Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei


Últimas postagens:

21-jan-2015

A vida por um fio

Verão. Praia. Mar.
Além de"pegar onda", uma pesca para complementar.
Foi num dia desses que em alto mar, peguei um barco e fui "iscar".
Vermelhos, badejos, chernes, garoupas, sororoca e para aqueles que entendem de pesca, até moreia. Todos eles têm sua peculiaridade e exigem então, estratégia apropriada.
Um no entanto, prendeu a minha atenção: o peixe-porco.
Popularmente chamado de ¨porquinho¨, é de uma espécie que "briga" depois de iscado: valente.
É cuidadoso ao "mordiscar" a presa e ao invés de atacar vorazmente fica meio que "mamando", e que por ter a sua boca pequenina, fica difícil de "iscar": cauteloso.
E, mais do que a sua mente possa imaginar, é um peixe que se você não puxar rápido depois de "iscado", ele corta o fio do anzol com os dentes, te deixando de mãos vazias: mais inteligente que você.
Pois bem, foi quando fisguei um desses que ao puxá-lo para o barco constatei um fato pitoresco: foi fisgado por uma fina e tênue membrana de seu lábio inferior com o anzol quase solto.
Foi por um fio.
Por um fio o peixe foi fisgado, por um fio muitos perdem a vida.
Se lembrarmos de quantas vezes passamos pela morte "por um fio", chegaremos à conclusão de que fomos abençoados e tivemos muita sorte.
Mas sentir que fomos abençoados ou que somos privilegiados por ter sorte é uma afronta à vida. É como deixar a sorte e a fortuna à mercê do vento e das marés, para acharmos que um dia atracaremos no paraiso.
É necessário algo mais: sabedoria.
Neste sentido, tenho a lhe confessar que sou duplamente sortudo: encontrei a espada.
Foi ela que me avisou de perigos, me afastou de tentações, me aconselhou sobre a melhor forma de "nadar" em mares perigosas.
2015. A guerra já começou.
O vento está forte e para aqueles que ainda não pegaram as suas espadas, o perigo já os ronda em mar profundo.
Não perca sua Vida por um fio.
Hajime!!!




"Pesca do dia: peixes-porco"

15-jan-2015

2015 - Vamos à Luta


09-dez-2014

Gashuku de Conceitos 6 - Momentos de Diamante

Momentos de Ouro ou Momentos de Diamante.
Se existe algo que tem o poder de mudar e de transformar as pessoas é o convívio.
Para o bem ou para o mal, para o pior ou para o melhor, tudo dependerá com quem tu pretendes andar daqui para a frente.
É por isto que cada minuto no Gashuku já é por si o Momento de Ouro. Ou de Diamante.
Se cheguei até aqui, foi porque nunca me distrai e muito menos perdi a atenção ao lado de mestres que tinham sabedoria além da técnica.
Um olhar, uma palavra, um gesto e até o silêncio. Tudo fui incorporando.
Enquanto todos buscavam os padrões ocidentais no Japão, eu estava lá, em direção oposta e é por isto que digo que no Niten temos uma dísciplina única e impar no mundo, a apelidamos de "katas do bushido" e que são explanados nestes Momentos.
As impressões de hoje são de um aluno nascido no Japão* e que confirma:



"Eu aproveitei ao Gashuku muito. Eu agradeço ao Sensei e aos Senpais por me dar uma oportunidade com grande valor.
Eu consegui aprender técnicas pelas guias (orientações) de Sensei e Senpais.
Além disso, eu consegui conversar com muitos Sempais.
Essa experiência foi grande alegria para mim.
Recentemente, a característica de japoneses se diversificou e mudou muito, mas basicamente tem o costume que dar valor a relação com outras.
A frases 一期一会 "Ichi go ichi e" (Um Encontro Uma Vida), 縁 "En" (elo do destino), ou 和 "wa" (união harmônica) mostram o conceito.
Infelizmente, o conceito estão diminuindo no Japão. É verdade que as vezes nós temos que lutar com outros que atacam famílias ou amigos. 
Mas eu senti por Gasshuku de novo que eu tenho que acreditar, agradecer, e ajudar os vizinhos porque eu não consigo viver ou crescer sozinho.

No Gasshuku, eu falei português muito, por isso que este tempo foi bom treinamento da língua para mim também!
O final do semana passada foi bem conteúdo. Muito obrigado!

Arigatougozaimashita"
- Kariya (Unidade Florianópolis)


*praticou 10 anos de Kendo-3º dan
**as palavras entre parêntesis foram por mim acrescentadas para melhor compreensão












09-dez-2014

Gashuku Resgate do Tempo 4 - Shindo Muso Ryu Jodo



"Estava eu há seis anos e meio aproximadamente, pensando em deixar a vida sedentária, algo dentro de mim me dizia que já havia passado o momento, como diz o ditado, praticamente já tinha perdido o bonde.
Procurei uma Arte Marcial, pois por algum motivo, me sentia vinculado às Artes Antigas Japonesas, foi coisa realmente do destino, pois procurei o Niten e através do Senpai Adeval, pudemos formar uma parceria que dura todos estes anos.
Se me perguntarem se me arrependo de alguma coisa na vida, a primeira resposta será: não ter conhecido e fazer parte do Niten há muito, muito, mas muito tempo atrás."  
- Osmar (Unidade Guarulhos)
























03-dez-2014

Gashuku Cirúrgico 2 - Kenjutsu Combate

"Quem está buscando o verdadeiro caminho, não passa inalterado ao ver uma demonstração de combate e técnicas pelo Sensei:
E mesmo o domingo sendo cheio de correções, detalhes e grandes aprendizados nos momentos de diamante, o que ainda ecoa na minha memória é o Sensei aplicando os katas(sequencias antigas) do Niten nas lutas : sassen(flecha), hasso(8 visoes), haritsuke (arrebatar)… enfim, o Sensei se movimentava de forma sublime e era preciso como um cirurgião, porém, cirurgiões não são precisos em cortes que duram menos de 1 segundo.
Então o Sensei se tornava algo muito maior: a energia do Sensei parecia englobar ou até mesmo circundar os adversários como uma força invisível que previne reações e que se impõe, como o cheiro de um incenso no zazen, que purifica o espaço e conduz a atmosfera.
O Sensei realmente construiu algo especial neste caminho de busca para se tornar imbatível. Algo que quem quer perseverar se identifica e quem quer reclamar irá desdenhar ou simplesmente ignorar. Ignorar pois não foi treinado para ver, ou não tem a coragem de admitir que terá de lutar para chegar próximo a isto! "
-  Ivan (Unidade Juiz de Fora) 






Cortes cirúrgicos




















Participantes do Kenjutsu

02-dez-2014

Gashuku de Diamantes 1 - Niten Ichi Ryu

“Lembro-me de que quando era criança, gostava de brincar de pirata e de achar tesouros ”enterrados" em ilhas misteriosas, e imaginava baús cheios de ouro e diamantes.
Muitos anos depois, já adulto, parece que finalmente achei meu primeiro baú do tesouro, não em uma ilha, mas no alto da serra.

O Sensei havia prometido mais um Momento de Diamante neste último Gashuku (treinamento intensivo), mas a verdade é que foram vários momentos de diamante, um verdadeiro "Baú do Tesouro", que acho que nem o famoso pirata "Barba Negra" ouviu falar.
O Momento de Diamante anunciado na programação já foi de intensa riqueza, demonstrando a história do Presidente de uma grande empresa automobilística, que colocou a humildade como chave do sucesso de sua carreira, algo para refletir muito, pois a humildade exige um grande desprendimento, principalmente quando se trata de alguém que poderia ter tido qualquer cargo no começo da carreira, graças ao seu diploma.
Mas não parou por aí. Outro diamante surgiu quando o Sensei deu seu próprio exemplo de ter chegado ao estado de Mu(Vazio) em plena situação de exaustão física, conseguindo fazer seu treino de Iai com muito mais precisão após horas de "Light*".


*Light: Denominação dada pelos alunos à Sequência mais intensa e exaustiva de exercícios praticada no Kenjutsu no Instituto Niten. 

 
Mais diamantes surgiram quando o Sensei corrigiu os Kamaes de aluno por aluno, mostrando como olhos experientes podem enxergar detalhes de erros na execução dos kamaes que nem sequer sonhamos. No meu caso em específico, ao me posicionar em Nito Jodan (duas espadas), fiquei impressionado em como o Sensei mostrou um erro de como a musculatura do meu braço estava falha em demonstrar a postura e a energia que o kamae (poisção) precisa ter para ser eficiente no combate.

Mais um chuva de diamantes ocorreu durante a execução dos katas do Niten (Kishikawa Ryu Iaijutsu), não só por todas as novidades e atualizações, mas porque o Sensei passou observando e corrigindo cada aluno.
E pra completar o baú de tesouros, um diamante vindo do Japão: palavras de Yoshimochi Sensei transmitidas pelo Sensei para quem esteve presente ali no Gashuku. Na verdade, um verdadeiro segredo sobre como “tirar a força” dos braços, algo que Yoshimochi Sensei (soke do Niten Ichi Ryu) transmitiu apenas observando fotos nossas aqui do Brasil. Simplesmente impressionante, pois mostra a que nível de observação chega um mestre, que consegue corrigir um movimento mesmo observando uma imagem estática!

Voltei pra casa com meus diamantes, satisfeito por ter encontrado o baú do tesouro que sonhava quando era um menino. Espero que mais gente tenha levado uma parte do tesouro pra casa, pois sem dúvidas havia de sobra para todos.

Arigato Gozaimashita, Sensei, por mais essa experiência.”
- Zambon (Unidade Sumaré) 

 
Treino de Niten Ichi Ryu no nosso Gashuku de Diamantes



























28-nov-2014

Soke e Shihan (Menkyo Kaiden) 1

Atendendo aos pedidos de mais perguntas que temos recebido desde a publicação do Café Soke e Shihan em 10 de Outubro de 2014, resolvi detalhar então e hoje coloco no Café:


SOKE E SHIHAN (MENKYO KAIDEN) 1

Uma das maiores confusões a que está sujeito o Ocidente - e muitos japoneses - é de que Soke e Shihan têm o mesmo significado.
Quem pensa desta forma, está totalmente errado.
"Soke": Formados pelos ideogramas "principal" e "família", são indivíduos que, praticantes ou não, foram nomeados pelos seus antecessores, representantes da escola a que pertencem. Consanguíneos ou não em relação ao fundador, exercem, em palavras simples, funções comparáveis aos dias atuais à de "presidente ou representante oficial de uma organização" perante a sociedade em geral.
"Shihan": exige do indivíduo uma habilidade técnica superior a de todos os outros, pois será aquele que conduzirá as aulas e o futuro da referida escola. Deve possuir o certificado de Menkyo Kaiden ou Menkyo. Ele pode conceder certificados de Shihan, Menkyo Kaiden e Menkyo, atestando a maestria de um indivíduo, para ser reconhecido pelas gerações futuras.

Em poucas palavras: O Mestre.

Importante saber que cada estilo tem a sua forma em se tratando de sucessão. Por exemplo, o Suiyo Ryu Iai Kenpo tem o Soke e Shihan em uma única pessoa (Katsuse Yoshimitsu), bem como o estilo de Miyamoto Musashi, o Hyoho Niten Ichi Ryu Kenjutsu (Yoshimochi Kiyoshi) e outros. Por outro lado, o Tenshin Shoden Katori Shinto Ryu tem o Soke (Iizasa Yasusada) e Shihan (Otake Risuke) em pessoas distintas.
Ao praticante, interessa saber, desde que busque o aprendizado sem distorções ao longo do tempo, se o seu Shihan tem um certificado legítimo de Menkyo ou Menkyo Kaiden. Isto porque existem os ilegítimos.
Caso contrário, pode se dizer que estará praticando uma técnica falsa e incorreta.




Certificado do Niten Ichi Ryu onde lê-se Shihan Gosho Motoharu outorga o titulo de "Menkyo Kaiden" ao Sr . Kishikawa Jorge

24-nov-2014

Pequena samurai

Recebi mensagem hoje sobre o nascimento de uma samurai do Niten.
Mais do que me alegrar pelo noticia de seu nascimento, foi a de ver a atitude de seu pai em relação ao Caminho. Em relação a Vida.
Enquanto que possivelmente a maioria relaxaria o nó do guerreiro, como é comum em casos como este, ele, ao contrário, amarrou o seu elmo para vir a guerra.
Pois ele sabe que a "guerra" da qual falo, não é a do Niten. É a dele próprio.
Este sabe que, a partir de hoje, não terá sossego por 50 anos...



"Ohayou gozaimasu Sensei,

Muito mais que uma forma de lazer, o Niten é um grande construtor de caráter e virtudes. Diferente de outros “esportes”, a filosofia aprendida durante os treinos, se extrapolada para o nosso dia a dia, tem o poder de desbloquear o potencial humano.

Observando os alunos do KIR Jovem e convivendo um pouco com os filhos do Sensei, percebi isso nitidamente. São crianças diferentes com muita energia, alegria, são prestativas e sinceras.

Nesse mês de novembro nasceu a Olivia, que irá aprender todas os valores e virtudes para se tornar uma pequena samurai do Niten.

Eu não iria para o Gashuku, mas suas palavras me fizeram refletir sobre o que é ser um samurai moderno.

Estarei aí!
Arigato gozaimashita."
- Dangelo (Unidade Curitiba) 



Olivia segurando a katana




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h