Ir para o Conteúdo
imgcentral

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei


Últimas postagens:

09-mai-2007

Kenjutsu é Xadrez

Apesar de que muitos de nossos alunos já devem estar acostumados a ouvir, digo que o combate de kenjutsu é como jogar xadrez.
O combatente tem que primeiro conhecer as armas, posições e técnicas do adversário: espada curta, longa, duas espadas, outras armas; posições com a espada ao alto, baixa, direita, centro e mais 60 delas.
Depois disso, tem que armar a "jogada", de acordo com as peças e a movimentaçao que ele lhe apresentar. Se vier com a espada baixa, você espera; se vier com as duas espadas, em jumonji*, você entra pelo centro e por aí vai, e não tem fim.
Somente depois de saber utilizar as várias armas e posições de combate, e aplicando a estratégia adequada para a situação estará preparado para vencer o adversário.
Por isto, em kenjutsu, o aprendizado é longo... são mais de 60 posições, "trocentas" técnicas e infinitas formas de agir.
É longo. E prazeroso, principalmente quando damos o esperado xeque-mate.

*jumonji = ideograma do 10 (ju = dez; monji = ideograma)
Trata-se de uma das posições de combate com as duas espadas, cruzando a menor com a maior, assemelhando-se assim com o ideograma '10' em japonês , que é o sinal da cruz

03-mai-2007

Espetáculos

Um aluno ao qual tenho muito carisma e consideração, me enviou o seu relato sobre o Torneio Brasileiro de Kobudô ( 02 de maio - Torneio Brasileiro em Brasilia). Estava visivelmente feliz e maravilhado por ter participado do evento:

"Konnichiwa Sensei!
Imagino que a volta a SP tenha sido segura e sem incidentes.
Gostaria de dizer o quanto este torneio foi significativo para mim. Há muito tempo eu não via a espada que dá a vida se manifestar com tanta grandiosidade! Gostaria de deixar meus maiores parabéns à toda a organização e execução do torneio.
Além da organização primorosa, os treinos de confraternização - realizados durante os dias principais - e os espectáculos de abertura e encerramento - principalmente os momentos finais de celebração -, transformaram o evento em puro ouro espiritual.
Fiquei profundamente comovido......."

Ao qual respondi:
Que bom que gostou do evento.
Lembre-se, no entanto que , nem sempre vamos fazer espetáculos, o que não é o nosso objetivo.

Somos guerreiros, antes de tudo.

02-mai-2007

Torneio Brasileiro em Brasilia

Encerramos a nossa edição do Torneio Brasileiro Individual de Kobudô neste feriado. 
Ao meu ver, um grande sucesso. 
Mas por trás deste sucesso, sei que há o esforço de todos os nossos alunos kobudokas. 
Ter na capital federal em pleno feriado prolongado nada menos que 170 participantes não é nada fácil... 
Convencer os familiares, primeiro a não viajar, e segundo a ficar dias e noites sem dormir para realizar o evento. Aos de outras unidades, o investimento do tempo e do "bolso" além de não ficar com os familiares?  Não, não é facil. 
Imagino que, como tantas outras guerras, balas perdidas devem ter acontecido. Todos que suaram, aprenderam.
Aprenderam a combater com a espada, os katas do kobudô, e principalmente, voltam renovados nos katas do bushidô.
É por isto que, enquanto vou tomando o meu último gole, chego a minha sempre mesma conclusão - o de dar a eles o melhor da arte samurai, sem dúvidas, sem perda de tempo. 
Parabéns aos organizadores de Brasília! 
A todos os meus alunos kobudokas e familiares que tornaram possíveis estes dias maravilhosos, 
gokurosama.

01-mai-2007

Kobudô e o Pecado

Falamos sobre Kobudo durante esta semana. 
Dia do Samurai em São Paulo, em Ribeirão Preto e Torneio Brasileiro de Kobudô realizado em Brasília . 
O que então siginifica Kobudô?

Ko: antigo, tradição
Bu: marcial, samurai
Do: caminho, arte

Ou seja, caminho marcial antigo. Arte samurai de tradição. 
Tradição de pelo menos ter sido fundada, ou idealizada, como queira dizer, até o final do período Edo -1868. 
Os que vieram depois fazem parte do universo Budô, assim digamos. Temos então o ju-do, ken-do, aiki-do e seus fundadores. 
No Japão, a Nihon Kobudo Kyokai é a entidade que oficializa, divulga  e legitima os vários estilos de Kobudô. É um pouco trabalhoso e complicado por se tratar de estilos antigos, alguns com até mais 700 anos de história. Mas não impossível. 
Por isto, quando recebo alguma pergunta sobre este ou aquele estilo, este ou aquele mestre, uma das formas de verificar a veracidade e legitimidade de questões ligadas ao Kobudô, recorro à Nihon Kobudo Kyokai. 
Dúvidas não podem ficar no ar, pois tirar o tempo dos outros com mentiras e falsidade ideológica é, de longe, o maior pecado.

26-abr-2007

Primeira Foto do Dia do Samurai em Ribeirão Preto

Eu com o Vereador Sílvio Martins e representantes da comunidade Nikkey de Ribeirão Preto

25-abr-2007

Fotos do Dia do Samurai

Deixo aqui as primeiras fotos das comemorações do Dia do Samurai em São Paulo. 

Nota do Editor: mais fotos, cobertura do evento, mensagens e depoimentos, no e-Gan especial Dia do Samurai 2007.

 

24-abr-2007

Dia do Samurai

Estou hoje, aqui em Congonhas tomando o meu capuccino. 
As apresentações no Pavilhão Japonês foram um sucesso. Neste ano,  resolvi colocar os meninos, para ver o que acontecia. Mais do que o esperado, sairam-se melhores do que nos dias de aula. Estão todos de parabéns! 
Bem, daqui a pouco pego o avião para Ribeirão Preto, cidade que foi reconhecida pelo Consulado como o Berço da Imigração Japonesa no Brasil ( 14 de março - Ribeirão Preto ). 
As comemorações também do Dia do Samurai na Câmara Municipal de Ribeirão Preto estão sendo esperadas por volta das 20h. 
Enquanto tomo o meu segundo gole, lembranças vêm a mente. 
O início: quando mal conseguia segurar a espada, as primeiras demonstrações aos 6 anos, hematomas  e torneios, a época em que formei campeões... 
O agora: os primeiros dias do Niten (alguns deles nem um aluno tinha), o encontro com pessoas fantásticas, as guerras que travamos e as batalhas que vencemos. 
E por aí vai... 
De modo que, ao longo de toda a minha trajetória, não teria palavras para externar, mas se as tivesse, diria: 
- Como passou tão rápido! 
O sentimento de tudo isto? 
Me dê um tempo. Deixe-me tomar o último restinho... 
- A certeza de que estou vivendo a vida. E plenamente! 
Bem, está na hora. Deixo você aqui. 
O meu muito obrigado a todo o povo brasileiro por fazer do dia de hoje, o meu aniversário, uma data tão especial. 

23-abr-2007

Véspera

Hoje estamos corridos aqui na administração central.
Temos que fazer os últimos acertos para amanhã, dia 24 de abril. 
Apresentação de kobudô não é fácil, pois são muitas armas. Não é só levar o kimono, ou só o bogu (equipamento de proteção). 
Deixe-me ver o que temos de levar amanhã: 
Katana de iai ( Iaijutsu - 20 de abril ) (prática de desembainhar), katana de kumiiai (duelo em dupla), jitte, kusarigama (foice e corrente), shinai (espada de bambu), bogu (equipamento de proteção), naginata (alabarda), bo (bastão longo), jo (cajado), tanjo (bengala)....são tantas coisas que não vai ter fim. 
Bem, está na hora de arrumar o material. 
Espero te ver amanhã. 
No Pavilhão Japonês. 
E na Camara Muncipal, em Ribeirão Preto. 
Ah sim, esqueci de mencionar. 
Amanhã  é um dia especial para todos de São Paulo e Ribeirão Preto - O Dia do Samurai. 
E para mim, a data de meu aniversário.

20-abr-2007

Iaijutsu

O iaijutsu era a prática que os samurais tinham que dominar tanto quanto o kenjutsu para a sobrevivência. 
Por estar a espada embainhada (guardada), tinham que estar preparados para desembainhar com rapidez e a seguir desferir o contragolpe certeiro, do contrário, tombariam antes mesmo de "sacar" a sua espada. 
A este conjunto de técnicas, que envolvem o desembainhar, denominamos iaijutsu. 
Alguns, erroneamente e por desinformação, associam o nome iaido ao de iaijutsu. 
A diferença é que, no iajutsu, e principalmente aqui no Niten, os estilos exigem cuidado, concentração e condicionamento físico. 
Por quê? 
Porque existem técnicas nas quais temos de saltar, gritar, correr e cair enquanto simultaneamente desembainhamos e cortamos com a katana de metal. Tudo isto em um só tempo? Dá para imaginar? 
É adrenalina pura. 

19-abr-2007

Livro dos Cinco Anéis

Falei que Musashi Sensei ( 17 de abril - Sassen ) nos deixou em forma de katas o segredo para se vencer. 
Para sorte nossa, nos deixou um legado escrito, o Livro dos Cinco Anéis (Gorin No Sho), a "Bíblia"  dos guerreiros do Japão. 
Em Gorin No Sho, Musashi Sensei abomina atitudes como Hikyo na  Furumai ( 9 de março - Hikyo na Furumai ) e o  emprego da força bruta para vencer. 
Com base no Livro dos Cinco Anéis e nos katas do Hyoho Niten Ichi Ryu, estaremos mais próximos de compreender Musashi Sensei, e mais: como se tornar imbatível. 
Vamos lá, mais um cafezinho e começar a treinar? 
Então espada maior em uma mão e a menor na outra. 
Hajime*! 

*hajime=começar




topo

(+55 11) 5539-3587 seg-sex 9h-18h
(+55 11) 99734-6497 seg-dom 9h-22h