber até onde cada "corda" possa ser esticada, para produzir as mais belas músicas, dentro de sua "estrutura" e grau de aprimoramento.
E ainda de maneira legítima, ou seja, com o reconhecimento de que naquele momento e caminho possamos compartilhar algo que nos permitirá crescer mais juntos que separados." - Romeiro (Unidade Brasilia)


"Ao final, quando o Sensei tocou o sino para o mokuso, um sentimento de paz tomou conta de mim e só existia o som do sino diminuindo bem devagar.
Foi o sentimento que mais me marcou neste gashuku e que eu ainda não tinha vivenciado no Niten." - Ana Lucia (Unidade Vila Mariana)

"Superamos o frio: aqueles que não eram acostumados que vieram de regiões quentes, até mesmo nós do sul e da Argentina que somos acostumados tivemos que superar o frio durante a noite e o cooper." - Gabriele (Unidade Caxias do Sul)
 




Imagem
O Sensei Jorge Kishikawa foi acompanhado por vários graduados para os Estados Unidos com o objetivo de apresentar o Kenjutsu para os americanos.
"Nossos primeiros dias em Miami em preparação para Encontro Pan-Americano ultrapassaram minhas expectativas.
Os grupos Brasileiros, Argentinos e Americanos se entrosaram muito bem e apoiaram uns aos outros durante todo o tempo. 
Após os preparativos veio o treino. Treino pesado seguido por Shiais (Lutas) em que até os visitantes e iniciantes tiveram a oportunidade de lutar e sentir a adrenalida pulsando, foi uma experiência inesquecível assistir ao Sensei praticar em Miami.
Acredito que estamos indo na direção certa e que o Niten tem um futuro brilhante nos Estados Unidos.
Nossos corpos podem estar cansados mas nossos espíritos estão leves e felizes..."
 
"... Últimos dias - "Sem um sonho, força de vontade e perseverança nenhum objetivo será alcançado".
Essa foi a lição que ele aprendeu dos antigos mestres. E isso é exatamente o que nos trouxe aqui. O sonho do Sensei de criar um Instituto único que poderia não apenas ensinar as antigas artes marciais da espada mas também a cultura Samurai, tradição e outros valores que foram esquecidos até mesmo no Japão

Emsinar uma bela arte para espíritos elevados...
Niten está aqui para ficar. E crescer!!" - Barreto (São Paulo)






Imagem
Una nueva edición de nuestro Torneo Regional de Kobudo en modalidad individual.
El frio exterior no afectó la calidez humana que se extendió a toda la jornada, un gran numero de samuráis nos acercamos ese día tanto para competir como para colaborar en la organización y vivir juntos momentos llenos de emoción y espíritu deportivo.





Imagem
O aluno Esteves é músico e fez um arranjo da música da homepage do Niten para os vídeos de Momentos de Ouro.
O arranjo é baseado na faixa usada na homepage do Instituto Niten, agora em uma versao para teclado apenas. Confira no video abaixo, com o Sensei falando sobre a Melodia nos combates!




Sabedoria Samurai para o dia a dia

O Instituto Niten vem divulgando nos Cafés com o Sensei e nas redes Sociais, alguns trechos dos Momentos de Ouro

Tão importantes quanto o treinamento técnico,
ou mais, porque são feitos para mudar o Homem


Nos Momentos finais do treino o, os alunos se reúnem em torno do Sensei ou do Senpai responsável pelo treinamento para ouvir ensinamentos sobre a cultura samurai e a filosofia japonesa. Conceitos como Disciplina, Auto-Controle e Concentração são abordados sob a ótica samurai e os alunos aprendem como utilizar os ensinamentos da espada em seu dia-a-dia.







Veja mais vídeos com trechos de Momentos de Ouro no Site
Português / Español






Editoria

O nome eGan vem de 'GAN', o ganso selvagem japonês, mensageiro de boas novas, que agora lhe são enviadas por email!

'EGAN' é o informativo do Instituto Cultural Niten enviado desde 2003. O material é editado pela equipe da Sede do Instituto Niten e conta com a colaboração dos alunos. Mande sempre que desejar sua opinião, contribuição ou comentário por email. Arigato Gozaimashita pela leitura!
Equipe Egan - egan@niten.org.br

Papel de Parede
Imagem Wallpaper
Download wallpaper 1024 pixelsDownload wallpaper 1280 pixelsDownload wallpaper 1920 pixels

Tags: Egan2017_Dez,

Deixando 2017 com muito Kiai !

por Niten - SP/São Paulo - 31-dez-2017



Sábado 30 de dezembro de 2017
Último treino do ano no Dojo Vila Mariana, templo Nikkyoji, São Paulo!

E participação do Niten na tradicional confecção do Moti de Ano novo! o Motitsuki!








Boa Entrada em 2018 !

por Sede Niten - Niten - 28-dez-2017

Tags: Egan2017_Dez,

Como la luna en el agua

por Cafe con Sensei - Espanhol - 26-dez-2017

"Este gashuku de fin de año inició con un keiko de confraternización con kohais y senpais de Chile, Uruguay, Brasil y México. Fueron breves pero intensos combates con mucho kiai que nos permitieron poner a prueba las técnicas que veníamos practicando con personas con la que no luchamos habitualmente. En mi caso, fue un desafió aplicar los kamaes de 3 kyu por primera vez y, además, tratar de desarrollar una estrategia eficiente para emplearlos cuando no estaba acostumbrada a ellos. En esa situación me encontré luchando con Sensei desde waki kamae. Luchar con Sensei siempre es un placer. Recuerdo que en varios de los keikos que he tenido en otros gashukus sentí que Sensei fluía como el agua, un caudal impetuoso imposible de contener o una suave corriente que se escurría entre las rocas, difícil de atrapar. No esta vez, en este gashuku sentí que Sensei era como el reflejo de la luna en el agua. Uno lo ve enfrente de uno, siente que está al alcance de la mano, pero no es así. Apenas uno se mueve para intentar alcanzarlo, para acertar un golpe, este desaparece y, ¡sorpresa! Vuelve a aparecer en otra ubicación atinando un golpe perfecto. La primera vez quedé aturdida, no sabía que había pasado ni cómo Sensei había atinado el golpe, ni donde lo había hecho, si seguía enfrente mío sonriendo. La segunda y la tercera vez también. Creo que recién en la última vez vi a Sensei “desaparecer” de enfrente mío para atinar un men por mi derecha. En segundos sonó el silbato y agradecí con una gran sonrisa a Sensei mientras trataba todavía de entender cómo había “desaparecido”. ¿Tal vez fui yo que parpadeé? Sólo una forma de averiguarlo, volver a luchar con Sensei.
 
Un gashuku más, un día más de entrenamiento intensivo, de aprendizaje y de momentos inolvidables. En especial el entrenamiento de Suio Ryu con Sensei, hace tiempo que no reía tanto. Todavía tengo un largo camino que recorrer.
 
 ¡Domo arigato gozaimashita Sensei por haber vuelto a Buenos Aires a entrenar con nosotros!
 
¡Domo arigato gozaimashita Sensei! ¡Domo arigato gozaimashita Sensei! ¡Domo arigato gozaimashita Sensei!"
 
Daiana unidad Recoleta – Buenos Aires


Fotos - Pablo Sangiorgio

































Últimas postagens:


topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h