Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei


Últimas postagens:

24-jul-2007

Medir Forças

Nesta semana, em todas as Unidades do Niten temos o que eu chamo de "medimos forças". 
Medir forças, como o próprio nome diz, mede e avalia o quanto você aprimorou a técnica ao longo do mês. 
Submetidos a uma situação não habitual, os alunos passam por um stress psicológico no qual tem que se dominar ou, do contrário, será dominado. 
O resultado disto é ter vencido os maiores oponentes, que são em ordem crescente de importância: os outros e o seu espírito. 
No final das contas, medir forças é em duas palavras: 
- Medir a sua força de vontade e atitude com a sua espada no mês que se passou. 
Não vá ser reprovado. 


kanji (+hiragana) 
medir: hakaru

23-jul-2007

Guarda Rodoviário

Hoje, 23 de julho, comemoramos o Dia do Guarda Rodoviário. 
Na época em que atuava como oficial médico nas Forças Armadas, fui um dos responsáveis no exame de admissão desse pessoal por uns 2 anos. 
Acordava cedo e ia para o Batalhão de Quitaúna (Osasco), onde se apresentavam os milhares de candidatos para o Estado de São Paulo. 
Era uma dura realidade. Pais de família com mais de 35 anos, outros obesos com mais de 100 kilos, desempregados há 5 anos, administradores, dentistas, contadores e muitos com diploma na mão e que viam uma esperança no Guarda Rodoviário, o seu sustento. Tinha até alguns que não tinham dedo! 
Infelizmente, tive que dizer vários "NÃO", apesar do desespero e choro de muitos candidatos. O teste de aptidão física nas Forças Armadas é a peneira para escolher os mais aptos para a profissão. 
Eu digo: 
- Tomando sol  e chuva, subir e descer ladeira correndo atrás de bandidos não é para qualquer um. 
Um brinde a eles.

20-jul-2007

Fotos de tsuki errado

Hoje tenho 2 fotos que mostram o que acontece quando a estocada (tsuki) vai além do simples toque. 
As conseqüências são fatais e irreversíveis, como por exemplo a HÉRNIA CERVICAL, que em alguns casos, levam o praticante para a mesa de cirurgia... 



Estocar é simplesmente, tocar.

19-jul-2007

Vídeo de tsuki errado

Te falei anteontem ( 17 de julho - Estocada, Tsuki ) do porquê me preocupo tanto com a técnica de estocar (tsuki): segurança. 
Veja como é diferente deste, que um aluno encontrou num fórum de kendo e nada tem a ver com espada:

Isto não é kenjutsu, não é suavidade nem leveza. 
Em suma, não é espada.

18-jul-2007

Acidente Aéreo

Acredito que você, como eu, está sabendo da catástrofe de ontem. E eu, como usuário freqüente do transporte aéreo, não poderia me calar diante do maior acidente ocorrido ontem, no aeroporto de Congonhas.
O senador de Goiás, Demóstenes Torres, responsável pela CPI do apagão aéreo disse hoje, em entrevista, que, no seu entender, há em toda catástrofe, causas primárias e causas secundárias. Entre as primárias, ele citou a falta de infraestrutura, planejamento etc e etc.
No meu entender, e eu já disse quando caiu o aviao da Gol e quando abriu-se o buraco do metro Pinheiros, só temos uma causa.
Avião que cai, buraco que se abre, violência sem limites têm, todos eles, uma só causa: falta do Bushido.
Pista inacabada, freio quebrado ou falha humana, seja lá o que der nas investigações, chegaremos a conclusão que faltou, em primeiro lugar, honra, dignidade, honestidade, palavra, seriedade... E, em segundo (e faltará de novo) a punição dos culpados.
Honra, seriedade, palavra: no Brasil e em todos os lugares são belas palavras.
Punição: aqui no Brasil, dói nos ouvidos.
Honra, seriedade, belas palavras e punição: Bushido.
Enquanto Bushido não aparece, só nos resta rezar.


17-jul-2007

Estocada - Tsuki

É sabido que quando falamos em espada japonesa, a katana, temos a idéia do corte. 
-Ela corta? Tem fio? 
Devemos nos lembrar, entretanto, que ela também perfura. Estocada ou "tsuki", como é denominado em japonês. 
No combate com proteção, o alvo se concentra na garganta, principalmente. 
Trata-se de um golpe potencialmente fatal, numa região potencialmente delicada, e mesmo com o uso de proteção, se feito com força, pode acarretar danos irreparáveis nos seus praticantes. Principalmente, hérnia de disco na região cervical. Lembro-me de um caso publicado há quase 30 anos na revista Kendo Jidai, no qual um dos praticantes desferiu um "tsuki" e o seu companheiro, atingido, desmaiou. Foi a óbito e foi constatado na época que havia ocasionado hemorragia interna, por lesão de artéria. 
Ao longo de quase 40 anos na espada, vi muitos mestres de kendo (senão a maioria) sofrerem de hérnia cervical, com dores na nuca constantes, formigamentos nos braços e nas mãos e até paresias*. Em kendo, há necessidade de estocar o suficiente para que o oponente sinta um solavanco para trás. Se isto não ocorrer, não vira ippon*, um ponto. 
Na minha opinião, estudando os vários estilos antigos* e refletindo bastante sobre o assunto, cheguei a conclusão de que não há necessidade de estocarmos a ponto de deslocar o oponente para trás nem por 1 milimetro. O simples fato de tocar a garganta já é o suficiente. Tocar... 
Estamos falando de combate com espada, e não um pedaço de pau. 
A katana tem o poder de perfurar pelo menos 3 cm quando executado a menor pressão. 3 cm em qualquer parte do corpo, convenhamos, acaba com qualquer um. 
Por isto, em KENJUTSU, temos dois motivos para somente tocar o oponente no "tsuki' : 
A primeira, a mais óbvia, que se trata de uma katana, cuja lâmina é tão afiada quanto a de um bisturi. Ela penetra por si própria. 
A segunda, pela segurança . Evita-se lesões irreparáveis. 
O terceiro é kuden # ( 13 de junho - Kuden ) 

16-jul-2007

Harvard

Ganhei uma lembrança interessante nestes dias - uma xícara. 
Um de meus alunos foi para Boston para aprender técnicas de comunicação de inteligência e em análise de relatórios financeiros para identificar as estratégias, forças e fraquezas dos competidores . 
Boston foi o estopim da independência norte-americana, lar de líderes como John F. Kennedy e de centros de excelência na formação do "império" norte-americano: Harvard School, M.I.T. e a American Academy of Arts and Science. 
A xícara, que está aqui na foto, tem em letras legíveis o nome de uma das institutições mais renomadas e respeitáveis do mundo no meio acadêmico: HARVARD. 
Apreciei, olhei para ela e disse: 
-Foi um bom presente, pois me lembrará de ter o cuidado de não deixar a xícara cheia...

13-jul-2007

Inútil 3

Livros e livros e livros. 
Escritos e lidos por alguém que jamais segurou uma espada. 
No fim, vão todos para a gaveta.


Foto: Livros
Preço: De 20 a 200 reais!
 

12-jul-2007

Inútil 2

Eis aqui na vitrine de um aeroporto, uma "shinai"*. 
Não é preciso treinar para saber que tem a forma grotesca e deixa muito a desejar em comparação com uma normal. 
Com quina, desbalanceada, desproporcional. 
Começar errado com o material errado é querer ser um inútil.


   Foto: Shinai Inútil 
Preço: 120 reais

11-jul-2007

Inútil 1

Gosto de todos os dogmas de Miyamoto Musashi, o samurai mais famoso de todos os tempos. Mas um que eu tenho muito apreço é este: 
"Yaku ni tatanu koto wo sezaru koto", ou em português: 
"Não fazer nada que seja inútil"- pag 50
A partir de hoje, vou colocar algumas imagens que dirão por si sobre isto. 
A de hoje mostra uma peça que não dá nem para empunhar...


  Foto: Katana inutil 
Preço: 200 reais. 




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-8h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h