Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa


Últimas postagens:

15-fev-2012

Naginata Tsuki




13-fev-2012

2° Encontro de Coordenadores e Monitores em Brotas 4 - É viver...

"Domo arigatou gozamashita por realizar o evento e domo arigatou gozamashita a todos o que ajudaram para fazê-lo possível.
 





 

Shitsureishimassu O Sensei, fique realmente espantado vendo-o lutar. Foi uma experiência incrível, enquanto outros paravam para respirar ou acomodar-se o bogu, O Sensei seguia demonstrando e pulando com uma energia impressionante por todo o dojo até o fim do treinamento
 


Domo arigatou gozaimashita O Sensei por permitir-me viajar e passar essas horas de ouro com O Sensei. Estou tratando de escrever tudo para não perder o que aprendi na viagem. É uma honra para meu poder passar esse tempo com O Sensei.
Tenho na cabeça cheio de pensamentos e todavia não aterrizo.  Domo arigatou gozamashita.

 









Não tenho palavras para agradecer a O Sensei.

Ser Niten é participar na construção de um caminho coletivo e seguir um caminho pessoal com a direção de O Sensei e o acompanhamento de todos nossos colegas.

 








Conviver com O Sensei é assistir à demonstração do que se pode conseguir com esforço e dedicação, é aprender e treinar as virtudes e encher-se o alma de energia.
 












É viver os momentos de ouro."
Basilio (Unidade Argentina)

 




 

10-fev-2012

2° ECM em Brotas 3 - Tantas brechas... tantas variações...

"Os treinos, em ambos os dias, foram grandes reencontros. E que maneira melhor de nos reencontrarmos todos senão no keiko. Era como se tivéssemos lutado ontem, hoje e amanhã... não parecia que todos na verdade nos encontramos tão poucas vezes no ano."
Danilo (Unidade Campinas)
 


Sensei em Nito Wakigamae


 

"Treinamos bastante e tivemos a chance de lutar com o Sensei, duas ou três vezes. Lutamos com e contra várias armas, entre elas a naginata, duas espadas e a espada curta."
Rodolfo (Unidade Recife)
 


Sensei contra Naginata


 

"Ver o Sensei lutar por mais de 15 minutos seguidos foi incrível.
Eu particularmente não imaginava que tantos golpes pudessem brotar de tantos kamaes diferentes.
Tantas brechas... tantas variações..."

Chiarella (Unidade Ribeirão Preto)
 


Treino livre em Brotas





 

09-fev-2012

2° Encontro de Coordenadores e Monitores em Brotas 2 - É um Rafting no Caminho!

"Estive presente no encontro de coordenadores de Brotas no final de semana - 3,4 e 5 de fevereiro - aonde tive a oportunidade de me encontrar com o Sensei e com Senpais mais velhos de caminho. Outros nem tão velhos no caminho mas com um caminho bem longo percorrido na vida e integrado ao espírito samurai".- Morais (Unidade Franca)







"Encontrar com o Sensei e com Senpais mais velhos de caminho.
Outros nem tão velhos no caminho mas com um caminho bem longo percorrido na vida "

 

"Foi uma experiência e tanto, nem imaginava que num final de semana poderia aprender tanto sobre administração, recursos humanos, psicologia entre outras coisas. Acho até mesmo que nem os quatro anos de faculdade conseguiram me transmitir o que neste final de semana me ensinaram."- Ana (Unidade Vila Mariana-templo Nikkyoji)




"Foi uma experiência e tanto, nem imaginava que num final de semana poderia aprender tanto sobre administração, recursos humanos, psicologia entre outras coisas."

 

"Lembrei-me do espírito de criança, quando me embrenhava no mato pelas fazendas em Minas. O Niten nunca mais será o mesmo, depois de todos juntos passarmos por estes momentos incríveis, de superação de obstáculos - com o maior prazer e espírito de criança - lado a lado"- Cortes (Unidade Rio de Janeiro)




"Lembrei-me do espírito de criança, quando me embrenhava no mato pelas fazendas em Minas."

 



"Diria, nestes momentos, que conviver com o Sensei é um rafting no Caminho!"- Cortes (Unidade Rio de Janeiro)


08-fev-2012

2º Encontro de Coordenadores e Monitores do Niten em Brotas 1 - Ser Niten

Estivemos em Brotas neste fim de semana.
Um fim de semana com muito sol de 40 graus , céu limpo e muita lua.
Enfim, mais uma vez , abençoados pelos deuses e pelo Buda, vivemos intensamente.
Com fúria.
Transcrevo as palavras do organizador do evento, coordeandor Donegá, de Ribeirão Preto:

"Gostaria de agradecer por mais esses dias de convivência e aprendizado. Realmente os Katas do Bushido levam tempo para serem absorvidos. Percebi nesse evento detalhes que ainda não tinha percebido que contribuiram muito para minha evolução como guerreiro e como pessoa. Estar atento a cada momento é o fator mais importante para não perder as oportunidades.


"Estar atento a cada momento é o fator mais importante para não perder as oportunidades."


 
Foi muito bom ter navegado com o Sensei rio abaixo, termos sorrido, brincado, e apreciado a natureza. Ver o Sensei lutar com os mais graduados e aplicar os fundamentos dos Katas de Musashi Sensei com a facilidade de quem simplesmente caminha...foi impressionante. As lições da Kodachi na pizzaria, ali, utilizando uma faca que se movia com maestria dos pulsos que detêm a técnica e o espírito. Sentar na calçada e ver a lua, com calma e mente aberta.


"Foi muito bom ter navegado com o Sensei rio abaixo"

 


 


 


 

"termos sorrido, brincado, e apreciado a natureza"



"As lições da Kodachi na pizzaria"
Experiência única.
O Niten realmente abre a mente de quem tem o desejo de progredir e, mais que isso, faz com que passemos a sorrir quando olhamos para trás e enxergamos todas as coisas boas, intensas e únicas que vivenciamos pela orientação do Sensei.


 


 


 

"Sorrir quando olhamos para trás e enxergamos todas as coisas boas"

 

O maior prêmio para quem organiza um evento sobre a responsabilidade que os Katas do Bushido requerem, é escutar do Sensei que tudo correu bem. A confiança do mestre não tem preço, pois toca diretamente nosso coração e diz numa voz silenciosa do olhar: continue se esforçando e fazendo o que é correto.


"Escutar do Sensei que tudo correu bem"

Resumiria tudo isso de uma única forma:
Ser Niten é sentir-se único.
Estar com o Sensei é ter certeza de que é único.
Arigato Gozaimashita"
- Ricardo Donegá

 

"Ser Niten é sentir-se único."
 
 

02-fev-2012

Hidensho

Shin nen akemashite omedeto gozaimassu.
Em português, quero lhe desejar "meus parabéns por iniciar este novo ano". Afinal de contas, "conseguimos" entrar em 2012...
Para mim, o Dragão veio de forma oportuna para  dar forma a um "projeto" que há muito tempo tenho apenas anotado.

O Hidensho, que em português se traduz por "O Manuscrito dos Segredos" tem o seu nome completo como Shingi Hidensho. Shin, de coração, sentimento, espírito ou mente. Gi, de técnicas.
Trata-se de uma coleção de anotações, reflexões e descobertas que tenho feito ao longo do meu treinamento.
Utilizando várias armas, conhecendo vários estilos antigos e treinando
obstinadamente durante décadas, fui agraciado com o voto dos deuses e do Darma Sagrado em minhas descobertas, penso eu.
Desta vez, diferente do Shin Hagakure, que visa mais orientar o praticante em sua conduta em prol do correto no Caminho, o Hidensho se apresenta como um manuscrito voltado para a Estratégia.
O Hidensho é uma obra inacabada, pois o meu Caminho ainda não está concluído (ainda há apenas uma centena de anotações).
Novas descobertas, com certeza, se revelarão.
Seguindo a tradição, será repassada aos amantes do combate que tem como meta conhecer a Estratégia em forma de pergaminhos, os makimonos.

Shingi Hiden Sho: o Manuscrito dos Segredos da Técnica e do Espírito.

Para Vencer Sempre.


(Fúria!)


Manuscrito (Makimono)


 

29-dez-2011

Egan 2011-10

Hoje , o último Egan de 2011

 Instituto Niten
Dezembro 2011-10
VEJA AS IMAGENS: Arigato Gozaimashita 2011 VIDEO DE FINAL DE ANO

Arigato Gozaimashitá a todos os leitores do Egan, alunos e amigos do Instituto Cultural Niten por caminharmos juntos em 2011.
Vamos continuar em 2012, vencendo novos desafios
e dando sentido a cada passo da jornada!
São os nossos votos
Shinnen Akemashite Omedetou Gozaimassu!
Feliz Ano Novo


Instituto Niten


Vídeo de Final de Ano
(clique aqui)






Aconteceu em 2011...


Janeiro - Shinenkais por todo o Brasil
Fevereiro - Encontro de Coordenadores em Vitória

Março - Benção do Dojo e Sempai Danilo na Argentina

Março - 55º Prêmio Paulista (Sempai Numa)


Abril - Dia do Samurai e Início do Projeto Niten Virtudes


Maio - 10º Torneio Individual - Belo Horizonte

Junho - Niten no Centro Cultural São Paulo

Julho - Kangeiko em Ibiúna

Agosto - Audiovisual - Cartas Vermelhas

Agosto - Coordenador Kenzo na Argentina

Agosto - O Niten Chega ao México

Agosto - A Liga - Shugyo de Thaíde

Setembro - Sempai Joel no Chile

Outubro - 10º Torneio por Equipes - Guarulhos

Outubro - Homenagem ao Koki de Katsuse Soke

Novembro - 4º Encontro Sul-Americano de Kobudô - Florianópolis

Novembro - Sensei no México

Dezembro - Gashuku de Final de ano

28-dez-2011

Final de ano 2: Niten é Gashuku!


Estava pensando como expressar a riqueza que esse Gashuku foi para mim. Primeiro, para começar, o mundo conspira a nosso favor, não tenho mais dúvidas. Não tinha planejado ir ao Gashuku porque tinha acabado de voltar de uma viagem de férias. Passei 10 dias fora do Brasil sozinha. Foi uma viagem em que você tem que resolver literalmente tudo só. É exatamente o que o Senseiexplicou sobre enfrentar o problema e não simplesmente desviar-se dele.



"enfrentar o problema e não simplesmente desviar-se dele.

 



eu chego com esse sentimento de individualidade mais acentuado do que nunca e participo do Gashuku de final de ano, em que o senso de coletividade e a generosidade prevalecem.



Piquenique


Fazendo o Café da Manhã


Preparando Bogus


Kir Jovem

São muitas reflexões que devem ser feitas a partir dessa experiência, muito a ser analisado...
Segundo. O intercâmbio proporcionado pelo Gashuku permite aprender novos movimentos, observar detalhes, e, principalmente, sentir a energia de todos. E fantástico.




Gashuku


Workshop


Jojutsu


Final de Treino


Gashuku

E para fechar com chave de ouro, poder conviver um pouco mais com o Sensei e com a sua família é um privilegio.
Sensei domo arigatô gozaimashitá pela oportunidade."

"Ser Niten é: ser técnico e efetivo no cotidiano sem perder a generosidade no coração." - Lea Kuwayama - Unidade Taguatinga/DF

 

 

27-dez-2011

Final de Ano: Niten é Gashuku!

"O retornar do Gashuku (Cs . 27 dez.  - Último Corte 2011) realizado em São Paulo neste último final de semana, eu decidi não escrever de imediato sobre o evento. Queria refletir um pouco sobre o que foi para mim o meu primeiro (de muitos, eu espero!) Gashuku. Não queria que o cansaço da viagem, que foi um tanto longa, atrapalhasse a minha reflexão. Por isso, somente hoje, passados dois dias, eu decidi deixar meus pensamentos se tornarem palavras. A viagem até São Paulo foi um bom momento para conhecer melhor os companheiros de dojô (local de treino).






"conhecer melhor os companheiros de dojo"

Conversamos muito, rimos, ouvimos as dicas dos mais experientes sobre tudo que estava por vir durante o Gashuku e como deveriamos nos comportar.








Ao chegar na unidade da Vila Mariana,




Treino no Dojo Vila Mariana - Templo Nikkyoji

 

eu confesso que estava preocupado em fazer tudo da melhor e mais correta forma possível, para que meus erros não se transformassem em constrangimento e problemas para o Sensei, para os Senpais e para os colegas de treinamento, pois às vezes eu ainda não sei direito o que devo ou não fazer ou como me portar. Por isso, estava com o coração acelerado e um pouco nervoso.

 

Todo esse nervosismo foi se transformando em tranquilidade e alegria durante todo o evento.





 

Por exemplo, quando entrei no dojô na Vila Mariana e Senpai Gilberto me recebeu com um sorriso,como se me conhecesse a décadas.


Sempai Gilberto


Durante o treinamento de Dai Ichi Kihon onde Senpai Fugita nos ensinou com entusiasmo e alegria contagiantes.


Fugita - entusiasmo e alegria

 

Durante o almoço na conversa tranquila com Senpai Wenzel, que transborda humildade e serenidade (que espero um dia poder alcançar).


Sempai Wenzel ensinando as crianças

 

Nas conversas com Senpai Fujimura durante os intervalos das atividades, sempre me incentivando e preocupado com o bem estar de todos no alojamento.


Fujimura incentivando todos

Durante a confraternização, onde senti a alegria de todos, como irmãos que se encontram depois de muito tempo separados.



Durante o exercício com o Sensei na manhã de domingo, onde até o sol se fez presente, iluminando de maneira especial aquele momento de ouro.



Na sabedoria dos ensinamentos de Michiko Sensei sobre Shodo e de Kishikawa Sensei sobre Oda Nobunaga e a história dos Samurais e do Japão.

Enfim, esses e outros momentos foram muito especiais para mim e confesso que me emociono e escrevo este relato com um nó na garganta ao lembrar de tudo isso e todas as pessoas que tive a oportunidade de conhecer e que compartilharam comigo estes momentos. O mesmo nó que senti ao me despedir do Sensei ao final do Gashuku e ver a sinceridade no olhar do Sensei quando me disse que estava muito feliz por todos nós estarmos ali. É difícil traduzir em palavras o significado de tudo isto, algo que foi uma experiência transformadora do meu espirito e acredito que jamais serei o mesmo depois deste evento.

Meus agradecimentos ao Sensei, ao Kishikawa Sensei, a Michiko Sensei , aos Senpais, aos companheiros de Gashuku, a todo o pessoal da organização e a todas aquelas pessoas que nos auxiliaram de maneira quase ``invisível`` (limpeza, segurança, transporte, cozinha, entre outros), que tornaram este evento maravilhoso possível.




"Meus agradecimentos a todo o pessoal da organização"


"Sensei estava muito feliz por todos nós estarmos alí."

Me sinto abençoado e privilegiado em ter compartilhado estes momentos com todos vocês.
Sayonara. Arigato Gozaimashita. - Camina - Florianopolis

 

 

22-dez-2011

Gashuku 2 - É preciso desfrutá-la!

"O Gashuku foi uma experiência única, em todos os seus aspectos.
Ter a oportunidade de entrar em contato com os diversos estilos foi algo indescritível e inesquecível. Principalmente em razão do privilégio de ter o Sensei corrigindo e orientando cada sequência, cada movimento. O Hiden revelado e passado diretamente pelo Sensei, permitia compreender o kata, e não apenas repeti-lo como uma sequência de movimentos sem significado.


Sensei passando o Hiden (segredo)


Sensei Corrigindo


 

A programação do Gashuku estava perfeita. Começando com o combate de Kenjutsu no Nikkyoji da Vila Mariana, que mostrou parte de todo o universo a ser explorado, apenas para resgatar uma fração das técnicas utilizadas pelas diversas tradições (ryu), muitas delas perdidas nas modalidades atuais.

Kenjutsu no Templo Nikkyoji


Resgate , parte do universo a ser explorado



Em seguida, o jojutsu do Shindo Muso Ryu, com as técnicas de quem, em um segundo combate, teria prevalecido sobre Musashi Sensei.






Jojutsu, técnicas que teriam prevalecido sobre Musashi

 



O treino continuou na Serra da Cantareira, também com momentos inesquecíveis.
As sequência de Sekiguchi Ryu são vibrantes e vigorosas, e a energia aumentava à medida que os katas eram executados.




Sequencias vibrantes e vigorosas

 

 

Também gratificante foi praticar as 4 sequências omote do Isshin Ryu Kusarigamajutsu , como ensinadas por Kaminoda Sensei.


Kusarigama



 

Em seguida, o Hyoho Niten Ichi Ryu de Musashi Sensei. Aqui, não é preciso dizer mais nada.




Hyoho NIten Ichi Ryu




 

No domingo, o cooper e a caminhada na Serra, seguidos pelo Hino Nacional, a energização do ki, o Dai Ichi Kihon no kata, entre outros.


Caminhada na serra


Energizacao do ki



Dai Ichi Kihon no Kata





 

O kata de naginata e de combate para kobudo. Enfim, a programação técnica estava perfeita.


Naginata Kata


Naginata Combate



 

A programação cultural também foi excelente. O shodo, sob a supervisão do Sensei, da Michiko Sensei e do Yoshiaki Sensei. Mas a palestra com o Yoshiaki Sensei, relatando fatos desconhecidos sobre o passado foi um ponto a ser destacado nesta programação que, infelizmente, não se repetirá nos próximos 5 anos, segundo afirmou o Sensei.






Shodo


Um ponto que nao se repetirá nos proximos 5 anos




 

Porém, houve algo no Gashuku que me marcou bastante durante o evento. Foi a convivência com o Sensei e com todos, no Bonenkai, nos momentos de lazer e na interação durante toda programação, técnica ou cultural.


Bonenkai


Convivencia com o Sensei






Momentos de lazer e interaçao




 

A vida é uma dádiva que não pode ser desperdiçada. É preciso desfrutá-la. É preciso viver, com toda intensidade possível. Viver também é conviver. O contato com todos, os momentos de convívio, de aproximação com os que tem um propósito comum, é o que deu sabor especial ao Gashuku. Saí renovado e revigorado.
 












É preciso viver










Viver é conviver




Saí renovado e revigorado



 

Domo arigatou gozaimashita, Sensei. Domo arigatou gozaimashita, aos colegas, novos e antigos, e à administração. Já estou ansioso pelo próximo Gashuku."- Samuel (Unidade Vitoria)




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h